Postagem em destaque

Blogueiro pede a sua ajuda!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Preconceito e racismo contra Marina explicam recuperação de Aécio

Ao contrario de muito gente, não vejo surpresa nenhuma na recuperação de Aécio Neves (PSDB) e queda da Marina Silva (PSB) na reta final do primeiro turno.
O fato é que os coxinhas apartidários-odiadores-irracionais-do-PT migraram correndo para a Marina quando houve a comoção com o assassinato (sim, ele foi assassinado) do Eduardo Campos e o show de horrores que foi seu velório-comício.
Essa massa de odiadores irracionais e selvagens, que votaria até num clone do Hitler se fosse para tirar o PT do poder, enxergou ali, ajudada pela mídia podre, é claro, uma chance real de derrotar o "comunismo-satânico-gayzista-lulo-petista".
Mas, não teve jeito.

Bastou a ex-petista começar a aparecer na televisão e abrir a boca e, pronto, a pseudo-elite-classe-média intolerante, elitista e preconceituosa percebeu que Marina lembrava demais aquela empregada doméstica crente.
Aquela mesmo que limpava os banheiros de suas casas e lava suas cuecas e calcinhas, mas "mal agradecida e petulante", abandonou o emprego por culpa das "Bolsa-Esmolas" do PT.
E isso não é opinião.

Eu ouvi duas dondocas de classe média alta dizendo isso literalmente num passeio pelo shopping dias antes da eleição.
No facebook e twitter também abundam exemplos desse ódio. Veja apenas um:
Então, voltaram correndo para a segurança do playboy bon vivant do PSDB, que pode ser corrupto, bebum e idiota, mas é "branquinho" e "limpinho".
Enfim, nada de novo no front nessas terras cheia de gente intolerante, racista e preconceituosa...
Será que os eleitores de Marina e seus apoiadores concordam com tudo isso?

5 comentários:

João Marcelo Monteiro Amadeu disse...

Brasil Racista

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso comentou que o eleitorado de Dilma é pobre e mal informado.
Nessa onda de elitismo, muitos são as ofensas aos pobres, aos petistas e aos beneficiários do Bolsa Família. Esses ofendedores são os “bens informados” cujo conhecimento de brasis não vai além do Jornal Nacional, da Revista Veja, etc.
Não importa que, movidos também por interesses econômicos em sugar bilhões de cofres públicos, os eleitores dos Jardins (bairro mais nobre de São Paulo), tenham dado seus votos a Aécio Neves.
Por toda parte, ódio aos pobres, ódio aos petistas... só ódio!
Pra tanto odiar, que mal foi feito aos odiadores?
Expropriaram seus pertences?
Foram criadas alíquotas mais pesadas em suas rendas e aplicações? Aliás, isso é feito nos Estados Unidos e na Europa.
Está mais difícil viajar pra Miami?
Os salários dos executivos brasileiros não estão entre os mais altos do mundo?
Acaso seus bairros e suas cidades mais ricas estão sendo invadidas por hordas de miseráveis nordestinos migrantes?
São, justamente as políticas de inclusão social (como o Bolsa Família), que não apenas reduz o fluxo de migração, como é permitido a volta dos “malditos nordestinos” à sua terra natal.
Então, o que faz com que os burgueses odeiem com tanta força o mísero direito dos pobres de não morrerem de fome?
Burgueses diplomados, que se consideram liberais pós-modernos, sequer estão na era da Revolução Francesa, onde ficou entendido que direitos sociais são marcos essenciais civilizatórios.
Entupidos de ideias preguiçosas de uma mídia da ultradireita furiosa que arruína a trajetória de pensamentos pacíficos, cabem-lhes bem, classes médias racistas cultuadoras de ódio, um Aécio Neves, a quem tudo veio por herança, e pra quem os privilégios são, como pra vocês burguesões, um direito de nascença.
Para o povão que tem a vida difícil, e cada progresso é sofrido, sequer temos o direito de votar em paz, pois quem tem tudo não suporta quem conseguiu um pouco.

João Marcelo Monteiro Amadeu disse...

Brasil Racista

O ex-presidente Ladroando Henrique Cardoso comentou que o eleitorado de Dilma é pobre e mal informado.
Nessa onda de elitismo, muitos são as ofensas aos pobres, aos petistas e aos beneficiários do Bolsa Família. Esses ofendedores são os “bens informados” cujo conhecimento de brasis não vai além do Jornal Nacional, da Revista Veja, etc.
Não importa que, movidos também por interesses econômicos em sugar bilhões de cofres públicos, os eleitores dos Jardins (bairro mais nobre de São Paulo), tenham dado seus votos a Aécio Neves.
Por toda parte, ódio aos pobres, ódio aos petistas... só ódio!
Pra tanto odiar, que mal foi feito aos odiadores?
Expropriaram seus pertences?
Foram criadas alíquotas mais pesadas em suas rendas e aplicações? Aliás, isso é feito nos Estados Unidos e na Europa.
Está mais difícil viajar pra Miami?
Os salários dos executivos brasileiros não estão entre os mais altos do mundo?
Acaso seus bairros e suas cidades mais ricas estão sendo invadidas por hordas de miseráveis nordestinos migrantes?
São, justamente as políticas de inclusão social (como o Bolsa Família), que não apenas reduz o fluxo de migração, como é permitido a volta dos “malditos nordestinos” à sua terra natal.
Então, o que faz com que os burgueses odeiem com tanta força o mísero direito dos pobres de não morrerem de fome?
Burgueses diplomados, que se consideram liberais pós-modernos, sequer estão na era da Revolução Francesa, onde ficou entendido que direitos sociais são marcos essenciais civilizatórios.
Entupidos de ideias preguiçosas de uma mídia da ultradireita furiosa que arruína a trajetória de pensamentos pacíficos, cabem-lhes bem, classes médias racistas cultuadoras de ódio, um Aécio Neves, a quem tudo veio por herança, e pra quem os privilégios são, como pra vocês burguesões, um direito de nascença.
Para o povão que tem a vida difícil, e cada progresso é sofrido, sequer temos o direito de votar em paz, pois quem tem tudo não suporta quem conseguiu um pouco.

João Marcelo Monteiro Amadeu disse...

Brasil Racista

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso comentou que o eleitorado de Dilma é pobre e mal informado.
Nessa onda de elitismo, muitos são as ofensas aos pobres, aos petistas e aos beneficiários do Bolsa Família. Esses ofendedores são os “bens informados” cujo conhecimento de brasis não vai além do Jornal Nacional, da Revista Veja, etc.
Não importa que, movidos também por interesses econômicos em sugar bilhões de cofres públicos, os eleitores dos Jardins (bairro mais nobre de São Paulo), tenham dado seus votos a Aécio Neves.
Por toda parte, ódio aos pobres, ódio aos petistas... só ódio!
Pra tanto odiar, que mal foi feito aos odiadores?
Expropriaram seus pertences?
Foram criadas alíquotas mais pesadas em suas rendas e aplicações? Aliás, isso é feito nos Estados Unidos e na Europa.
Está mais difícil viajar pra Miami?
Os salários dos executivos brasileiros não estão entre os mais altos do mundo?
Acaso seus bairros e suas cidades mais ricas estão sendo invadidas por hordas de miseráveis nordestinos migrantes?
São, justamente as políticas de inclusão social (como o Bolsa Família), que não apenas reduz o fluxo de migração, como é permitido a volta dos “malditos nordestinos” à sua terra natal.
Então, o que faz com que os burgueses odeiem com tanta força o mísero direito dos pobres de não morrerem de fome?
Burgueses diplomados, que se consideram liberais pós-modernos, sequer estão na era da Revolução Francesa, onde ficou entendido que direitos sociais são marcos essenciais civilizatórios.
Entupidos de ideias preguiçosas de uma mídia da ultradireita furiosa que arruína a trajetória de pensamentos pacíficos, cabem-lhes bem, classes médias racistas cultuadoras de ódio, um Aécio Neves, a quem tudo veio por herança, e pra quem os privilégios são, como pra vocês burguesões, um direito de nascença.
Para o povão que tem a vida difícil, e cada progresso é sofrido, sequer temos o direito de votar em paz, pois quem tem tudo não suporta quem conseguiu um pouco.

João Marcelo Monteiro Amadeu disse...

Brasil Racista

O ex-presidente Ladroando Henrique Cardoso comentou que o eleitorado de Dilma é pobre e mal informado.
Nessa onda de elitismo, muitos são as ofensas aos pobres, aos petistas e aos beneficiários do Bolsa Família. Esses ofendedores são os “bens informados” cujo conhecimento de brasis não vai além do Jornal Nacional, da Revista Veja, etc.
Não importa que, movidos também por interesses econômicos em sugar bilhões de cofres públicos, os eleitores dos Jardins (bairro mais nobre de São Paulo), tenham dado seus votos a Aécio Neves.
Por toda parte, ódio aos pobres, ódio aos petistas... só ódio!
Pra tanto odiar, que mal foi feito aos odiadores?
Expropriaram seus pertences?
Foram criadas alíquotas mais pesadas em suas rendas e aplicações? Aliás, isso é feito nos Estados Unidos e na Europa.
Está mais difícil viajar pra Miami?
Os salários dos executivos brasileiros não estão entre os mais altos do mundo?
Acaso seus bairros e suas cidades mais ricas estão sendo invadidas por hordas de miseráveis nordestinos migrantes?
São, justamente as políticas de inclusão social (como o Bolsa Família), que não apenas reduz o fluxo de migração, como é permitido a volta dos “malditos nordestinos” à sua terra natal.
Então, o que faz com que os burgueses odeiem com tanta força o mísero direito dos pobres de não morrerem de fome?
Burgueses diplomados, que se consideram liberais pós-modernos, sequer estão na era da Revolução Francesa, onde ficou entendido que direitos sociais são marcos essenciais civilizatórios.
Entupidos de ideias preguiçosas de uma mídia da ultradireita furiosa que arruína a trajetória de pensamentos pacíficos, cabem-lhes bem, classes médias racistas cultuadoras de ódio, um Aécio Neves, a quem tudo veio por herança, e pra quem os privilégios são, como pra vocês burguesões, um direito de nascença.
Para o povão que tem a vida difícil, e cada progresso é sofrido, sequer temos o direito de votar em paz, pois quem tem tudo não suporta quem conseguiu um pouco.

João Marcelo Monteiro Amadeu disse...

Brasil Racista

O ex-presidente Ladroando Henrique Cardoso comentou que o eleitorado de Dilma é pobre e mal informado.
Nessa onda de elitismo, muitos são as ofensas aos pobres, aos petistas e aos beneficiários do Bolsa Família. Esses ofendedores são os “bens informados” cujo conhecimento de brasis não vai além do Jornal Nacional, da Revista Veja, etc.
Não importa que, movidos também por interesses econômicos em sugar bilhões de cofres públicos, os eleitores dos Jardins (bairro mais nobre de São Paulo), tenham dado seus votos a Aécio Neves.
Por toda parte, ódio aos pobres, ódio aos petistas... só ódio!
Pra tanto odiar, que mal foi feito aos odiadores?
Expropriaram seus pertences?
Foram criadas alíquotas mais pesadas em suas rendas e aplicações? Aliás, isso é feito nos Estados Unidos e na Europa.
Está mais difícil viajar pra Miami?
Os salários dos executivos brasileiros não estão entre os mais altos do mundo?
Acaso seus bairros e suas cidades mais ricas estão sendo invadidas por hordas de miseráveis nordestinos migrantes?
São, justamente as políticas de inclusão social (como o Bolsa Família), que não apenas reduz o fluxo de migração, como é permitido a volta dos “malditos nordestinos” à sua terra natal.
Então, o que faz com que os burgueses odeiem com tanta força o mísero direito dos pobres de não morrerem de fome?
Burgueses diplomados, que se consideram liberais pós-modernos, sequer estão na era da Revolução Francesa, onde ficou entendido que direitos sociais são marcos essenciais civilizatórios.
Entupidos de ideias preguiçosas de uma mídia da ultradireita furiosa que arruína a trajetória de pensamentos pacíficos, cabem-lhes bem, classes médias racistas cultuadoras de ódio, um Aécio Neves, a quem tudo veio por herança, e pra quem os privilégios são, como pra vocês burguesões, um direito de nascença.
Para o povão que tem a vida difícil, e cada progresso é sofrido, sequer temos o direito de votar em paz, pois quem tem tudo não suporta quem conseguiu um pouco.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...