Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Sob pressão, MRV compromete-se a entregar apartamentos até 15 de dezembro


Centenas de compradores dos mais de mil apartamentos do condomínio Reserva do Japi, da construtora MRV, lotaram a Câmara dos Vereadores de Jundiaí nesta quarta-feira (30). Eles estão esperando para receber seus imóveis, que haviam sido prometidos para julho de 2012, a primeira fase, e dezembro de 2012, a segunda.

Os consumidores afirmaram que estão sendo lesados, já que com o atraso na entrega das moradias, estão sendo obrigados a viver de aluguel ou em casa de parentes, enquanto continuam pagando as prestações do financiamento com grande dificuldades e sacrifícios.

Depois de várias reuniões com a construtora e protestos na cidade, os moradores apelaram aos vereadores, que intercederam e conseguiram marcar uma reunião de conciliação com a presença de representantes da MRV, da Caixa Econômica Federal (que financia a obra por meio do programa Minha Casa Minha Vida), do DAE, do Procon e da Secretaria de Obras da Prefeitura.

Frente à pressão feita tanto pelos moradores, quanto pelos vereadores que estavam presentes na reunião, o Diretor de Relações Institucionais da MRV, Sergio Lavarini Vieira, comprometeu-se em nome da empresa a iniciar a entrega das chaves dos apartamentos a partir do dia 5 de novembro até 15 de dezembro. Segundo Vieira, o enorme atraso aconteceu porque a construtora foi otimista demais nos prazos de entrega das obras. "Além disso, houve problemas na construções das duas caixas de água que vão alimentar os prédios", justificou.

Marilia da Costa, representante dos moradores, explica que em todas as reuniões realizadas anteriormente, o mesmo Vieira usou outras desculpas para explicar o atraso das entrega dos apartamentos. "Um hora ele falava que era culpa do DAE, outra que era da CPFL, outra que era da Prefeitura e assim vai. Essa é a primeira vez que ele afirma que a culpa é da própria construtora, acho que é porque está aqui na frente dos vereadores, na Câmara", afirma.

Os vereadores Gerson Sartori (PT) e Rafael Purgato (PCdoB), que organizaram a seção e lideraram os trabalhos, foram enfáticos ao cobrar a MRV para que entregue os apartamentos dentro do prazo prometido por seu Diretor. "Se eles não honrarem seus compromissos firmados aqui hoje nesta Casa de Leis, nós vamos até o fim e levaremos até o conhecimento da presidente Dilma essa situação inadmissível e que prejudica justamente as pessoas que estão em busca de realizar o sonho da casa própria", avisou Sartori.





Os vereadores Rafael Purgato e Gerson Sartori lideraram a reunião

O diretor de Relações Institucionais da MRV, Sergio Lavarini Vieira



Um comentário:

Anônimo disse...

Alex, np título deveria ser MRV, está MVR.
Abraços,

Kiril

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...