Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

segunda-feira, 8 de março de 2010

Masoquismo puro: Análise do Oscar 2009

Esse último Oscar foi um dos piores, se não o pior, que eu já assisti. Não estou falando do show em si, que foi brega, irritante e interminável como sempre, mas sim dos filmes concorrendo.

Uma piada o fraco "Guerra ao Terror" ganhar seis estatuetas - ainda mais as técnicas, como melhor edição de som e efeitos sonoros, já que o filme é extremamente precário. Mas pior seria o desenho animado em computador "Avatar" ter ganho como melhor filme e diretor. Por sinal, como um filme desses, todinho feito digitalmente, pode ganhar o Oscar de melhor fotografia? Ridículo.

Sandra Bullock melhor atriz? Só rindo mesmo... Mas faz parte da lógica deles de tentarem alavancar a carreira de gente que ajuda a trazer dinheiro para as bilheterias e para as contas bancárias dos executivos de Roliúdi.

As únicas coisas boas da noite foram as premiações do Jeff Bridges, bom ator e um sujeito simpático, do filme argentino "O Segredo de Seus Olhos" e do compositor Michael Giacchino (por "Up", um desenho bem fraquinho cuja trilha sonora era a única coisa que prestava). Só faltava mesmo a grotesca trilha de James Horner para "Avatar" ganhar. Ou o abominável Hans Zimmer, que criou o barulho que chamaram de música para o desprezível "Sherlock Holmes".

Não dá mesmo para levar a sério esse concurso de popularidade, mas nunca haviam chegado ao fundo do poço como este ano. Filmes excepcionais como "Agora" ou "Watchmen" não terem recebido nenhuma indicação é apenas a prova que não se deve levar essa besteira à sério. A gente assiste e comenta por masoquismo puro e simples...

17 comentários:

Cybershark disse...

Abri mão desse masoquismo faz tempo. A cerimônia dos Oscar é chata demais!

ateísta disse...

Eu assisto até o fim para comprovar o quanto estes são Hipócritas.
Realmente, Sandra Bullock? É outra Paltrow sem talento.
Porque não premiaram a fantástica atriz de Preciosa?
Quanto a "guerra contra o Terror" quando a barbara streisend apareceu já sabia que ganharia o de diretor, já que esta nunca ganhou.
Agora, temos que aprender com os hermanos como ganhar ao menos um Oscar de filme estrangeiro porque estes já possuem dois e com certeza vão lutar para incrementar mais outros.

qualquergordotemblog disse...

"Up" fraquinho? Comparado com quê então? Não sou advogado da Pixar, mas o roteiro dessa animação era melhor do que muito filme badalado por aí.

qualquergordotemblog disse...

Concordo com você que "Watchmen" deveria ter recebido alguma indicação, mas ainda estou com o lance do "Up" entalado na garganta. E o Jeff Bridges já devia ter ganhado um Oscar quando fez o "O Grande Lebowski"

André Lux disse...

Só o comecinh do "Up" é bacaninha, quando os dois ainda são crianças e vai mostrando eles envelhecendo. Depois, quando fica só o velho, o desenho vira uma besteira sem tamanho.

Ricardo Melo disse...

Muito antes dos senhores jurados do Oscar votarem, o André já tinha escrito aqui um texto elogioso sobre "O Segredo de Seus Olhos", excelente filme argentino.

Ele poderia chegar aqui e se sair com aquela do "eu já sabia", mas o André é realmente discreto.

Na verdade, quem surpreendeu mesmo foi roliúdi ao premiar uma produção que realmente preste.

Grande abraço.

qualquergordotemblog disse...

Injustiça com "Up".

Cybershark disse...

"Up" é legal, mas da Pixar a gente sempre espera mais. Aquele garoto que acompanha o velho é um porre!

francisco.latorre disse...

foi uó... oscar típico. o de sempre.

demagogia manipulação propaganda.

e a tal diretora louvando os militares. e o militarismo.

conveniente pra ecoar o discurso dinamite de obama... guerra é paz...

a máquina de propaganda do império. bombando.

...

Anônimo disse...

O cinema argentino é excelente!!!
Apesar de eu achar o oscar uma merda,ja que as pessoas o levam em consideracao,é muito bom que os hermanos tenham papado um!

Tio Drakul disse...

Estava esperando um comentário seu sobre a piad... quero dizer, a festa do Oscar. Não concordo com você sobre Avatar e Up!, que são filmes para dar asas à imaginação do público e não para agradar "pseudocríticos" como os de Hollywood. Nem todo filme têm a pretensão de ser "a obra prima do século", mas apenas divertir.

Mas concordo que Guerra ao Terror como melhor filme? Se eu não soubesse do dinheiro grosso e não-declarado que rola por baixo dos panos eu teria dito que os eleitores dessa bomba, digo, desse filme fumaram orégano. Os outros candidatos mereciam o Oscar de melhor filme muito, mas muito mais do que o "guerra ao terror". Mas como o mesmo agora é propaganda paga...

O próximo Oscar nem irei dar bola.

Blog disse...

Concordo com o que disse na matéria sobre o evento Oscar. Mas enquanto aos comentários sobre os filmes achei extremo e afetado, por mais que não mereça esses prêmios fakes, sensibilidade é bom as vezes.

Luiz.Monteiro4 disse...

Discordo sobre a festa do Oscar. Brega clichê. O que é brega? A dupla de apresentadores estava impagável (Baldwin gordo é engraçado demais. E aqueles números de dança durante a apresentação das trilhas? Foi algo de encher os olhos. Sobre as premiações, eu acho que Tarantino merecia direção e filme. Guerra ao Terror não é um grande filme de guerra, como foi Platton ou Sem Novidade no Front. O desenho UP é deprimente e a animação é irregular... Em nome da sétima arte, Sandra Bullock deveria devolver o Oscar.

Anônimo disse...

Desculpa se estou errado, mais não é Oscar 2010? Abraço.

André Lux disse...

Os prêmios foram entregues aos "melhores" filmes de 2009.

Moi même disse...

Meu caro, não vi e não gostei nem de "Avatar" nem de "Guerra ao Terror".

Quanto ao Oscar, assisti a essa cerimônia durante uns 20 anos seguidos, a maioria das vezes por obrigação profissional.

Algumas vezes até gostava, principalmente nas cenas de retrospectiva. Neste ano, pela primeira vez.nem liguei o aparelho.

Pelo visto, não perdi nada.

j@iro, de sp

Maurício Campos disse...

Bom, exclusive a festa e os tapetes vermelhos e o glamour e toda essa pataquada que não me interessa, discordo em várias vezes dos seus argumentos, André Lux. Assim como discordo do seu companheiro Luiz Bolognesi, na boa. Também concordo com os comentários sobre Sandra Bullock (e que filminho mais ou menos, bem pra menos, esse "The Blind Side"), e chega de Meryl Streep, por favor. Ela é ótima, mas chega de chamá-la pra assistir a festa somente, se gostam tanto do trabalho dela, porque não dão logo um outro oscar?
Gostei muito de "Up", concordo que ao final se torna um pouco maçante, mas a história como um todo encheu meus olhos. Não é o melhor da Pixar - gosto mais de "Wall - E" - eu penso, mas me agradou muito. Não entendo porque pode competir como Melhor Filme sendo que existe a categoria Melhor Animação para isso. Com a inflada que deram no número de indicados, me pareceu que "Up" estava ali para tapar um buraco ou porque obedecia ordens superiores, de estúdios superiores, e assim então, porque um filme como "Cidade de Deus", que não concorreu nem como Melhor Filme Estrangeiro, mas no ano seguinte por conta da melhor distribuição, concorreu a roteiro, direção e (se não me engano) montagem, não poderia também concorrer a Melhor Filme? Dois pesos, duas medidas.
Ainda usando "Cidade de Deus" como contrapeso, penso que a distribuição em muito ajudou a alavancar o "Guerra ao Terror". Intriga-me o fato de Luiz Bolognesi no texto acima dizer-nos que o filme passou despercebido no Festival de Veneza. Gostei muito do filme. Penso que não deveria ter ganhado o oscar de roteiro, "Bastardos Inglórios" é melhor. O filme tem uma ótima direção. Tem efeitos sonoros muito bons, como muitos filmes de guerra o tem, mas ainda preferia "Avatar" na maioria dos quesitos técnicos - e somente neles. Mas o filme não é precário tecnicamente, com sinceridade. Vê-lo no cinema stereo seria muito bom.
Para Melhor Filme, eu colocaria "Distrito 9", mas é muita mudança para a Academia premiar um filme tão moderno na linguagem - pseudo documentário. Isto é, trocando em miúdos, achei merecido Montagem e Direção.
"Watchmen" é um bom filme, mas aquele roteiro todo destrinchado não conseguiu, em minha opinião, transpor para a linguagem cinematográfica a linguagem dos quadrinhos. Assim como "Sin City" e a maioria dos filmes de HQ. Isso não compra sua vaga no oscar.
Ademais, estamos premiando os filmes de 2009, mas é recorrente falar oscar 2010.
*vou procurar ver o indicado "Agora".

Agradeço o debate, agora vou comentar o texto acima.
Até!
(Maurício Campos).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...