Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Do fundo do baú: "Fuga de Nova York"

SNAKE VIVE!

Filme de 1981 resiste muito bem a uma revisão e continua a ser um das mais bem sucedidas produções classe B da história do cinema

- por André Lux, crítico-spam

“Fuga de Nova York” é uma mistura inteligente e eficaz de vários elementos de ficção científica, faroeste e terror, todos muito bem orquestrados pelo diretor John Carpenter (de “Halloween” e “Starman”), que usa toda sua criatividade para disfarçar o baixo orçamento do filme (apenas US$ 6 milhões).

Calcando seu roteiro em cima da figura carismática do anti-herói rabugento e arredio Snake Plissken (Kurt Russel, em ótima interpretação), Carpenter consegue o milagre de nos fazer acreditar numa trama completamente absurda cujo ponto de partida é a transformação, no futuro (1997!), da cidade de Nova York numa prisão de segurança máxima, dentro da qual são jogados (para nunca mais voltar) todos os tipo de criminosos.

Essa premissa maluca ganha contornos ainda mais surreais quando o avião do presidente dos EUA, o Força Aérea Um, é seqüestrado por um grupo contrário ao governo fascista e jogado dentro da prisão. Mas o presidente escapa, só para ser capturado pela gangue liderada pelo temível Duque (o cantor negro Isaac Hayes).

O problema é que o mundo está em guerra e o presidente estava indo justamente para uma conferência de paz, durante a qual iria apresentar uma fita cassete (que coisa datada!) que poderia mudar os rumos do conflito (não era mais fácil pegar o cara que falava na fita e leva-lo até a tal reunião?).

Como não podem invadir o presídio, resta ao chefe de polícia (Lee Van Cleef, o “Mau” de “Três Homens em Conflito”) coagir Snake, ex-soldado e recém-condenado a ser jogado na prisão de NY, a ajudar no resgate. Obviamente que ele aceita com relutância sem saber que só tem 22 horas para entrar e sair com o presidente, caso contrário será o fim da conferência e também do próprio Snake, que teve injetado em seu corpo duas cápsulas explosivas que só podem ser desativadas pela equipe da polícia!

Mesmo com tantos absurdos na trama, Carpenter segura com mão firme seu roteiro e para isso conta com um desenho de produção que sabe explorar muito bem as locações e com a ótima fotografia de Dean Cundey (ele depois iria trabalhar com Spielberg em vários filmes). Os efeitos especiais também são muito eficientes e nunca parecem ter sido feitos com parcos recursos. James Cameron, futuro diretor de “Titanic”, foi um dos que ajudaram na confecção dos efeitos, muito antes de sonhar em ficar famoso! A trilha musical, feita pelo próprio Carpenter em parceria com Alan Howart, também é um dos ponto altos e garante ao filme um clima de opressão e suspense constantes.

Graças a tudo isso “Fuga de Nova York” virou cult e conquistou uma grande quantidade de apreciados, gerando inclusive várias imitações. Mas, mesmo tendo sido produzido em 1981, resiste muito bem a uma revisão e continua a ser um das mais bem sucedidas produções classe B da história do cinema e, na minha opinião, é o melhor filme do diretor John Carpenter até hoje.

15 anos depois, a mesma equipe produziu uma espécie de continuação, chamada “Fuga de Los Angeles”, mas infelizmente não conseguiram chegar nem perto das qualidades do original.

Cotação: * * * *

5 comentários:

Professor disse...

Olá Lux, só ia fazer uma pequena correção no seu texto dizendo que o Lee Van Cleef interpretava o mau no filme Três homens em conflito.

André Lux disse...

É mesmo! O Feio é o Eli Walach! Valeu!

Anônimo disse...

Alô, Alô Rio de Janeiro! Cariocas e Fluminenses! Vamos mostrar que o Rio é o tambor político do Brasil!
Amanhã, 16 de julho, sexta-feira, grande manifestação no Centro da Cidade: uma alegre e entusiasmada Caminhada com a presença de Dilma Rousseff, saindo da Candelária às 16.00h, descendo a Av. Rio Branco, para desaguar em monumental comício na Cinelândia!
Espera-se a presença de Lula! Vamos rebater "O Globo" ao vivo, mostrando a força do povo, o nosso entusiasmo pela Petrobrás, a Telebrás com a banda larga, e a continuidade dos programas governamentais,com avanços!
Maiores informações no blog oficial de Dilma Rousseff:
http://www.dilma13.com.br/conteudo/main/
Maria Lucia

Anônimo disse...

A T E N Ç Ã O !

O PEDÁGIO estará hoje em Recife, às 11:00 horas, dando uma entrevista na Rádio Jornal, no Programa Super Manhã, de Geraldo Freire.

O endereço para ouvir, AO VIVO, está aqui:

http://jc3.uol.com.br/radiojornal/pop_up_aovivo.php

A situação atual do PEDÁGIO em Pernambuco, segundo o Instituto Maurício de Nassau, é a seguinte:

Dilma - 49%
Zé Pedágio - 19%
Lula - 7%
Marina - 4%
Outros - 1%

Flavio Rick disse...

Excelente filme em todos os aspectos.
Filmes como este mostram que o cine atual não passa de mero entretenimento sem conteúdo. Filmes que não deixam sua marca, não ficam gravados na memória das pessoas e não trazem críticas construtivas nem ultrapassam gerações e mesmo assim não saem de moda.
O cinema atual esta em falta de bons filmes como FUGA DE NY e anti herói como SNAKE (KURT RUSSEL).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...