Postagem em destaque

Blogueiro pede a sua ajuda!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quinta-feira, 12 de março de 2015

Tucano Machado tenta deturpar fala de Bigardi, dá tiro no pé e vira piada nas redes sociais

Machado morde a isca e vira piada 
O candidato a prefeito de Jundiaí derrotado nas últimas eleições por uma diferença acachapante, Luiz Fernando Machado (PSDB), tentou deturpar a fala do atual prefeito Pedro Bigardi (PCdoB) em um vídeo divulgado no facebook e acabou dando um tiro no próprio pé.

No video, Bigardi conclama a população a participar dos atos que acontecerão em todo o Brasil pela defesa da democracia e da Petrobrás, que está sob ataque especulativo daqueles que desejam ver esse patrimônio do povo brasileiro entregue de mão beijada à iniciativa privada.

Bigardi chama os inimigos da democracia e da Petrobrás de "direita".

O tucano de Jundiaí, fraco das ideias e desesperado para se vingar daquele que o deixou nas lonas na última eleição para prefeito, atacou Bigardi em sua página no facebook, sem perceber que estava apenas mordendo a isca e, claro, vestindo a carapuça!

Até porque é público e notório o desejo da patota do PSDB em privatizar a Petrobrás desde a época dos (des)governos de Fernando Henrique. 


Chegaram, inclusive, a tentar mudar o nome da empresa para Petrobrax, para ficar mais ao gosto do seu chefe na época, o presidente Bill Clinton, dos EUA.

O próprio José Serra, tucano duplamente derrotado pelo PT à presidência da república, anunciou recentemente esse desejo: O PLANO DE SERRA PARA A PETROBRAS: PRIVATIZAR

A postagem do tucano de Jundiaí, de tão ridícula e burra, virou motivo de piada nas redes sociais. 


Ainda mais quando a gente lembra do mandato pífio que ele teve como deputado federal, ficando muito atrás do Tiririca no ranking da revista Veja! Clique neste link para ver essa notícia.

Abaixo, algumas reportagens da época em que o PSDB tentou entregar a Petrobrás de bandeja aos interesses privados.



FHC discute a privatização da Petrobrás - Folha de S. Paulo - 16/04/1997


Diretor do Banco Central durante o governo FHC, Gustavo Franco, defende a privatização da Petrobrás e do Banco do Brasil - O Globo - 11/06/1997





David Zylbersztajn, genro de FHC é nomeado diretor da ANP em janeiro de 1998 e defende privatizações - Revista Veja

"Petrobrás pode ser vendida em 3 anos diz Zylbersztajn" - O Estado de S. Paulo -20/05/1999



“ANP defende venda de refinarias da Petrobrás” – David Zylbersztajn, genro de FHC e diretor da ANP no governo FHC, defende retalhar e vender Petrobrás – O Estado de S. Paulo – 07/01/1999




FHC anuncia medidas para acabr com as resistências à privatização da Petrobrás - Estadão - 10/06/2000



Governo FHC paga uma fortuna sem licitação para mudar o nome da Petrobrás para Petrobrax - O objetivo era facilitar a privatização da empresa brasileira - "Petrobrás vira Petrobrax por US$ 50 milhões" - O ESTADO DE S PAULO - 27/12/2000




A marcha da Privatização da Petrobrás em andamento no Governo FHC - "A globalização da 'Petrobrax'" era o projeto de privatização do governo FHC - JORNAL DO BRASIL - 27/12/2000



"Marca PetroBrax deve ser contestada na Justiça" - Reação da AEPET e sindicatos dos petroleiros para evitar troca de nome da Petrobrás teve sucesso - O Estado de S Paulo - 28/12/2000




Tribunal de Contas da União vai investigar gastos irregulares do governo FHC com campanha para mudar o nome da Petrobrás para Petrobrax - Folha 25/01/2001
Como foi a mobilização dos Ministros de governo e dos partidos que apoiavam o governo de Fernando Henrique (PSDB e PFL, atual DEM) para privatizar a Petrobras:



Diretor do Banco Central durante o governo FHC, Gustavo Franco, defendendo a privatização da Petrobrás e do Banco do Brasil - " Franco quer privatizar Petrobrás e BB" - O Estado de S.Paulo - 11/06/1997

GAZETA MERCANTIL - 08/08/1997 - O PFL (atual DEM), então partido do Vice de FHC, defendeu todas as privatizações daquela época, e queria privatizar o Banco do Brasil e a Petrobrás - O PFL foi o partido que indicou o Vice de Fernando Henrique, Marco Maciel em seus dois mandatos (1995-1998 e 1999-2002) e indicou o atual candidato a vice de José Serra, Índio da Costa, que também defende a privatização da Petrobrás e do Pré-Sal

Presidente do PFL, principal partido da base do governo FHC, partido do vice de Fernando Henrique (1995-2002), defendendo a privatização da Petrobrás e do Banco do Brasil - "Bournhauser quer vender Petrobrás" - GAZETA MERCANTIL 10/12/1998



Como o "Programa de Privatização" foi acelerado no governo FHC (1995-2002) que tentou privatizar a Petrobrás - "Programa de Privatização terá que ser acelerado" - O GLOBO - 06/09/1999
A preparação para a privatização da Petrobrás começou no 1o mandato de FHC, quando José Serra era Ministro do Planejamento. O plano de privatização começou com o sucateamento da Petrobrás, seguido de mudanças ma legislação que o governo FHC-Serra fez para viabilizar a venda da empresa brasileira. O objetivo era privatizar todo o setor de energia e petróleo do país.


Como o governo FHC permitiu que as corporações petrolíferas estrangeiras pudesem extrair petróleo do Brasil - "Era uma vez o monopólio da Petrobrás" - Revista VEJA de 14/06/1995


José Serra, Ministro do Planejamento de FHC, bate o martelo na privatização da empresa de energia Light, do RJ. Serra dizia que privatização era forma de fortalecer as empresas de energia, mas em 2001-2002 o Brasil viveu o maior racionamento de nrgia da história do país - "A volta da velha senhora" - Revista VEJA de 29/05/1995



Ministro José Serra defendendo acelerar as privatizações das empresas nacionais de energia, como forma de fortalecer o setor energético, que sofreu o maior colapso de sua história em 2001-2002 - "Privatização do setor elétrico será acelarada" - O Estado de S. Paulo - 26/04/1995

 

Preparação para a privatização da Petrobrás quando José Serra era Ministro de Planejamento do governo FHC – “Fim do Monopólio do Petróleo será discutido semana que vem” – O Estado de S. Paulo – 27/04/1995


A Petrobras como próxima vítima da Privatização de FHC-Serra - "Petrobras a próxima vitima?" - Folha de S Paulo - 16/01/1996


O Presidente FHC declarou em sua campanha que a Petrobras não seria privatizada, entretanto a empresa foi incluída na lista das que seriam vendidas e seus Ministros defenderam sua privatização - "E a Petrobrás?" - O Globo - 16-01-1996

6 comentários:

Anônimo disse...

o governismo está convocando suas hostes para a "defesa" da Petrobrás, ocupando as ruas e mostrando força. Já que a ameaça que a empresa sofre parte deles mesmos só dá pra pensar na turma do Al Capone abordando os comerciantes e "oferecendo" sua proteção em troca de pagamento regular; se o incauto perguntasse proteção contra quem??..a resposta óbvia: contra nós mesmos, claro.
(já sei, já sei..sou um coxinha confesso e impenitente já que essa parece ser a unica resposta do blogueiro pra tudo que vai contra sua religião)

André Lux disse...

Opa, o primeiro apartidário-tucano que não tem coragem de assinar o nome já apareceu pra tentar defender o chefe! :-)

Anônimo disse...

Mesmo mimimi de sempre hein! Você se refere ao Tucano Machado e ao Serra como derrotados, eles perderam feio na última eleição hein... tiraram até o Suplicy (pra mim o único que ainda presta do PT). Cara se toca... o PSDB pode ter tentado privatizar a Petrobras , infelizmente não conseguiram... pois assim teriam evitado o assalto que a quadrilha do PT promoveu nos últimos anos.

André Lux disse...

Mais um! Bom sinal. Atingi bem na veia.

Valtomir Santos - Kid disse...

Chega a ser ridículo as postagens acima se confrontado com os fatos recentes... vcs não terão meu voto...

André Lux disse...

Vestiu. Mais um.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...