Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

domingo, 6 de março de 2011

Desabafo: Há algo de podre no reino da blogolândia...

Grupo de blogueiros ataca em bloco a fim
de formar opinião única na blogolândia
Hoje vou tocar num assunto muito delicado e que certamente vai causar polêmica na blogolândia, mas que vem me incomodando já há algum tempo. Não falei sobre isso antes para não ser acusado de disparar “fogo amigo”, principalmente durante as sofridas eleições do ano passado.

Mas sinto que agora é a hora de colocar o dedo na ferida. O assunto diz respeito ao comportamento de alguns blogueiros ditos progressistas ou de esquerda que, de uns tempos para cá, vem atuando em bloco para construir uma espécie de “pensamento único” dentro da blogolândia e também para barrar qualquer um que pense diferente deles. Ou seja, começam a atuar justamente como o PiG que tanto criticam! Não vou citar nomes aqui porque minha intenção não é acusar ninguém, mas sim desabafar e, quem sabe, chamar a atenção das pessoas para esse fato que certamente vem incomodando outros blogueiros como eu.

O episódio da participação da Dilma na festa da Folha de S.Paulo foi o divisor de águas que finalmente, na minha opinião, escancarou a prática dessa turminha que, infelizmente, está agindo assim por vaidade, soberba, sectarismo, necessidade de autoafirmação ou algum outro motivo obscuro que só seus membros podem conhecer.

O fato de esse grupo ter se ofendido com a participação da presidenta na citada festa não é o problema em si, mas sim a maneira como seus membros agem em bloco para vender a idéia de que a blogolândia em peso possui a mesma visão deles e, pior, a forma grosseira e intolerante como tentam enquadrar os que pensam diferente.

A impressão que dá é que agem da seguinte forma. O blogueiro A liga para o blogueiro B e diz:
- Você viu que absurdo a Dilma na Festa da Folha?
- Vi sim, fiquei revoltado!
- Pois é, depois de tudo que a gente fez para eleger ela, é inadmissível que vá até a Folha!
- Concordo, eu mesmo me sacrifico todos os dias na minha luta contra a imprensa golpista e agora a Dilma vai lá na festa deles, na maior tranqüilidade?
- Faz o seguinte: publica um texto criticando essa atitude dela no seu blog que eu publico depois no meu, com grande destaque. Você sabe que o meu blog é super bem visitado, né?
- Sei sim, o meu também. Inclusive vou ligar para aquela blogueira C amiga nossa e falar para ela também criticar a Dilma e publicar no blog dela outros textos do mesmo naipe dos amigos dela.
- Legal! Aí tenho certeza que toda a blogosfera vem na nossa onda.
- Com certeza, afinal eles devem muito a nós por tudo que fizemos esses anos todos para eles.
- Mas e se alguém reclamar, ficar contra a gente?
- Aí a gente usa aquela velha tática. Eu me faço de vítima no meu blog, jogo na cara de todo mundo o quanto sofro e o quanto já fiz pela blogosfera e você repercute tudo no seu blog.
- Isso, boa!

Esse diálogo acima é totalmente fictício, porém não ficaria surpreso se ele tivesse realmente ocorrido. O que interessa é que esse grupo de blogueiros que se julgam os “reis da cocada preta” começa então a atuar em bloco para vender uma opinião deles como se fosse a voz da blogosfera. E aí, caso alguém ouse discordar deles, passam a atacar essas pessoas da pior forma possível: se fazendo de vítimas (alguns chegam ao cúmulo de dizer que foram ameaçados de censura!) ou simplesmente denegrindo quem ousou discordar deles.

Talvez o fato de terem alcançado seus 15 minutos de fama por causa da blogagem tenha cegado os componentes desse grupelho para um fato importante: a blogolândia não tem dono, nem voz única, muito menos xerife. E quem tenta ser dono, porta voz ou xerife da blogolândia apenas se expõe ao ridículo.

Eu sei bem do que estou falando porque justamente nesse episódio “Dilma na festa da Folha” fui vítima de ataques e retaliações por parte de gente que jura de pé junto que é democrata e defensor da diversidade de opiniões e da liberdade de expressão. Um desses blogueiros, que realmente passou a se julgar o “guru da blogolândia”, chegou a enviar um email pedindo que eu tivesse “grandeza” nesse assunto. No começo não entendi nada, mas depois percebi que na verdade ele tentava me fazer parar de criticar uma blogueira descontrolada que estava agredindo e ofendendo a todos que discordaram dela, inclusive pelo twitter. Quando, depois de argumentar que eu estava apenas defendendo meu ponto de vista e reagindo aos citados ataques, eu perguntei ao sujeito se ele estava querendo que eu oferecesse a outra face, pronto, fez-se de ofendido e cortou relações comigo. Chegou ao ponto de tirar meu blog da lista de indicados do dele - vejam só que coisa terrível, por pouco não me suicidei!

O mais engraçado da história é que esse tal blogueiro não teve nenhuma “grandeza” quando foi ele o alvo de ataques semelhantes ao que eu sofri, os quais ele revidou de forma bastante veemente e, inclusive, contou com o meu apoio, pois as críticas eram infundadas e injustas. Mas, no meu caso ele fez o contrário: escreveu um texto elogiando justamente a tal blogueira histérica que ofendia a todos que discordavam da opinião dela! Isso que é companheirismo, não?

Muita gente deve ficar triste e preocupada com esses fatos que estou narrando e não entende como isso pode acontecer. A verdade é que blogosfera é um micro cosmo do que é a esquerda na vida real. E, assim como na vida real muitos projetos e sonhos esquerdistas são destruídos por causa da vaidade, do sectarismo, da soberba e da necessidade de autoafirmação de algumas pessoas (mesmo das mais bem intencionadas), a blogosfera também sofre desse mesmo mal. É uma infelicidade, porém algo bem palpável.

Eu depois de ser atacado novamente pelos que
se julgam os "reis da cocada preta" da blogolândia
Da minha parte, espero que esse meu texto sirva para que esses blogueiros parem e reflitam um pouco sobre o que andam fazendo e sobre a forma como agem quando alguém discorda de seus pontos de vista - até porque tenho certeza que são pessoas bem intencionadas.

Mas, como conheço bem a natureza humana, duvido muito que isso vai acontecer. O mais provável é que amanhã pipoquem textos me detonando (direta ou indiretamente), o que no final das contas será apenas uma prova de que vestiram a carapuça mais uma vez. Eu nem ligo. Para quem já foi difamado publicamente pelo editor do jornal mais lido de Jundiaí e por poderosos profissionais da opinião, ser xingado por um blogueiro com delírios de grandeza é fichinha.

Finalizo afirmando que a verdadeira militância não condiz com cobranças, rabos presos ou ataques de estrelismo. Quem se dedica a uma causa de maneira sincera e abnegada não sente jamais necessidade de ficar jogando na cara dos outros o quanto se sacrifica por aquilo ou de ficar enumerando tudo que fez pelo bem daquela causa. O verdadeiro militante é, acima de tudo, um anônimo – e tem orgulho disso! Desconfie sempre, portanto, de quem faz o contrário.

16 comentários:

Blog do Celso Jardim disse...

Caro André,

Concordo.
Tem blogueiro que acha
que pode fazer a agenda
da presidenta

BLOG LIMPINHO E CHEIROSO disse...

Caro André,

Apesar de conhecer apenas virtualmente os blogueiros progressistas (mas eles não me conhecem nem virtualmente), já havia percebido essa postura (nos blogs, no twitter e no FB) de alguns deles.

Sinceramente, não entendi essa postura policialesca contra a Dilma. Em minha nano-opinião, a presidenta poderia não ter ido na tal festa, mas apedrejá-la porque foi... acho um pouco demais.

Concordo com sua postura e espero que a blogosfera junte os cacos que sobraram e tente lutar por objetivos comuns.

Abraço

Miguel do nanoblog Limpinho e Cheiroso

Jairo T. Mendes Abrahão disse...

Caro André.
Fico muito satisfeito por voce ter escrito este post, pois ele diz tudo que eu gostaria de dizer! Fica muito fácil identificar quem são esses blogueiros e blogueira! Pensam que são os donos da eleição da Dilma!!!
Continue nos brindando com sua inteligência e perspicácia!

Jairo

Marcos Doniseti disse...

Excelente texto, André. Irei reproduzí-lo no meu modesto blog, com todos os devidos créditos, é claro.

Sonia/Abra a Boca, Cidadão! disse...

Parabéns pela lucidez, André. Assino embaixo de cada palavra. Só não concordo quando você diz que tais blogueiros "são pessoas bem intencionadas". Alguns, talvez. Mas há os arrogantes, prepotentes, vaidosos doentios, que "se acham" e querem fazer de nós todos, que não fazemos parte do grupelho, apenas uma "torcida organizada", uma claque, para avalizar tudo o que fazem em nome da blogosfera. Não é difícil identificar os blogueiros e a blogueira a quem você se refere. Eles agem mesmo em grupo. Eles só postam comentários entre eles, eles só se elogiam entre eles... Desde que "se escolheram" para entrevistar o Lula e esconderam isso da blogosfera até à véspera da entrevista, venho me manifestando no meu blog a respeito das atitudes desleais deles. São, mesmo, um "Pig blogosférico". E precisam ser desmascarados. Fazem mesmo, ridiculamente, o que você denunciou aqui: quando criticados, apelam e se colocam como vítimas: alegam problemas familiares, filhos doentes, contas a pagar, vida sofrida e outros besteirois do gênero. Só eles têm problemas particulares! Um deles se posta como "guru". Escreve textos chatos, prolixos, rocambolescos, enfadonhos... e "se acha" o "rei da cocada preta"... O problema, André, não é só eles. Há blogueiros que temem confrontá-los, e aceitam a dominação. Parabéns de novo pelo post e pelo blog. Voltarei sempre, porque aprecio independência e coragem. Peço licença para reproduzir no meu blog o teu post. Aceite um abraço cordial.

Ricardo Melo disse...

André, se algum grupo quiser formar um "comando único da blogosfera de esquerda", é melhor que faça isso às claras. Mas a verdade é que essa prtensão só pode sair da cabeça de quem perdeu o contato com a realidade, é realmente um problema de quem sofre do tal mal do "estrelismo". Mas não esquente a cabeça, errar é humano. E as esquerdas são mais "humanas" do que a direita (no singular mesmo).

Ricardo Melo disse...

Eu acho que seria saudável se a blogosfera de esquerda fizesse uma espécie de "terapia de grupo". Não, eu não estou brincando.
A verdade é que as campanhas presidenciais são mesmo horrorosas e o assédio da mídia dominante é atroz.

É verdade que muita gente boa da blogosfera de esquerda doou um tempo e esforços imensos para combater o pensamento único e a campanha política da direita.

Depois dessa guerra toda, apesar da vítória é fácil de compreender que muitos da esquerda saíram desse conflito com feridas também. Deixaram de curtir a família, perderam oportunidades de trabalho, passaram tempo demais se estressando na frente da tela do computador. Estresse total. Com todas as consequências derivadas disso.

Então, é natural que muita gente chegue ao final se achando diretamente responsável pela eleição da Dilma, o que em parte é verdade. Digo em parte porque muitos estão desconsiderando todos os outros participantes dessa vitória, que foi uma conquista de muitos setores da sociedade. Sim, existe vida inteligente e participante fora da blogosfera de esquerda.

O problema todo é que, a partir desse ponto, vários sujeitos olham para o governo que está aí e sentem que a Dilma deve em troca dar uma atenção toda especial. Afinal, depois de todo esse esforço eleitoral/midiático, seria "inaceitável" que ela desse qualquer passo que não fosse de acordo com a visão, com a opinião deles.

Ou seja, esses sujeitos estão é delirando. Essa confusão emocional é muito comum entre pessoas que fizeram um grande esforço pessoal em prol de alguém ou de um projeto. Na psicanálise, esse processo é visto como uma “captura” ou um “domínio” do “socorrido” por aquele que o “salvou”.

É isso, parte das esquerdas e da blogosfera de esquerda agora está delirando, achando que a Dilma tem que seguir exatamente as regras por eles estabelecidas, “afinal eles fizeram tanto pelo sucesso dela”.

Até pode ser que futuramente a Dilma compareça a um encontro de blogueiros. Mas o fato é que não temos a menor condição de dizer aonde e com quem ela dever comparecer. Não “capturamos” o governo Dilma assim como ninguém poderia “capturar” o governo Lula.

A verdade é que ninguém da blogosfera sequer tentou fazer isso com o Presidente Lula porque seria simplesmente impossível. Ele veio da base popular, cresceu na luta sindical, ganhou dimensão na ação política das esquerdas e, só depois disso tudo se estabeleceu como um símbolo popular. E com símbolo ninguém brinca, nem os loucos.

Agora que a Dilma chega, com todo esse ar de “novata”, muitos caem na tolice de achar que ela pode ser monitorada. Grande engano. Não sabem com quem estão tratando. Quem está passando por essa crise emocional agora não tem noção do quanto logo vai se arrepender. Muita gente ainda vai ter vergonha do que andou escrevedo por aí.

Sim, todos podemos e devemos cobrar do governo Dilma. É importante que os movimentos sociais estejam ativos e que a blogosfera de esquerda exerça o seu espírito crítico. Mas querer “capturar” um governo democraticamente eleito e cogitar que existe a possibilidade de conduzir a blogosfera de esquerda, isso já é “complicado”. Que tal uma terapia de grupo?

Júnior Miranda disse...

Parabéns Lux pelo texto, a reação dos comentaristas deixa claro que a principal característica da blogolândia é a indepedência e não a manipulação. E é bom que seja assim. Já basta o "PiG tradicional" e a ainda querem formar o "PiG progressista".

Sofia disse...

O problema principal não foi a Dilma ter ido a Festa Regabofe. E sim, o discurso. Não houve entrelinhas, o discurso dela foi claro e preciso. E deastroso, elogianod aquele crápula dos Frias pai.

Claudio Kirsten disse...

André, boa tarde.
Concordo plenamente com sua opinião.
Há alguns dias postei um comentário no blog do Edu Guimarães, onde disse que não podemos subestimar Lula nem tampouco Dilma; se a nossa Presidenta está indo ao PIG, com certeza não é por inocência e sim por algo orquestrado a quatro mãos, pois Lula é um animal político e Dilma de uma inteligência acima da compreensão dos nossos jornalistas piguentos.
As informações de que dispõem um Presidente da República permitem que ela faça coisas que fogem da nossa compreensão e não cabe a nós, blogueiros progressistas, julgar. Temos que dar votos de confiança, acreditando que ela sabe o que está fazendo.
Um abraço.
Claudio Kirsten
http://asfacesdanoticia.blogspot.com/

Anônimo disse...

Para Ricardo Melo:
Sua análise conseguiu ordenar meus pensamentos e aclarar minha opinião sobre o assunto, tão bem colocado pelo autor do post.
Muito lúcida!
Meus cumprimentos.

Vandra F.

Anônimo disse...

Quanta imaturidade da blogolandia!!
Se continuar asim,daqui a pouco ficaremos sem alternativa à midia sebosa que temos aqui!

Alexandre Porto disse...

Só discordo de uma coisa. Pessoalmente o 'divisor de águas' aconteceu no pós entrevista do blogprog com Lula.

Alexandre
www.aleporto.com.br

Bruno Cava disse...

Muito bom texto, parabéns.

Atrás da crítica da presença da Dilma na Folha tem muita vaidade, muita dor de cotovelo. Esse "consenso progressista" é eminentemente autoritário e corporativo, igualzinho o jornalismo velho, e tenta opinar em nome de um público heterogêneo, igualzinho o jornalismo velho.

Repare que foram os mesmos progressistas que esculacharam de modo sistemático e covarde o Idelber Avelar que, com elegância, mostrou que com essa atitude, não atingiam senão moinhos.

O pessoal acha que está junto e misturado com o governo Dilma. Uma coisa é a campanha eleitoral, outra o mandato; uma coisa é movimento, outra estado. Isso com Obama ou com Dilma: uma coisa é uma coisa. Temos que nos colocar no nosso lugar: somos movimento, não governo.

Acho que no fundo tem muita imaturidade na militância mesmo. Não compreendem a dinâmica de movimento e trazem vícios da faculdade de jornalismo.

Se queremos um mundo pós-jornais, é preciso começar jogando o diploma de jornalismo no lixo.

Abraços.

Anônimo disse...

Ótimo post e ótimo nível dos comentários, em especial o do Ricardo Melo... Coisa difícil de se ver últimamente em alguns blogs. Continue assim André, que você está atraindo pessoas abertas ao diálogo, que é um duro e longo aprendizado num país que não tem experiência com convivência democrática ( nem `a esquerda nem à direita, nem no centro)
Abraços a todos
Lais/ São Paulo

Jussara Seixas disse...

Que bom que ainda existe pessoas com bom senso. Achei ótimo o seu texto, claro, oportuno, sem ofensas, inteligente. O reino da blogolândia estava precisando há muito tempo de uma sacudida, para refletir, rever seus conceitos de blogueiros e respeitar todos os blogs que estão construindo de graça uma nova opção de informação sem manipulação. Concordo plenamente com o André e assino em baixo
Jussara Seixas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...