Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Governo Bigardi regulariza 53 imóveis e beneficia mais de 200 pessoas

Luisa recebe o documento das mãos do prefeito Bigardi
Depois de muitos anos de luta, os moradores de dois empreendimentos sociais nas Vilas Comercial e Jundiainópolis finalmente conquistaram a tão sonhada regularização fundiária de suas casas.

Para se ter uma ideia do quanto demorou para que isso virasse realidade para os moradores, o processo do Parque Residencial das Flores, na Vila Comercial, começou em 1996, e o do Vila Pedra Bela, na Vila Jundiainópolis, em 2003. 

Ao todo, 53 imóveis que abrigam cerca de 200 pessoas foram regularizados graças a uma ação conjunta entre a Fundação Municipal de Ação Social (Fumas), a Secretaria de Obras e a Secretaria de Negócios Jurídicos da Prefeitura de Jundiaí, atendendo à demanda da população daqueles bairros.

Luisa Conceição e Silva, moradora do Residencial das Flores 2 e uma das lideranças dos moradores foi convidada a se pronunciar durante a cerimônia oficial de regularização, realizada no Paço Municipal na terça-feira (8).

Emocionada, ela lembrou da luta para conseguir uma casa. “Na época, mais de 20 anos atrás, montamos uma fábrica de blocos onde todo mundo trabalhava para construir as moradias. Graças a isso eu saí de um barraco e hoje tenho minha casa. Mas faltava a documentação para conseguirmos a escritura e hoje estamos aqui para receber esta notícia maravilhosa”.

Emoção: Luisa fala durante a cerimônia oficial
Um grupo de moradoras também participou da cerimônia. Leia abaixo os depoimentos delas.

“Fazia muito tempo que lutávamos por isso. Nem acredito que deu certo, estou muito feliz. Valeu a pena lutar!”, Maria de Lurdes da Silva.

“Estou muito emocionada, chorei muito! Nem tinha mais esperança que isso fosse acontecer. Meu esposo participava muito da luta do nosso núcleo e ele já faleceu, por isso é uma alegria muito grande ver esse sonho realizado hoje”, Geni Ferreira.

“Agora eu sei que a casa é minha mesmo. Antes a gente ficava muito insegura, pois qualquer um podia vir e tirar a nossa casa e fazia mais de vinte anos que estávamos lutando por esse documento”, Eusefa Trindade.

“Eu já quitei minha casa há dois anos e desde então vinha lutando para conseguir a escritura. Graças à administração do Bigardi esse documento muito importante agora está na nossa mão”, Maria Helena.

“É uma alegria muito grande, a gente fica muito emocionada e sou muito agradecida por todo mundo que lutou para que isso acontecesse lá no bairro”, Rosangela Souza de Deus.


“Meu filho, não tenho o que falar... Estou muito emocionada, muito mesmo (começa a chorar). Antes era muito difícil, tínhamos muito medo que viessem tirar a nossa casa e era ali que a gente criava os nossos filhos”, Maria Aparecida Souza.

Grupo de mulheres representou os moradores dos bairros

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...