Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Dilma: 'Pinheirinho é barbárie'

Em reunião fechada com representantes do comitê internacional do Fórum Social Mundial, Dilma Rousseff critica duramente ação policial contra sem teto em São Paulo. Segundo ela, governo federal negociava solução amistosa e foi surpreendido por despejo, hipótese que não tinha sido colocada concretamente. Ministra dos Direitos Humanos também condena violencia.

- André Barrocal, na Carta Maior

Porto Alegre – A presidenta Dilma Rousseff classificou de “barbárie” a operação de despejo de 1,6 mil famílias sem teto da área do Pinheirinho, em São José dos Campos (SP), no último domingo (22). Dilma comentou o episódio nesta quinta-feira (26) em reunião com cerca de 90 representantes do comitê internacional do Fórum Social Mundial, em um hotel na capital gaúcha.

A presidenta foi provocada a tocar no assunto pelo empresário Oded Grajew, ex-presidente do Instituto Ethos de Responsabilidade Social, segundo relato feito à reportagem por uma pessoa presente à reunião. O empresário entregou a Dilma um documento sobre direito à moradia escrito por entidades populares que atuam na área.

Em resposta, a presidenta criticou duramente o que aconteceu, embora, segundo este participante, não tenha culpado ninguém especificamente. “Pinheirinho é barbárie”, disse a presidenta de acordo com relato de um outro participante da reunião.

Segundo Dilma, o governo federal foi surpreendido, pois participava de negociações para um desfecho amigável e em nenhum momento a hipótese de despejo teria sido colocada concretamente – as outras autoridades na mesa de negociação eram de São Paulo e São José dos Campos.

A presidenta teria dito, porém, que apesar de discordar do que ocorreu, o governo federal não tem muito o que fazer, pois respeita as demais autoridades – no caso, o governo de São Paulo e a prefeitura de São José dos Campos, ambos comandados pelo PSDB, e a Justiça paulista.

Na véspera, depois de participar de uma atividade no Fórum Social Temático, a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, tinha adotado a mesma posição de Dilma. Demarcou a posição diferenciada do governo federal, mas dizendo que se deve respeitar as instituições paulistas. “Nós da área dos direitos humanos somos naturalmente a favor de soluções pactuadas”, afirmou a ministra. “O governo federal ainda está aberto a negociar.”

Um comentário:

Anônimo disse...

Tá bom ... o governo federal é contra... Mas fez o quê ??? Ser contra eu também sou... muita gente é... Mas eu só tenho o poder de reclamar, comentar com meus amigos e minha família, comentar nos blogs no máximo falar do assunto com meus pacientes..NÃO VOTAR nesta corja... Mas e daí ? A Ministra fulana não podia ter tido uma conversinha de pé de orelha com o Governador ?? Sabe , o pessoal do PT tem um medo danado de usar a autoridade dos cargos que ocupa... Todos parecem ter algum rabo preso, ou mesmo um complexo de inferioridade tão arraigado que treme na hora de enfrentar os valentões da escola.. Isto é que eles são... Bullies.. O dia que aparecer um molequinho magrinho e enfurecido como aquele australiano que sentou a porrada no gordinho folgado, aí todo mundo vai ver que estes PSDB de São Paulo _ essa desgraça só existe pra valer neste estado - não passa de um valentão gordinho, folgado e covarde...
Abs
Lais

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...