Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sábado, 28 de maio de 2011

Sem proteção, tragédia acontece na 9 de Julho: não foi por falta de aviso

Será que nenhum motorista tem o direito de errar? Será que os riscos não poderiam ter sido minimizados, com alguma segurança na borda do córrego?

- do blog Mais Jundiaí

Infelizmente, mesmo após todos os avisos, petições e requerimentos enviados à Prefeitura e à Caixa Econômica Federal (financiadora da obra), nada foi feito e o pior aconteceu. Na tarde desta sexta-feira, um automóvel caiu no Córrego do Mato, na avenida 9 de Julho, matando mãe e filha. O acidente, que entristece toda a cidade, porém, poderia ter sido evitado. Em dezembro do ano passado, o atento colaborador deste blog, professor Paulo Taffarello, havia comentado:

"Caso haja um acidente e um carro caia no leito do córrego (posto que não há proteção alguma , como guard-rail), a diminuição da largura das margens pode impedir que as portas do veículo sejam abertas e o aumento da profundidade pode dificultar o socorro à vítima. Em época de chuva (dezembro/janeiro), um indivíduo pode, em casos extremos, morrer afogado. Como a Prefeitura pretende trazer mais segurança nesta questão?", perguntava, à época.

Preocupados com esta situação, postamos em 26 de janeiro deste ano (há exatos 4 meses) o alerta: "9 de Julho sem defensas e sem defesa", estampando reportagem do JJ Regional, que noticiou a falta de defensas e proteções no entorno do Córrego do Mato. A afirmação era do próprio secretário de Obras do município, Sinésio Scarabello Filho."Pelo traçado e pelas características físicas, a avenida não é perigosa. Os acidentes ocorridos tiveram como causa a imprudência", afirmou. Assim, o que evitaria quedas de veículos no leito do córrego seria, segundo ele, o paisagismo. "Haverá árvores de grande, médio e pequeno portes e o espaçamento entre elas será reduzido", garantia (leia aqui o post completo).

Será que nenhum motorista tem o direito de errar? Será que os riscos não poderiam ter sido minimizados, com alguma segurança na borda do córrego?

É triste, porém ainda dá tempo de evitar novas tragédias como a da tarde dessa sexta-feira.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...