sexta-feira, 15 de junho de 2012

Filmes: "Prometheus"

EJACULAÇÃO PRECOCE

E pensar que Ridley Scott vem se masturbando há décadas com a ideia de fazer um filme no mesmo universo de “Alien” só para aparecer com essa porcaria

- por André Lux, crítico-spam

Sou grande admirador de “Alien – O 8º Passageiro” e, portanto, estava bastante ansioso para ver esse “Prometheus” que segundo seu diretor, Ridley Scott, aconteceria no mesmo universo de seu filme de 1979. Mas, para azar nosso, Scott confirma que perdeu completamente a mão e não é nem a sombra do cineasta que já nos brindou com pérolas como “Blade Runner” e “Os Duelistas”. Seu último bom filme foi mesmo “1492” e depois disso só fez porcarias como “Gladiador”, “Falcão Negro em Perigo” e “Hannibal”.

“Prometheus” é o nome da nave que leva 17 pessoas para um planeta que poderia responder a questão de quem criou a raça humana e tenta elevar o nível de pretensão ao fazer referência à mitologia grega, onde Prometeu era o humano que roubou o fogo dos Deuses e por isso foi condenado ao sacrifício eterno. Bobagem, isso não tem nada a ver com o filme e a única coisa que o liga ao primeiro “Alien” são os desenhos de produção baseados no trabalho do artista plástico H.R. Giger para o original. O resto do design do filme é fraco e sem graça.

O que derruba mesmo as pretensões de Scott é roteiro confuso e sem pé nem cabeça que levanta uma série de questões sem resposta, e na maioria idiotas, como que motivos teria o robô interpretado por Michael Fassbender para infectar um dos tripulantes da nave? Outra coisa que incomoda é o fato dos personagens agirem de maneira estúpida, como nos filmes da série “Sexta-Feira 13”, só para serem mortos ou virarem monstros quando são infectados (e aí o filme fica muito mais parecido com “O Enigma de Outro Mundo”, de John Carpenter, do que com o “Alien” - sem dizer que o começo lembra demais o primeiro "Alien vs Predador", o que não é o maior dos elogios).

Um fator que me incomodou muito forem terem descaracterizado completamente o “space jockey”, que era aquele alienígena esquisito sentado numa enorme cadeira em “Alien”. No filme original ficava evidente que se tratava de um esqueleto, inclusive os protagonistas verbalizam isso dizendo “parece fossilizado e grudado na cadeira”. Mas aqui no novo filme se transformam em figuras humanas que vestem uma armadura! Ou seja, nem pra respeitar a mitologia do primeiro “Alien” foram capazes!

Enganação: o space jockey de "Prometheus" é bem diferente do de "Alien"
O elenco é muito fraco, com destaque negativo para a bela Charlize Theron que passa o filme fazendo caras e bocas de menina má como a filha do multimilionário Weyland, dono da bendita companhia que está sempre por trás dos malfeitos na séria “Alien”. Além disso, o filme tem uma trilha musical fraca e inadequada composta por um dos discípulos do abominável Hans Zimmer (em uma cena chegam a tocar sem maior lógica o tema do primeiro “Alien”, composto por Jerry Goldsmith).

E pensar que Ridley Scott vem se masturbando há décadas com essa ideia de fazer um filme no mesmo universo de “Alien” só para aparecer com essa porcaria que mais parece uma ejaculação precoce!

Cotação: * 1/2

20 comentários:

dilamar santos disse...

Pombas!!! Eu já tava doido pra ir hoje mesmo assistir mas depois desta,broxei´.E é verdade, faz muito tempo que insisto em assistir Ridley esperando ser surpeendido novamente,mas tal não aconteceu mais... Pena.

Cybershark disse...

É tão ruim assim?! :-(

André Lux disse...

Sofrível...

Hector disse...

Desta vez tenho que concordar até com as vírgula do André. Quando sai do cinema hoje, fiquei com a impressão : será que vai ter uma continuação para explicar toda esta meleca de roteiro ? Acho que não. Fiquei feliz de não ter investido no ingresso em 3D.
Mas para quem curte o universo Alien existe um grafic novel que dá de 10 a 0 em prometeus e em todas as sequencias infelizes à partir de Aliens. Vale a pena ler.

Unknown disse...

Rsrsrs, Po Andre, eu tenho que assistir antes de ler suas critcas porque agora broxei geral! Rsrs

Ricardo Melo disse...

Que decepção.

Mas eu não esperava mais nada de bom do Ridley Scott.

Anônimo disse...

Fiquei sabendo do filme pelo blog no final do ano passado e desde então estava empolgadíssimo.
Infelizmente sai decepcionado.
Concordo em tudo com você.
Uma pena.

E onde acho essa grafic novel Hector?

Cybershark disse...

O elenco principal é bom (mas não ótimo) e homogêneo, parte técnica muito bem cuidada. Alguns momentos da ação conseguem ser mesmo memoráveis. Mas o roteiro é de uma cara-de-pau inacreditável. [SPOILER] O carinha do nada decide voltar pra nave? E o outro vê uma cobra alienígena e já vai tocando? Tirando os três personagens principais, os outros são muito inexpressivos. E aquele finalzinho tosco? Fala sério...

Luis disse...

Não que isso mude o filme, mas o space jockey não é o mesmo de Alien. O filme de Prometheus se passa em outro planeta, não é o mesmo de 8º passageiro.

André Lux disse...

É óbvio que não é o mesmo do Alien, mas é a mesma raça de seres que utilizam, inclusive, as mesmas naves em forma de ferradura. Ou será que existe no universo uns aliens que gostam de usar capacetes e naves iguais ao space jockey do Alien?

Anônimo disse...

Fiquei tão triste com o resultado que nem comentei sobre o filme que fiz questão em pagar em 3D ( pra quê,né?) na melhor sala de cinema de brasília ( pra quê tbm?) só pra quando o filme terminar eu dizer: Esperei tanta expectativa pra ver esse alien franzino , que não dá susto nesse filme apático?Decepcionante ...( E vai ter continuação!?) Existe forma mais criativa de acabar com a própria obra .

Shagrat al Durr

Anônimo disse...

Concordo em gênero, número e grau! Uma autêntica porcaria, onde só prestam as paisagens...de computador!Excetuando Michael Fassbender, todos os atores estão péssimos, muitíssimos mal dirgidos...uma vergonha...mais de 30 anos depois, um lixo que nem chega aos pés de Alien, um sci-fi de horror originalíssimo, que essa porcaria gostaria de "explicar" (ah ah ah).

Anônimo disse...

Bem depois de tanta cacetada acho que vou mudar de programa: vou fazer umas pipocas, me acomodar na poltrona de casa, pegar meu DVD do Alien, o Oitavo Passageiro e reassistir um filme que nunca consegui deixar de classificar como obra-prima.

Anônimo disse...

Só de você dizer que Gladiador, Falcão Negro em Perigo e Hannibal são porcarias, eu nem terminei de ler sua resenha...na minha opinião são filmes espetaculares de Ridley Scot...mas cada um com seu gosto.

MaClane disse...

...os protagonistas verbalizam isso dizendo “parece fossilizado e grudado na cadeira”...

Disse tudo... PARECE NÃO SIGNIFICA QUE É...

Foi uma critica MUITO mal feita sobre Prometheus. Se baseou mais nas suas próprias opiniões do que na realidade do filme em si.

Prometheus é um filme que já nasceu cult.
Ou seja... NÃO É PARA QUALQUER UM...
Um exemplo disso é Blade Runner que no seu lançamento foi um farcasso mas se tornou um cult 30 anos depois.

A mitologia alien não só foi preservada como foram acrescidas novas enfazes.

Elenco, trilha sonora, fotografia dignos de um Oscar.

Uma obra prima realizada por um gênio na arte...

Mas como eu disse... NÃO É PRA QUALQUER UM...

André Lux disse...

Comparar essa porcaria sem pé nem cabeça com "Blade Runner" é uma piada de mau gosto.

Seuguila disse...

Hoje (15/07) foi que vi esta postagem. Não vou mais ver o filme que está passando aqui em Natal. Mas sobre Gladiador, francamente daquele filme eu gostei pacas!

Marcus Valerio XR disse...

Há poucas coisas mais tristes do que alguém deixar de assistir a algo que queria ver por causa de uma crítica negativa. Como pode haver tanta indisposição em ter uma experiência própria? Ou será que seu universo mental é tão limitado que cabe integralmente nas palavras de um crítico?

Até concordo com boa parte da crítica, o filme tem mesmo erros terríveis, mas eu ainda dou um saldo positivo.

Agora, negativo mesmo é a falta de cultura do crítico ao dizer que Prometeu era um Humano!!!

Marcus Valerio XR
xr.pro.br

Anônimo disse...

Sou fã de ficção, mas não consegui assistir esse filme inteiro, após tanta expectativa. Fiquei preocupado
quando li comentários dizendo ser o filme uma obra prima, elenco impecável, etc. André, parabéns.

Marce C. disse...

Me pareció bastante acertada tu crítica, André Lux. En mi caso, todavía conseguí disfrutar ciertos elementos de la película, pero en general da la impresión que faltó esmero en la producción y que las ideas quedaron a la mitad del camino, sin cristalizarse bien. Muy bueno tu blog. Parabéns.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...