Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sábado, 15 de outubro de 2011

Veja não apura, enlameia honras

A honra das pessoas, para a revista Veja, não é objeto de qualquer cuidado. O negócio é levantar a suspeita e que as pessoas cuidem de “provar a inocência”, depois, claro, de devidamente linchadas em praça pública.

- por Brizola Neto, deputado federal (PDT)

A revista Veja sai aos sábados. Com isso, garante seu principal obejtivo “jornalístico”, que não é noticiar, mas “repercutir” nos jornais de domingo.

O que a revista tem contra o Ministro Orlando Silva é a declaração de um PM preso numa investigação sobre desvio de verbas, corroborada por um empregado seu.

Pode ser verdadeira ou não a declaração, não se prejulga. Mas parece ter pouca ou nenhuma lógica que um esquema de corrupção não tenha outro lugar e outra pessoa, na imensa Brasília, para entregar uma caixa de dinheiro senão a garagem do Ministério, onde há funcionários e, quam sabe, até câmeras. E muito menos ao próprio motorista do Ministro, com ele dentro do carro.

Jornalisticamente, não era informação a ser publicada sem ser checada. A fonte da informação tem um apontado comprometimento em desvio de verbas e a este homem foi imputado, pelo próprio Ministério, um desvio de R$ 2 milhões dos cofres públicos, por irregularidades nas prestações de contas.

Mas a honra das pessoas, para a revista Veja, não é objeto de qualquer cuidado. O negócio é levantar a suspeita e que as pessoas cuidem de “provar a inocência”, depois, claro, de devidamente linchadas em praça pública.

É como gol em impedimento, que todo mundo vê depois que deveria ser anulado, mas depois de marcado, vale tanto quanto um legítimo. A investigação pedida pelo Ministro à Polícia Federal, a menos que conclua por sua culpa, ficará como pizza.

Claro, numa época de preparação para a Copa, o que mais eficiente do que construir um escândalo que respingue sobre nossas responsabilidades e seriedade com as negociações com a Fifa? Que já manifesta, por “funcionários” anônimos, a preocupação disso sobre a organização da comeptição.

A Fifa, como se sabe, tem excelentes relações com o probo Ricardo Teixeira, presidente da CBF.

Mas não pensem que, apesar disso, não povoa os sonhos desta gente tirarem a Copa do Brasil. Vai ser o sonho de todas as suas noites deste verão.

5 comentários:

Anônimo disse...

Você põe a mão no fogo pelo Orlando Silva, André?

André Lux disse...

Eu vivo pela máxima republicana que dita: "TODOS SÃO INOCENTES ATÉ QUE SE PROVE O CONTRÁRIO".

Já ouviu falar?

José BSB disse...

A denúncia revela que o (ainda)ministro supostamente recebeu dinheiro numa caixa de papelão contendo maços de notas de R$ 50 e R$ 100. O local da entrega seria, pasmem, a garagem do Ministério do Esporte. Sempre avaliei como ruim o trabalho do Orlando Silva e o considero despreparado para o cargo. Mas este trecho da denúncia me parece muito frágil e inverossímil. Esse pessoal que acusa sem provas deveria aprender com o Durval Barbosa(aquele que montou um big brother em Brasília e detonou o mensalao do DEM). No Brasil a imprensa acusa sem provas e o sujeito deve provar que não praticou o crime.

Anônimo disse...

Eu também concordo com a máxima republicana. Por isso votei em Paulo Maluf para deputado federal. Ele nunca foi condenado por nenhum crime que seus adversários políticos lhe atribuem. As acusações que sofreu durante toda sua vida são manobras políticas de opositores golpistas.

André Lux disse...

Sabia que vc era fascista.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...