Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

domingo, 25 de março de 2012

"Jornaleco de Jundiaí" ofende mulheres do movimento "Pedala" com ataques misóginos e machistas

O "Jornaleco de Jundiaí", por meio de seu editor-chefe Sindeny Mazzoni, atacou as mulheres do movimento "Pedala Jundiaí" com ofensas de cunho machistas e misóginos. Em resposta a uma "homenagem" que o movimento fez a ele, com um cartaz onde estava escrito "Sidney Mazzoni (JJ) imbecil é você", o editor-chefe do "Jornaleco de Jundiaí" escreveu:

"Agradeço comovido a 'homenagem' a mim prestada por ciclistas/ativistas/partidários, domingo passado, na Avenida União dos Ferroviários - que é fechada para carros e tem toda a segurança para tal, diga-se. Os ativistas presentes, não importa o número, representaram com propriedade a categoria daqueles que consideram pedalar na Avenida Paulista, hoje em dia, sem ciclovia ou segurança, atividade segura e saudável. Acho imbecilidade, mas enfim, cada um sabe de si, não me importa. Só me permitam uma observação, digamos, estética: com todo o respeito, poderiam ter caprichado um pouco mais nas moças segurando o cartaz, puxa vida. Aí me senti ofendido!"

Como pode-se facilmente perceber, Mazzoni tenta disfarçar sua raiva por ter sido chamado pelo que realmente é com uma arte humorística que somente pessoas que possuem um grau de inteligência de médio para cima conseguem usar: a ironia.

Com as palavras grossas e ofensivas do seu comandante, o "Jornaleco de Jundiaí" comprova mais uma vez que é porta voz de uma elite decadente que só pode ser considerada como tal por causa da riqueza material que possui, já que, tirando, isso não passa de um amontoado de covardes mesquinhos e boçais cheios de ódio e medo.

Mas as mulheres do "Pedala Jundiaí", no fundo, devem sentir-se lisonjeadas, pois Mazzoni jamais as chamaria de "barangas" se isso refletisse a realidade. Entendam, esse sujeito dizer a verdade é uma impossibilidade genética.

Fica aí a dica para o pessoal do "Pedala Jundiaí": da próxima vez, façam uma campanha para que as pessoas deixem de comprar e assinar o "Jornaleco de Jundiaí". Esse tipo de gente que Mazzoni representa só sente o peso das mobilizações da sociedade quando elas os atingem na únca coisa que eles prezam na vida: o próprio bolso.

*Misoginia é o ódio ou desprezo ao sexo feminino. De acordo com o sociólogo Allan G. Johnson, "a misoginia é uma atitude cultural de ódio às mulheres porque elas são femininas." Johnson argumentou que: "A [misoginia] é um aspecto central do preconceito sexista e ideológico, e, como tal, é uma base importante para a opressão de mulheres em sociedades dominadas pelo homem. A misoginia é manifesta em várias formas diferentes, de piadas, pornografia e violência ao auto-desprezo que as mulheres são ensinadas a sentir pelos seus corpos."

*Machismo ou chauvinismo masculino é a crença de que os homens são superiores às mulheres.

7 comentários:

J.Henrique disse...

Não conheço este senhor e nem tenho motivos para defender ninguém, mas não vi no texto ser citada a palavra "baranga".
Abraços e bom trabalho.

Geopolêmica disse...

Esse cara é um Reinaldo azevedo piorado!!!!!

Anônimo disse...

O paçocão escreveu "poderiam ter caprichado um pouco mais nas moças segurando o cartaz, puxa vida. Aí me senti ofendido!". Ou seja, chamou as mulheres de barangas na cara dura!

Pablo Zanella disse...

pra bom entendedor , meia palavra basta , jornal dominado por um partido que todos sabem qual é , vai esperar oq , tem de rolar um boicote , e se continuar com isso, ai meu amigo , só Deus sabe oq pode acontecer!!

Índio de Tanga disse...

Em respeito ao bom português, como diria certo editor chefe do jornaléco de jundiaí, baranga é uma certa mulher que ele tem em sua rica residência, ornamentada com o dinheiro que $ai do$ bol$o$ do duda mendonça...

Não do duda mendonça, mas daquilo que é duramente recolhido como impostos do contribuinte jundiaiense, desviado da Educação, Saúde, Segurança e enfiado no rabo de um publicitário para mentir sobre a Cidade Maravilhosa em que transformou nossa capenga, nossa baranga cidade.

Em nome do bom português, jornali$tazinho de mérda, você vai se danar em 2013,14, 15, 16 17 ..., sem as verbas publicitárias da Prefeitura e DAE que "hoje" sustentam seu jornaléco de bósta!

Vai procurar emprego no Diário do Grande ABC... (lembrou?)

Anônimo disse...

ele ainda vai achar o dele, pelo jeito tá com medo, pois no mercadão não vi mais, aparece lá Sidney precisamos ter uma conversa de machões!

Anônimo disse...

Morreu. Pena que com a morte o jornal não melhore, já que ele refletia a posição dos donos elitistas do jornal

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...