Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Sete escolas infantis de Jundiaí atenderão em meio período para suprir demanda de pais

Orlato: "Medida vem ao encontro do desejo dos 
pais que querem passar mais tempo com filhos"
A secretaria de Educação de Jundiaí vai readequar, a partir de 2014, a grade horária de sete das trinta escolas de ensino infantil da cidade a fim de reduzir para meio período o tempo das aulas.

Segundo o secretário de Educação, Duval Orlato (PT), essa medida vem ao encontro do desejo de vários pais que gostariam de poder passar mais tempo com seus filhos e não podem atualmente. 

Ele explica que, com o ensino em período integral, se os pais tirarem a criança da escola de manhã, por exemplo, isso acarretará em perda de conteúdo e falta. 

As seguinte Emebs passarão a atender em meio período: Profa. Abigahil Alves Fêur Borin, Alvarina Barbosa Martins, Profa. Brígida Gatto Rodrigues, Profa. Cleonice Adolpho de Farias, Prefeito Manoel Aníbal Marcondes, Profa. Maria de Lourdes Gonçalves Barros e Pier Ângela.

O secretário explica que o critério de escolha dessas escolas foi regional, pois elas ficam próximas a centros urbanos populosos, além de ter maior capacidade, número menor de alunos e estarem próximas a outras creches municipais ou conveniadas. 

"Isso vai permitir o remanejamento das crianças destas sete EMEBs que necessitam de atendimento no período integral. Nenhuma criança das sete creches que passarão pela reestruturação vai ficar sem o atendimento em período integral", garante.

Também não haverá remanejamento dos profissionais da educação, nem redução da carga horária ou corte de pessoal. "O período de atendimento da creche continuará o mesmo, só será dividido em dois turnos, conforme permite a Constituição Federal e a LDB", enfatiza Orlato.

Ao todo, cerca de 500 crianças poderão ser remanejadas para as escolas que passarão a ter meio período de aulas se assim desejarem seus pais. Jundiaí tem hoje 30 escolas infantis que atendem cinco mil crianças, todas em período integral.

A reestruturação da grade horária das sete escolas significa uma oferta de 10% das vagas atuais para a demanda de meio-período. 

Orlato afirmou também que está em estudos a reorganização do atendimento para sete unidades de pré-escola para que passem a atender em período integral, algo que hoje não existe. 

Um comentário:

Anônimo disse...

Não concordo com isso pois a maioria dos pais que trabalham fora são de 8 horas diarias ou mais, hoje em dia quem trabalha meio período e tem tempo pra ficar com filhos são pais que fazem estágios e tem ensino superior ou quando trabalham em telemarketing onde o piso salarial é muito baixo, muitos não tem auxílio creche, no meu caso eu tenho uma micro empresa e me vejo sem saída pois ou eu invisto no trabalho ou pego todo meus investimentos e pago babá para duas crianças ou escola particular, dai eu vendo meu carro por que não terei condições com os custos com veículo, dai eu corto também a tv a cabo...vendo meu not, dai fica tudo certo pelo menos meus filhos vão estar período integral na escola e eu vou poder trabalhar sossegada, porém não terei como investir para o crescimento da minha empresa que está começando agora, detalhe meu marido ganha 1600 mais desontos da 1200 mensais, meu rendimento mensal é de 1900,00. Agora me diz se com 2 filhos e com essa renda da pra pagar baba ou escola particular período integral ,meus filhos tem 5 e 3 anos....Não temos parentes por perto infelizmente, não posso contar com ninguem, ate procurei alguém que cobrasse menos pra olhar eles meio período, mas não consigo pq cobram absurdo...Deixo aqui minha revolta com esse tipo de lei e que precisa mudar urgente.... Obrigada pela atenção Maiara

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...