Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Pessoas com a consciência pesada patrulham quem ousa criticar o Big Brother Brasil


Estão rolando no facebook e no site de revistas importantes como a Carta Capital alguns artigos que tentam ridicularizar, chamando de PIMBA (Pseudo Intelectual Metido a Besta), quem ousa criticar o repugnamente Big Brother Brasil, programa da nefasta rede Globo feito para e por idiotas.

Vejam bem: quem gosta de ver esse lixo tem todo o direito de vê-lo e achá-lo lindo. Vivemos numa democracia, embora a rede Globo seja a emissora que mais apoiou a Ditadura que imperou no Brasil por 21 anos.

Ao meu ver, quem assiste BBB e perde seu tempo vendo um monte de boçais semi-nus chacoalhando as nádegas, proferindo asneiras e fazendo provas degradantes para tentar ganhar uma grana, no fundo sabe que está consumindo lixo e, como fica com a consciência pesada, acha necessário agredir aqueles que lembram a eles que lixo não se deve consumir para o bem da própria saúde (mental, no caso)... Enfim, Freud explica!

13 comentários:

Filha oprimida de Marx disse...

Mas eu acho que você faz o mesmo papel do Big Brother quando fala suas asneiras... e agora?

Mas parabenizo por se colocar contra a revista que você terceiriza aqui no seu blog.

Paulocezar disse...

Mas não é o próprio Pedro Bial que andou exibindo fachada de intelectual para consumo depois que escreveu e publicou a biografia do patrão? No mais, o BBB sempre vai ter audiência - são os que sonham em estar lá na tela (mesmo sem fazer nada que valha a pena), com a sensação de estar vivos porque estão sendo olhados por milhões de espectadores, que por sua vez sonham em estar lá também. São essas pessoas que repelem críticas com desqualificações pobres, em vez de argumentos.

Anônimo disse...

Filha oprimida de Marx vestiu a carapuça rapidinho, hein!! Kkkkkkkkkkk!!!!!

Pri disse...

Eu sempre disse que o lux é um ser cheio previsibilidade e clichês.
Que bom que a revista que ele gosta também acha o mesmo.

Carla disse...

E a Filha oprimida de Marx não gosta de Carta Capital. Ou seja, ela gosta é da Veja. Ou seja, é tucana!!

Anônimo disse...

A Pri também vestiu a carapuça!! Kkkkkkkk!!!!

Djamar disse...

Eu li o artigo da Carta e não acho que ele desmerece as críticas ao programa.
O que eu entendi é que existe um movimento de apedrejamento a tudo que seja popular, não pela falta de qualidade mas somente pelo fato de ser popular.
É a velha síndrome de bastardo de Casa Grande: caboclo se julga melhor do que os índios mas tampouco janta na cozinha com os outros filhos do patrãozinho.

Aqui em São Paulo tem uma variação interessante deste arquétipo: o pessoal do passaporte europeu. Coitados, abrem a boca na Europa e escutam: "Você não é daqui, né?", "Não, sou do Brasil". "Ahn, que legal, samba aí pra eu ver!"

Apenas, Marcia disse...

Big brother é o que mesmo? Não assisto TV aberta.

Jbmartins-Contra o Golpe disse...

"a rede Globo seja a emissora que mais apoiou a Ditadura que imperou no Brasil por 21 anos." acrescento que hoje ela manipula e faz uma ditaura de interesse. protegendo seus Politicos>

Danilo Sergio Pallar Lemos disse...

Quando paramos para ver este programa, estamos desaprendendo, decrescendo e desconstruindo nossa visão ética e educacional.
wwwsabereducar.blogspot.com

Ricardo Melo disse...

Nâo tenho saco pra ver nem um minuto de BBB. Ainda bem que estou imunizado.

Anônimo disse...

Djamar, gostei do seu comentário, o cara que escreve esse blog é exatamente o tipo de ser citado na matéria.

Sérgio disse...

Como muitos aqui, também não perco meu tempo com BBB. Assisti umas duas vezes há anos para nunca mais. Mas não concordo com quem diz que criticar é fazer 'mimimi'. Um programa que promove boatos de estupro pela audiência não está imune a críticas.

A "Rede Bobo" tem uma influência imensa na vida da maioria da população e esta não pode ser simplesmente ignorada. A mídia possui um papel na formação de mentes e opiniões e se o que temos à disposição é uma programação emburrecedora, não é de se surpreender que tenhamos um povo 'burro'. Pessoas com mais esclarecimento podem buscar informações e entretenimento em outas fontes (cinema, estudos, literatura etc.). A maioria das pessoas, porém, cai facilmente nas mãos da grande mídia e é nosso papel alertar para que esse quadro não permaneça assim. O texto da Carta Capital foi fraquíssimo. Além de mal escrito (jornalista que não sabe sequer colocação pronominal é dose), quase me pareceu algo que eu veria na Veja.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...