Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Confusão e intrigas no ninho tucano de Jundiaí

- por Edgar Borges, no blog Pitacos Genéricos

Após muitos boatos - alguns sem o menor sentido - parecia que o PSDB de Jundiaí tinha conseguido definir o seu candidato a prefeito de Jundiaí. Como o atual prefeito Miguel Haddad tem muitas dúvidas se conseguiria registrar a sua candidatura, por problemas com a lei da Ficha Limpa (ou alguém acredita que um candidato que tem mais de 40% das intenções de voto numa pesquisa vai largar a disputa por ser bonzinho? E o mais hilário é ele insinuar que pode ser candidato a algum cargo majoritário em 2014. Como se um político paroquiano como o Miguel Haddad pudesse almejar uma candidatura a governador, vice-governador ou senador), resolveram lançar o Deputado Federal Luis Fernando Machado para concorrer a Prefeitura.

Até aí, normal, era o que estava no ar há algum tempo. Contudo, outro rumor que rolava na cidade era que alguns integrantes do PSDB - notadamente, os ex-prefeitos André Benassi e Ary Fossen - não aceitavam por nada o nome do Luís Fernando. E isso se confirmou, quando na noite desta terça-feira o Benassi usou o espaço da sua TV Rede Paulista para declarar que o Luis Fernando era o nome do Miguel, e não do Partido, e que ele colocaria seu nome em disputa na convenção tucana marcada para este sábado. E finalizou afirmando que iria ganhar a convenção e que o ex secretário de Finanças Parimoschi vai ser o seu vice.

Saindo do mundo dos boatos, essa situação de caos no PSDB de Jundiaí não chega a surpreender. Pela maneira com que governaram Jundiaí nos últimos anos, se esquecendo totalmente das necessidades da população (o São Vicente lotado e a Casa de Saúde fechada há mais de 5 anos demonstram isso) e cuidando apenas dos próprios negócios, que são sabidos por todos, o grau de desgaste do governo Miguel Haddad é tal que eles não sabem quem lançar para tentar manter a Prefeitura. Se a pesquisa Ibope divulgada há 10 dias guardasse alguma conexão com o que se observa em Jundiaí, alguém acha mesmo que o Miguel Haddad iria desistir de tentar se reeleger?

Enquanto isso, a oposição vai se organizando. A coligação PMDB/PSB realizou a sua convenção no último dia 18/06, lançando a chapa dr. Claudio Miranda e delegada Fátima Giassetti, para uma Câmara Municipal lotada e festiva, e os partidos PCdoB, PT, PSL, PSD (o PPL também apoia essa coligação e vai fazer a sua convenção no próximo sábado) realizaram as suas convenções no último sábado, com a chapa Dep. Estadual Pedro Bigardi e vereador Durval Orlato, com o auditório do UniAnchieta recebendo mais de 1000 pessoas para um lindo ato político que mostra toda a força dessa composição.

Esse resto de semana promete fortes emoções pelos lados do PSDB. Poderemos observar se o ex-prefeito André Benassi ainda tem alguma influência dentro do Partido, ou se irão aceitar a imposição do Prefeito Miguel Haddad pela candidatura do Luís Fernando. As informações que nos chegam é que, caso o Benassi não consiga se impor até lá, numa possível eleição interna, ele venceria.

Quem viver, verá se o ex prefeito André Benassi ainda tem força pra colocar ordem no ninho tucano.

3 comentários:

Jorge disse...

Só faltou um detalhe em todo os texto, o PSDB é tão favorito que a oposição está tentando fazer barulho dentro do quintal do vizinho.

Dhanylo disse...

É impressão minha, ou trolls gostam de usar "Jorge" como pseudônimo?

Anônimo disse...

André, você saberia explicar o motivo pelo qual o Miguel Hadadd estaria com dificuldade para registrar a própria candidatura? O que aconteceu? O que ele teria feito para violar a lei da ficha limpa?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...