Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Contribua com o Tudo Em Cima!   Para isso, basta você clicar no botão abaixo e ir para o site Padrim, onde poderá escolher a melhor forma d...

domingo, 9 de junho de 2019

"Godzilla 2: Rei dos Monstros" é bem mais fraco que o anterior



O "Godzilla" de 2014 é uma obra primorosa, uma das melhores do gênero, porém não fez sucesso entre muitos fãs. A continuação tenta em vão agradar gregos e troianos, mas acaba sendo bem mais fraca e sem graça, mesmo tendo bons momentos e uma ótima música.

terça-feira, 21 de maio de 2019

"GAME OF THRONES" E A FÚRIA DOS FANBOYS E GIRLS


Vou ser direto: a série só ficou popular mesmo entre a sexta e sétima temporada, justamente quando começou a ser escrita sem ter os livros como base, já que o autor não entregou o restante da obra que faltava.

Ou seja, quando tornou-se fã fiction. As coisas começaram a desandar e foi virando "novelão", com direito a romance a lá Titanic entre Daenerys e Jon Snow e ênfase nos aspectos sobrenaturais e cenas de ação sem conteúdo.

Quase toda a sétima temporada foi uma grande preparação para a invasão do exército de zumbis, todo o resto foi deixado de lado - justamente o que dava real qualidade à série.

Aí chegou a oitava e última temporada que tinha que lidar com a guerra contra os zumbis e fechar todas as pontas soltas da série, tarefa impossível para apenas seis episódios. Perderam os três primeiros pra resolver o imbróglio com os zumbis, que era um beco sem saída e sem duvida o ponto mais baixo e desinteressante. Aí só sobraram três para decidir a Guerra dos Tronos, que sempre foi o mote principal, o que resultou em soluções rápidas e apressadas que certamente poderiam ter sido melhor desenvolvidas.

Mesmo assim eu gostei bastante das soluções apresentadas pelos roteiristas e, principalmente, do episódio final que trouxe de volta o que a série sempre teve de melhor e que nunca foi o que atraiu o grande público pra começo de conversa. E isso explica muita da fúria de grande parte dos fanboys e girls que só pularam realmente no bonde perto do final e queriam soluções alinhadas com o estilo "novelão" das duas temporadas anteriores.

Ou seja, a maior parte dessas críticas é injusta.

quinta-feira, 16 de maio de 2019

"Vingadores: Ultimato" mantém a qualidade da franquia, sem dúvida uma das melhores do gênero



Continuação de "Vingadores: Guerra Infinita" surpreende e emociona. O que mais pode se esperar de um filme de super-heróis? A música de Alan Silvestri novamente é um dos destaques dessa produção muito bem cuidada. 

Seja um padrinho do meu canal! Acesse: https://www.padrim.com.br/tudoemcima

Análise de "Game of Thrones: The Long Night"



Apesar de gostar muito da série, terceiro episódio da última temporada leva a saga a um beco sem saída criado pelo seu próprio autor e expõe também algumas falhas na produção que poderiam ter sido facilmente evitadas. O resultado, porém, é positivo e deixa aberta a possibilidade de uma volta ao que Game of Thrones sempre teve de melhor. 

Seja um padrinho do meu canal! Acesse: https://www.padrim.com.br/tudoemcima

"Star Trek Discovery" é uma abominação que mancha o legado da obra de Gene Rondeberry



Série é grotesca e cheio de furos gigantescos, certamente uma das piores já feitas. E ao usar o nome Star Trek deixa tudo ainda mais ofensivo, provando de vez que a franquia está nas mãos de gente que não conhece nem respeita a visão de seu criador. 

Seja um padrinho do meu canal! Acesse: https://www.padrim.com.br/tudoemcima

"A Missão" é uma das mais belas trilhas compostas pelo mestre Ennio Morricone



Neste vídeo falo sobre a maravilhosa partitura criada pelo genial compositor italiano para o filme de 1986, dirigido por Roland Joffé e estrelado por Roberto De Niro e Jeremy Irons. Filme que teve um grande impacto em minha vida quando o vi no cinema com apenas 15 anos. 

Seja um padrinho do meu canal! Acesse: https://www.padrim.com.br/tudoemcima

"Duna" e suas várias adaptações para o cinema e TV



Neste vídeo falo sobre a maravilhosa obra de Frank Herbert e suas versões cinematográficas, com destaque para a obra de David Lynch, feita em 1984, um filme que fracassou na época, mas tem muitas qualidades, além das versões produzidas pelo canal SyFy e da tentativa frustrada de Alejandro Jodorowsky.

A volta dos que não foram!

Meu blog está de volta, mas agora só com conteúdo sobre cinema, música, quadrinhos e afins. Cansei de política e não quero mais me expor, ainda mais no momento que vivemos, bastante dramático, porém ao meu ver sem solução há curto ou médio prazo. Já fiz a minha parte e agora passo a tocha para os mais jovens.

Abraços e sejam bem-vindos de volta!