Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Filmes: Batman Begins versus O Cavaleiro das Trevas

Ontem eu revi o "Batman Begins" e achei melhor do que quando vi no cinema. Acho que, podendo controlar o volume do som (que em algumas cenas é ensurdecedor) e da música (idem) a experiência ficou mais agradável.

Notei três coisas:

1) O primeiro filme acaba sendo mesmo melhor que o segundo. Tem mais história, mais profundidade, drama humano e humor. É espantoso como o excesso de barulho nos cinemas me deixou atordoado ao ponto de impossibilitar que eu entrasse no clima do filme. O segundo, embora solucione alguns problemas do primeiro, fica muito centrado na figura do Coringa que, mesmo sendo perturbadora, é unidimensional e raso - é apenas um vilão que quer fazer maldades.

2) A voz fodona do Batman é totalmente feita eletronicamente, a partir da fala original do Christian Bale. O que deixa tudo ainda mais ridículo, já que não é mesmo possível alguém falar naquela tom de voz gutural, porém alto e forte. Não seria mais lógico mostrar então o Bruce Wayne usando um tipo de aparelho que distorce sua voz no uniforme para não ser reconhecido? E no primeiro filme esse recurso não chega a incomodar, pois é usado mais contidamente, ao contrário do segundo, onde exageram ao ponto do grotesco.

3) Existem dois tipos de música no filme. Uma, óbvia, monocórdica e barulhenta composta pelo abominável Hans Zimmer para as cenas de ação e suspense que é puro delírio de testosterona, barulho mesmo. Até funciona junto com as imagens, porém é quase insuportável fora do filme (como 99% do que mr. Zimmer compõe, por sinal). Outra, mais contida e melódica, composta pelo James Newton Howard para as cenas mais intimistas ou dramáticas. Os dois estilos de composição são gritantemente opostos e não combinam. Uma salada de péssimo gosto. Imaginem só que o um bom compositor faria para esses filmes? Bola fora do diretor...

3 comentários:

Paulo disse...

Ainda não vi esse filme por medo. Li adolescente, e emprestado, o Cavaleiro das trevas... e o mundo mudou. Quase nunca é bom ver de perto seus ídolos.

Alias, isso me lembra outra coisa, não achei sua resenha sobre o LotR. Se puder me indicar, agradeço!

Anônimo disse...

"Ainda não vi esse filme por MEDO"
QUEM É ESSE HOTÁRIOOOOOOOOOOO com H

Manda ele assistir aos filmes de BATMAN do BURTON e do Schumacher...

"Ainda não vi esse..."
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

AlyssonTelecom disse...

Hans Zimmer é o Mago das trilhas sonoras do cinema Moderno!

Sua música em O CAVALEIRO DAS TREVAS
é um evento triunfante!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...