Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

domingo, 7 de julho de 2013

O eterno "mi-mi-mi" do blogueiro-oráculo

"Eu te disse, eu te disse, eu te disse"
O auto proclamado blogueiro-oráculo Eduardo Guimarães, em um texto publicado no excelente site Brasil 247, continua insistindo que estava certo ao satanizar os movimentos populares que começaram com os protestos contra o aumento das passagens dos transportes públicos em São Paulo e Rio de Janeiro.

Infelizmente, o erro de setores da esquerda ligados ao PT e ao governo, bem como de vários blogueiros que se dizem "progressistas", foi JUSTAMENTE não ter aderido ao movimento logo no inicio. 

Pelo contrário, jogaram contra e atuaram como verdadeiros reacionários ao fazer coro com Jabores da vida,  chamando os manifestantes de "vagabundos", "baderneiros" e coisas do tipo.

Na ausência desses setores no movimento, ficou fácil para os partidos de extrema-esquerda como PSOL e PSTU (a "esquerda sem povo") praticamente tomarem conta dos protestos e disseminarem sua agenda anti-petista no seio das manifestações, abrindo assim a brecha para que os extremistas de direita também se incorporassem.

A imprensa e os partidos de direita demoraram, mas finalmente perceberam que poderiam capitalizar em cima das manifestações e mudaram de opinião sobre elas. E esse foi o verdadeiro estopim para que os odiadores do PT (em sua maioria mauricinhos e patricinhas de classe média que só saem de casa para ir a baladas) também fossem às ruas para engrossar o coro da ultra-esquerda e da extrema direita.

Quando a ficha caiu para a esquerda governista e ela tentou ir às ruas de bandeiras em punho, já era tarde, pois a hostes fascistas já estavam esperando com paus e pedras nas mãos.

O blogueiro-oráculo acerta apenas nas críticas à postura do governo Dilma, fechado, burocrático e afastado dos movimentos sociais. Mas fazer isso agora é fácil e, como sempre, é mero fogo amigo de quem se deixa manipular pela agenda de rancor de ex-Globais contra o governo por este não financiar seus blogues.

O resto é mi-mi-mi de quem se acha "dono da verdade" e flexiona a realidade para que ela se encaixe na sua visão de mundo. Com gente assim posando de "progressista" fica difícil mesmo para a esquerda...

10 comentários:

Marco disse...

Caro André,

Não tenho procuração nem motivação para defender o Eduardo Guimarães, mas discordo de um ponto de seu texto: "o erro de setores da esquerda ligados ao PT e ao governo, bem como de vários blogueiros que se dizem 'progressistas', foi JUSTAMENTE não ter aderido ao movimento logo no inicio".

Não foi um erro. Há várias formas de fazer política. Para se ir a reboque de outras causas é preciso ter princípios flexíveis e casuístas. Não é o caso. A pauta dos R$ 0,20 estava para lá da 30.ª prioridade da agenda social. Concordo com a sua percepção de que a direita sim soube catalizar as frustrações sentidas na rua.

Acertaram, na minha opinião, aqueles que procuraram entender as causas profundas das passeatas, como o Carlos Motta (http://cronicasdomotta.blogspot.com.br/). Captaram o exato momento em que a mídia mudou de lado, e quando a pauta do passe livre foi escanteada pelo golpismo mais descarado.

Abraços,

Marco

André Lux disse...

Desculpe, Marco, mas as pessoas precisam ter um pouco de humildade e auto crítica. Sem isso não dá para se considerar "progressista" muito menos de esquerda.

O movimento era sim legítimo no início e conseguiu algo que beneficiou milhões de trabalhadores: a manutenção da tarifa do transporte público no mesmo valor.

Eu até entendo, embora discorde, da posição do PT, enquanto instituição de não ter aderido ao movimento desde o começo, afinal é governo e fica numa situação difícil.

Agora, a posição defendida por Eduardo Guimarães e outros que se dizem "progressistas" foi lamentável. Se alinharam ao que há de pior na direita, como Jabor e Reinaldo Azevedo. Isso por si só já é um baita alerta sobre o erro que estavam cometendo.

Não duvido nada que foi a reação reacionária de gente como ele que acendeu a luz na cabeça da direita e do seu braço midiático de que poderiam tentar galopar o movimento.

sonia amorim disse...

EG é um arrogante, antidemocrata, vaidoso doentio. Deixei de ser leitora de seu blog há uns 2 anos, quando percebi que o compromisso dele era/é consigo próprio, em se tornar famoso articulista, bajulando aqui e ali e se apropriando de posições de jornalistas veteranos, respeitáveis. Como ele escreve "bonitinho" (um tanto prolixo e rococó, eu diria), angariou um séquito razoável. Ele incorpora, mesmo, a figura de guru e "oráculo". Basta observar o "tom" solene, grandiloquente, que ele muitas vezes usa. Pura arrogância e autoritarismo. Muito comuns em outros membros do grupelho dos "blogueiros progressistas". Em terra de cego...

sonia amorim disse...

Ele tem um número razoável de seguidores, mas não acho que tenha todo esse poder, não...

Anônimo disse...

Passo no blog do EG às vezes, mas o cara é mala demais, não dá...

Wilsoleaks Alves disse...

Já eu sou leitor e admirador do Eduardo Guimarães e não concordo com vocês em praticamente nada.
Está claro que o movimento do MPL foi dilatado pela oposição paulistana ao Fernando Haddad, tanto que este mesmo movimento jamais teve sucesso em outras administrações.
Então, o que vocês queriam? O que você queria você André Lux, que os petistas fossem às ruas promover quebra-quebra contra um governo que estava no poder a seis meses, contra seu próprio governo?
Não sei se o Eduardo Guimarães é “quinta coxinha”, mas desconfio de quem seja primeira... Coxinha.

Anônimo disse...

Se o prefeito fosse José Serra a passagem iria para R$ 4,00, esse tal de MPL faria uma ou duas manifestações, a mídia o ignoraria e pronto.
Quanto a EG não tiro a razão dele, a Direita estava a espera de uma chance para derrotar o PT, a chance chegou.
O MPL é um grupo de revoltadinhos, só pedem, não propõem nada.
Querem porque querem.
Cadê a proposta da estatização das empresas de ônibus urbanos em todo o país.
Revoltadinhos, jamais conseguirão ser revolucionários.
Muita gente da esquerda contrariada com o Haddad apoiou essa galera útil à oposição.

André Lux disse...

Desculpe Wilsoleaks Alves, mas essa teoria da conspiração do Guimarães não cola. Primeiro porque o movimento pediu redução da passagem de ônibus, então era um movimento de esquerda. Segundo, porque o PiG todo ficou contra e o Alckmin mandou a PM descer o cacete, como sempre faz contra os movimentos sociais.

Se fosse um movimento organizado pela direita o PiG e o PSDB jamais teriam ficado contra.

Quando as manifestações começaram, as opiniões do seu "guru" eram idênticas às do Jabor e do Reinaldo Azevedo. Isso, por si só, já mostra o quanto estava equivocado.

O que eu gostaria que tivesse acontecido? Simples: o Haddad deveria ter impedido o aumento das passagens desde o início, já mostrando a que veio. Aqui em Jundiaí o prefeito Pedro Bigardi, do PCdoB, impediu o aumento das tarifas dos ônibus, muito antes das manifestações ocorrerem e calou a boca de toda a oposição.

Não é porque somos governistas que temos que ficar blindando de maneira cega as administrações do PT quando são cobrados por manifestações populares legítimas e, pior, nos alinharmos ao que há de pior na direita.

É só ver o que supostos "progressistas" como o anônimo acima trata o MPL: "O MPL é um grupo de revoltadinhos". Não é assim que a direita sempre tratou a esquerda? Pois é. Triste.

Anônimo disse...

Não acho que o EG esteja sempre certo, mas acho um exagero os ataques a ele que estão sendo feitos aqui... Parece que fica esperando uma oportunidade pra atacar aquele que um dia te destratou.. É muito ruim tudo isso. Não concordo com tudo o que os blogueiros progressistas dizem e recomendam, mas gosto muito menos da falsa humildade e falso espírito democrático do André Lux. Sempre extremamente agressivo, sempre ficando putinho com quem discorda dele. Não dá pra evitar, sejamos francos, vc se acha o dono da verdade André! Sendo assim, e conforme o que vc apregoa sob o EG, vcs tem mais coisas semelhantes do que pensa! Entrarei como "anônimo", mas meu nome é Osteobaldo Gonzales.

André Lux disse...

Ruim é se alinhar com Jabor e Reinaldo Azevendo, não ter a mínima auto-crítica e ainda sair por aí se dizendo "progressista".

Sua opinião sobre a minha pessoa não me interessa, Osteobaldo, ou seja lá qual for o seu nome. Não estou em busca de "adoradores" como o seu guru Eduardo Guimarães. Minha praia é outra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...