Postagem em destaque

Blogueiro pede a sua ajuda!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Brasil sempre foi a terra da ignorância e da burrice

Sabe, eu não entendo por que tanta gente está surpresa com o crescimento da mentalidade nazi-fascista entra a população do Brasil.

Gente, vocês não conhecem o próprio país em que vivem? Aqui é uma terra onde a ignorância transborda e a burrice prevalece, inclusive - e principalmente - entre aqueles que tem diploma do ensino superior e até doutorado.

E eu me incluo nisso também. Nunca li um livro do Machado de Assis, por exemplo. No mar de estupidez e boçalidade que é a sociedade brasileira, especialmente a elite e a classe média, eu estou só com a cabecinha pra fora. Agora, imagina o resto...

Conheço gente com carteirinha do PT assinada que fala coisas que envergonhariam até o Bolsonaro. Duvida? Entra em assuntos como homossexualismo, drogas, pena de morte, sexo, religião... Já ouvi coisas que me deixaram de cabelo em pé de gente que se declara comunista.

Óbvio que não é a maioria entre nós que age assim, mas só estou querendo dizer que se entre nós, da esquerda, está cheio de gente assim, imagina então no resto da população, que está à um passo de relinchar, enquanto faz compras em Miami?

Vocês não conhecem o Brasil? O Brasil é isso, gente. Sempre foi.

Agora eles apenas perderam a vergonha, porque o efeito manada está cada vez mais forte e formou uma onda que leva todos - sempre grudados na tela da Globo...



12 comentários:

Anônimo disse...

Não sei quem escreveu o post, mas sou obrigado a concordar em gênero, número e grau. Se tem uma coisa na qual esse país sempre foi fértil(obviamente descontando as exceções)é a burrice. É só conversar 1 minuto com qualquer pessoa (sim, mesmo as graduadas) para ficar pasmo com o nível de "ingnorância": limitam-se a repetir o senso comum (especialmente se dito pelo Datena, Rezende e Globo), sem jamais contestar nada. Ninguém está livre de cometer equívocos, mas o brasileiro exagera. Muito pior é o que acompanha esta falta generalizada de cultura: prepotência. Brasileiro é tão tosco e ignorante que fala de qualquer assunto como se o dominasse completamente. Não sei se as pessoas o fazem por maldade, ou se são tão primitivas que não enxergam esse defeito.
Em tempo: as redes sociais agravaram ainda mais o problema, porque o anonimato (ou quase) tirou todo o constrangimento dos estultos, que não tem mais vergonha, como disse Umberto Eco, de mostrar sua imbecilidade. Triste a sina do nosso país.
Marcos K.

André Lux disse...

Fui eu mesmo que escrevi.

leonardo-pe disse...

Assino embaixo. em terra de Cego,quem tem um olho é rei. leia-se a Grande Imprensa!

leonardo-pe disse...

por que que ainda se fala do 7x1? por que é o resultado disso que ainda vivemos! 1 ano se passou e ainda faz um imenso estrago! pior,dizem que foi arrumadinho. inacreditável ver a ignorancia do Brasileiro que não se emenda!

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto !! E a nós que somos um pouco menos ignorantes, ou que temos consciência do quanto nos falta saber, só nos resta o isolamento, às vezes dentro da própria família. Onde trabalho, TODOS os médicos com quem sou obrigada a lidar, são de uma ignorância exemplar !! E alardeiam suas opiniões em altos brados, claro, porque não basta ser imbecil, tem que exibir a falta de educação básica, aquela que dizem vir "de berço".. A situação chegou a tal ponto , que para evitar sair da minha sala e descer ao nível deste tipo de ralé, levei um rádio para o trabalho - fones de ouvido me incomodam - e passei a deixar ligado na Cultura FM, Nova Brasil, etc..num volume suficiente para abafar os relinchos vindos do corredor, e ter um pouco de paz para trabalhar, já que meu trabalho é pensar. Alguns - menos toscos - perceberam, e agora sorriem amarelo quando interrompo um "comício" para solicitar alguma tarefa, outros , nível 10 na Escala Troll, olham torto quando coloco uma Carta Capital ou Brasileiros sobre o topo de Veja e Isto É, detritos sempre abundantes na recepção de qualquer serviço médico ou odontológico deste Brazil zil zil..Mas calma... ao fim do dia, as recepcionistas - sempre solícitas e solidárias com o "dotô" engraçadinho e reaça à la Gentilli porém "gente fina"- irão recolocar os detritos em destaque entre o material cultural oferecido à seleta clientela, que claro, só sabe falar das fotos do cantor sertanejo que morreu !! Triste sina é pouco !!
Lais - SP

gle disse...

Excelente!

Valéria disse...

Triste é ver gente alfabetizada, educada pela TV em vez da escola. O globopólio tem grande responsabilidade por essa indigência intelectual do povo brasileiro. André, parabéns pelo blog, e lamento que você tenha de ter feito esse post. Mas bola pra frente e vamos na luta.

leonardo-pe disse...

Concordo com o Texto e com o Marcos K!

ESMAEL LEITE disse...

Ler ou não machado de Assis ou qualquer outro livro não é tão importante quanto do que você faz com o que apreendeu com eles. Quanto a conhecer o Brasil, é isto que a literatura nos proporciona, ler Guimarães Rosa, João Cabral de Melo Neto, Gilberto Freire, Darcy Ribeiro, Ariano Suassuna, Graciliano Ramos, Jorge Amado, José Cândido, Euclides da Cunha, o fabuloso Mario de Andrade e uma infinidade de outros escritores nos permitem conhecer muito sobre o Brasil e os brasileiros. Quanto a ser petista e ter senso comum é a coisa mais natural do ser humano, a grande maioria que vota no PT, vota porque são beneficiados por sua política social e não por terem embasamento político, o que é uma falha grave do partido e de todo o sistema político brasileiro, por exemplo você é um escritor que influencia pessoas e grupos sociais, quando faz um bom texto ele se espalha na rede e logo uma grande gama de pessoas esta lendo e discutindo o tema que você aborda, alguns que leem são acadêmicos ou tem um certo grau de conhecimento que permite que façam uma análise crítica do texto, outros aceitam como verdade porque confiam em você, outros o repelem sem nenhuma discussão, outros o atacam visceralmente por serem contra suas propostas ou textos, outros ficam em dúvida sobre os próprios princípios que os norteiam e é aqui que começa o desenvolvimento da crítica e do conhecimento a que chamamos consciência, quer queira ou não você acaba por provocar estas reações e é este o objetivo da literatura e de seus textos,como foram os dos autores acima, não podemos esquecer que apenas uma parcela minima do povo brasileiro tem acesso ao conhecimento acadêmico e por isto tem seu poder de análise prejudicado e entre eles estão aqueles que se petistas, comunistas, socialistas, Democratas, sociais democratas, nacionalistas, partidos políticos cristãos e por ai vai, a grande maioria não tem embasamento teórico nenhum, seguem este ou aquele, por conveniências pessoais ou por influência de pessoas que são suas referências, inclui-se os utilizados pela grande mídia, e mesmo alguns lideres a quem reverenciamos,fazem muita merda , tais como a nomeação do Joaquim Barbosa, pelo simples fato de ser negro e sem uma acuidade maior devida a importância do cargo,no entanto os acertos de uma forma geral nos impele a continuarmos a reverencia-los,e isto não acontece só aqui, acontece no mundo inteiro,na Europa, na América do Norte, do SUL, Central, na Ásia, em todos os continentes, e o Brasil nem sempre foi assim e nem continuará sendo, ele está melhor por que existem pessoas como você e Machado de Assis (Recomendo o livro "O Alienista", você vai se divertir), portanto, por tudo isto, caro André Lux discordo de você.sem deixar de admirar seus escritos e suas postagens, esta por exemplo abriu espaço para uma discussão que geralmente não é feita e quando se faz quase não há contendores, abri-la é um avanço pois se chegar ao público,mesmo que pequeno haverá um avanço e é este meu contraponto. Grande e fraternal abraço.

ESMAEL LEITE disse...

Ler ou não machado de Assis ou qualquer outro livro não é tão importante quanto do que você faz com o que apreendeu com eles. Quanto a conhecer o Brasil, é isto que a literatura nos proporciona, ler Guimarães Rosa, João Cabral de Melo Neto, Gilberto Freire, Darcy Ribeiro, Ariano Suassuna, Graciliano Ramos, Jorge Amado, José Cândido, Euclides da Cunha, o fabuloso Mario de Andrade e uma infinidade de outros escritores nos permitem conhecer muito sobre o Brasil e os brasileiros. Quanto a ser petista e ter senso comum é a coisa mais natural do ser humano, a grande maioria que vota no PT, vota porque são beneficiados por sua política social e não por terem embasamento político, o que é uma falha grave do partido e de todo o sistema político brasileiro, por exemplo você é um escritor que influencia pessoas e grupos sociais, quando faz um bom texto ele se espalha na rede e logo uma grande gama de pessoas esta lendo e discutindo o tema que você aborda, alguns que leem são acadêmicos ou tem um certo grau de conhecimento que permite que façam uma análise crítica do texto, outros aceitam como verdade porque confiam em você, outros o repelem sem nenhuma discussão, outros o atacam visceralmente por serem contra suas propostas ou textos, outros ficam em dúvida sobre os próprios princípios que os norteiam e é aqui que começa o desenvolvimento da crítica e do conhecimento a que chamamos consciência, quer queira ou não você acaba por provocar estas reações e é este o objetivo da literatura e de seus textos,como foram os dos autores acima, não podemos esquecer que apenas uma parcela minima do povo brasileiro tem acesso ao conhecimento acadêmico e por isto tem seu poder de análise prejudicado e entre eles estão aqueles que se petistas, comunistas, socialistas, Democratas, sociais democratas, nacionalistas, partidos políticos cristãos e por ai vai, a grande maioria não tem embasamento teórico nenhum, seguem este ou aquele, por conveniências pessoais ou por influência de pessoas que são suas referências, inclui-se os utilizados pela grande mídia, e mesmo alguns lideres a quem reverenciamos,fazem muita merda , tais como a nomeação do Joaquim Barbosa, pelo simples fato de ser negro e sem uma acuidade maior devida a importância do cargo,no entanto os acertos de uma forma geral nos impele a continuarmos a reverencia-los,e isto não acontece só aqui, acontece no mundo inteiro,na Europa, na América do Norte, do SUL, Central, na Ásia, em todos os continentes, e o Brasil nem sempre foi assim e nem continuará sendo, ele está melhor por que existem pessoas como você e Machado de Assis (Recomendo o livro "O Alienista", você vai se divertir), portanto, por tudo isto, caro André Lux discordo de você.sem deixar de admirar seus escritos e suas postagens, esta por exemplo abriu espaço para uma discussão que geralmente não é feita e quando se faz quase não há contendores, abri-la é um avanço pois se chegar ao público,mesmo que pequeno haverá um avanço e é este meu contraponto. Grande e fraternal abraço.

ESMAEL LEITE disse...

Ler ou não machado de Assis ou qualquer outro livro não é tão importante quanto do que você faz com o que apreendeu com eles. Quanto a conhecer o Brasil, é isto que a literatura nos proporciona, ler Guimarães Rosa, João Cabral de Melo Neto, Gilberto Freire, Darcy Ribeiro, Ariano Suassuna, Graciliano Ramos, Jorge Amado, José Cândido, Euclides da Cunha, o fabuloso Mario de Andrade e uma infinidade de outros escritores nos permitem conhecer muito sobre o Brasil e os brasileiros. Quanto a ser petista e ter senso comum é a coisa mais natural do ser humano, a grande maioria que vota no PT, vota porque são beneficiados por sua política social e não por terem embasamento político, o que é uma falha grave do partido e de todo o sistema político brasileiro, por exemplo você é um escritor que influencia pessoas e grupos sociais, quando faz um bom texto ele se espalha na rede e logo uma grande gama de pessoas esta lendo e discutindo o tema que você aborda, alguns que leem são acadêmicos ou tem um certo grau de conhecimento que permite que façam uma análise crítica do texto, outros aceitam como verdade porque confiam em você, outros o repelem sem nenhuma discussão, outros o atacam visceralmente por serem contra suas propostas ou textos, outros ficam em dúvida sobre os próprios princípios que os norteiam e é aqui que começa o desenvolvimento da crítica e do conhecimento a que chamamos consciência, quer queira ou não você acaba por provocar estas reações e é este o objetivo da literatura e de seus textos,como foram os dos autores acima, não podemos esquecer que apenas uma parcela minima do povo brasileiro tem acesso ao conhecimento acadêmico e por isto tem seu poder de análise prejudicado e entre eles estão aqueles que se petistas, comunistas, socialistas, Democratas, sociais democratas, nacionalistas, partidos políticos cristãos e por ai vai, a grande maioria não tem embasamento teórico nenhum, seguem este ou aquele, por conveniências pessoais ou por influência de pessoas que são suas referências, inclui-se os utilizados pela grande mídia, e mesmo alguns lideres a quem reverenciamos,fazem muita merda , tais como a nomeação do Joaquim Barbosa, pelo simples fato de ser negro e sem uma acuidade maior devida a importância do cargo,no entanto os acertos de uma forma geral nos impele a continuarmos a reverencia-los,e isto não acontece só aqui, acontece no mundo inteiro,na Europa, na América do Norte, do SUL, Central, na Ásia, em todos os continentes, e o Brasil nem sempre foi assim e nem continuará sendo, ele está melhor por que existem pessoas como você e Machado de Assis (Recomendo o livro "O Alienista", você vai se divertir), portanto, por tudo isto, caro André Lux discordo de você.sem deixar de admirar seus escritos e suas postagens, esta por exemplo abriu espaço para uma discussão que geralmente não é feita e quando se faz quase não há contendores, abri-la é um avanço pois se chegar ao público,mesmo que pequeno haverá um avanço e é este meu contraponto. Grande e fraternal abraço.

Anônimo disse...

Compare o número de beneficiados por programas do PT e o número de votos que ele recebe: falar que a grande maioria dos votos é dos beneficiados é um grave erro. Basta lembrar também que São Paulo tem o maior número daqueles com bolsa família e mesmo assim sempre foi o Tucanistão. No mais, também depende muito o que você lê para poder embasar suas críticas: tem muitos que consideram a bíblia (um livro importante, mas que o fanatismo faz o pior uso possível) ou livros de merdas financiados pela Globo, como verdades universais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...