Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Governo Bigardi começa a reurbanização do São Camilo

A grande novidade é que toda a comunidade do São Camilo está participando e ajudando no processo de reurbanização, algo que jamais aconteceria nos governos do PSDB.
Prefeito Bigardi e superintendente da Caixa assinam o contrato
O início da solução de um problema histórico na cidade começa a sair do papel. A Prefeitura de Jundiaí assinou nesta sexta-feira (20), com a Caixa Econômica Federal, o contrato para a construção de 400 moradias no Jardim São Camilo. O prazo para o início da construção é de até 90 dias e a obra deve ficar pronta em até 18 meses. “É o início da reurbanização do Jardim São Camilo, esperada pelos moradores há 30 anos”, comemorou o prefeito Pedro Bigardi.
A cerimônia de assinatura contou com a presença do superintendente da Caixa Econômica Federal (CEF), Henrique Parra Parra, além de grande parte do secretariado municipal e de vereadores. O prefeito destacou o empenho das equipes da Fundação Municipal de Ação Social (Fumas) e da Caixa, que possibilitou que o contrato fosse aprovado em tempo recorde. A Prefeitura fez o chamamento para as construtoras interessadas em julho deste ano e, em dois meses, o projeto foi aprovado e assinado.
“Percebemos uma sintonia, um excelente diálogo entre a Fumas e a Caixa. Tudo isso está proporcionando os resultados de hoje e de muitos outros que virão”, destacou Henrique Parra Parra.


O Jardim São Camilo hoje
Para o prefeito Pedro Bigardi, esse é um passo importante para o projeto de reurbanização do bairro. “É uma vitória e quem ganha é a população mais carente. Estamos estudando outras áreas no entorno para continuar a reurbanização”, afirmou o prefeito.
“Estamos vivendo o dia a dia da comunidade nestes últimos meses. Este projeto está sendo desenvolvido respeitando as moradias que já existem. A gente está separando o que precisa ser removido daquilo que tem condições de ser mantido, porque existem ali também moradias consolidadas”, disse.

Parceria
A diretora de Habitação da Fumas, Tatiana Reis Pimenta, explicou que as 400 moradias serão destinadas para assentar famílias do próprio bairro que hoje vivem em áreas de risco.
Segundo Tatiana, toda a comunidade do São Camilo está participando e ajudando no processo de reurbanização. “A gente consultou a população e os próprios moradores optaram por começar a reurbanização pela rua José Maria Whitacker, onde as famílias já estão sendo removidas e o córrego será canalizado. Foram eles também quem escolheram o local da construção, na avenida Giustiniano Borin.”
Infraestrutura 
Além dos recursos para a construção das moradias, o prefeito também anunciou que já foi feito um pedido no Ministério das Cidades para obras de infraestrutura no bairro. São R$ 15 milhões de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e mais R$ 2 milhões de contrapartida da Prefeitura, totalizando R$ 17 milhões.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...