Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Blogueiro que se julga o "dono da verdade esquerdista" tenta dar lição de moral no resto da blogosfera. Pra cima de mim não, violão!

Por meio do blog da Maria Frô tomei conhecimento de um texto publicado por um tal de Maurício Caleiro, em seu blog Cinema & Outras Artes, que se porta como o porta voz de uma suposta "blogosfera iluminada" e ataca de forma genérica toda a blogosfera de esquerda (pois não dá nomes aos bois), como se fosse uma espécie de dono da verdade esquerdista (mais um!), daqueles que acham que estão acima do bem e do mal e por isso tem direito de tentar dar lições de moral em todos que discordam dele. Abaixo a minha resposta ao texto dele.

Esse aí se acha o "dono da verdade"...
Desculpe amigo, mas sou obrigado a discordar do seu texto, que é bem primário e cheio de inverdades por sinal.

Explico.

Primeiro, você apela para um sofisma para desqualificar a blogosfera ao afirmar que ela tenta "canonizar e beatificar" Lula. Não vi ninguém fazendo isso. O que vejo são simplesmente pessoas dando a Lula o crédito que merece: o de melhor presidente da história do Brasil - e isso nem era algo difícil de conquistar, já que os presidentes anteriores a ele (ditadores inclusive) foram muito, mas muito ruins. Desafio você a dar o link para todos esses textos que querem "canonizar" o Lula na blogosfera - até porque quem acusa tem que provar, a menos que eu tenha me enganado.

Segundo: você tenta qualificar como "herança maldita" o abacaxi que Lula deixou para Dilma como sendo fruto de incompetência ou de erros dele. Aí é ingenuidade sua. Todos nós sabíamos que as coisas não andavam tão bem com a economia - em grande parte devido à crise gravíssima que o capitalismo mundial atravessa. Mas o fato é que ano passado era ano eleitoral e seria suicídio político para um governo (qualquer governo!) começar a tomar atitudes impopulares para tentar regular a situação - ainda mais quando o adversário da esquerda era um psicopata como Serra que ainda por cima contava com apoio total do PiG. Dilma, portanto, sabia o que a esperava (assim como qualquer um com bom senso) e está fazendo o certo dentro das circustâncias: tomando medidas impopulares, porém necessárias, no início do governo quando ainda pode se dar ao luxo. Sim amigo, a política é algo complexo e é preciso jogar o jogo com lucidez e visão a longo prazo, sabendo a hora de atacar e de defender, algo que certamente incomoda muito os puristas e os ingênuos. Que bom que eles não estão no governo! Se eu estiver errado, por favor, me aponte UM governo no mundo inteiro que tomou medidas impopulares em ano eleitoral e mesmo assim elegeu seu sucessor. Um só está bom.

Terceiro. Você novamente apela para um sofisma para desmerecer aqueles que criticam o PiG sem tréguas ao dizer que ele possui milhares de profissionais ao seu serviço - muitos dignos do nosso respeito sim - porém "esquece" do principal: quem tem a palavra final do que sai e de que maneira sai no PiG são os editores chefes. E aí a coisa complica, pois estes são pessoas da total confiança dos donos do PiG que, como todos sabemos, são reacionários, elitistas, autoritários, soberbos e antitrabalhistas até os ossos. Portanto, o trabalho daqueles "milhares", no final das contas, tem muito pouco peso frente às decisões de meras "centenas", talvez "dezenas", de manda chuvas totalmente alinhados às doutrinas e ideologias de seus patrões.

Quarto. Você surta e rompe com Dilma porque ela teve a "audácia" de aceitar um convite da Folha para participar da comemoração dos 90 anos do jornaleco golpista. Você e alguns outros encararam isso como uma traição. Direito seu ter essa reação, mas quem lida com política no mundo real e não apenas no mundo das idéias sabe que muitas vezes um gesto de grandeza fere o inimigo muito mais do que um gesto de violência. Ao aceitar ir ao evento e ser a principal oradora, Dilma dá uma estocada de mestre em toda aquela corja de papagaios e capachos que tanto a agrediram só para agradar o chefinho deles. E uma estocada ainda maior no próprio chefinho! Afinal, todos tiveram que engolir a presença dela na festa deles como a PRESIDENTA DA REPÚBLICA, eleita democraticamente, a despeito de TUDO que fizeram para impedir tal ato. Eu, se estivesse no lugar dela e com a experiência que tenho hoje, faria EXATAMENTE a mesma coisa. E sairia de lá gargalhando. Muito melhor do que dar uma de orgulhoso e não ir ao tal evento, só para no dia seguinte ser chamado de "pequeno", "mesquinho", "indigno de ocupar a Presidência da República" e outras ofensas que eles estavam loucos para escrever ao meu respeito, não? Se amanhã eu virar Prefeito de Jundiaí e o Sindey Mazoni tiver que me convidar para a festa de aniversário do "Jornal de Jundiaí" eu vou comparecer com o maior prazer do mundo - com  direito a tapinha nas costas e pose para fotos!

Por fim, o seu texto que tanto bate na blogosfera de forma geral (já que não tem coragem de dar nomes aos bois) e tenta de tudo para pintá-la como "radical", "maniqueísta" e "simplista" é, no fundo, radical, maniqueísta e simplista ao extremo, além de demonstrar uma vontade imensa de provar algo que, cá entre nós, só interessa a você e ao seu psicólogo.

Desculpe a minha franqueza, mas minha ética de blogueiro me obriga a ser assim. Sem dizer que fogo amigo como o que você disparou só merece mesmo esse tipo de tratamento mesmo.

Fico pasmo, entretanto, com o número de pessoas bem intencionadas e inteligentes que concordou com tudo isso aí que você escreveu - alguns chegaram até a reproduzir em seus blogs!

Sinta-se livre para me ofender da melhor forma que você sentir necessidade.

Sem mais,
André Lux - blogueiro de esquerda (na alegria e na tristeza)

31 comentários:

Anônimo disse...

Meus parabéns pelo posicionamento coerente e corajoso.
Com meus respeitos
Betinho

Ivan disse...

Olá. Seu texto foi um alívio para mim, fiquei impressionado com tanta reação negativa à visita da Presidenta Dilma à Folha. Para curar a má impressão que tantos tiveram dessa visita, basta pensar em como seria ver, ao invés da presidenta Dilma na Folha, o candidato derrotado homenageando esse jornal no lugar que graças, muitas graças, é da presidenta Dilma. Isso curará qualquer desgosto. Afinal, mais importante do que a vitória do continuismo do governo Lula foi impedir que a oposição voltasse ao poder. Foi uma eleição em que se ganhou duas vezes, um ganho com a vitória de Dilma e um ganho com a derrota da oposição

Murilo Rodrigues Guimarães. disse...

Gostei do seu texto. Mas, mantenhamos nossa serenidade. Estamos juntos.

Convido-o a ler meu conto inspirado por esta presença de Dilma. É, inclusive, um texto elogioso, quase ufanista. E que o seja.

http://reverosmeios.blogspot.com/2011/02/descida-da-rainha.html

Abraço.

Junia disse...

Muito bom, Andre!!!!!Andaram escrevendo muita M por aí, mne decepcionei com muitos...

José Carlos Lima disse...

Chega a ser hilário, o cara só apareceu para avisar que está indo embora, até fechou o blog dele aos comentários, pelo menos estou tentanto postar comentarios lá e não estou conseguindo,

Se ele ficasse seria ótimo, mas se quer ir, fazer o que, ah, ele cita até o Edu Guimarães como prova do "desalento na blogosfera" quando o Edu, resiliente que é, já se recompôs e está na luta.

Foi bom o que ocorreu, as pessoas estão entendendo que o palco onde se dará a luta pela democratização da mídia deve ser mais o Congresso Nacional do que em específico o Palácio do Planalto

http://www.redebrasilatual.com.br/multimidia/blogs/blog-na-rede/deputados-articulam-criacao-de-frente-parlamentar-para-debater-marco-regulatorio-da-comunicacao/view

DoLaDoDeLá disse...

Ótimo!

Mack disse...

Quem precisa de Reinaldos, Coronéis e articulistas da FSP, Estadão, Globo quando se tem "cumpanheiros" do quilate de certos "blogueiros progressistas"? Visitei 2 blogs e lá estavam a propaganda do peixeurbano, aquela arapuca do narigudo marido da moça que tem pinta na coxa. Aliás quem conhece bem esses "cumpanheiros" é Erundina que apanhou mais dos "cumpanheiros" que dá oposição quando foi prefeita de SP.

Castor Filho disse...

Ótimo André
Vou reproduzir no nosso blog redecastorphoto. Mas eu fiquei triste com a atitude da Dilma.
Abraço
Castor

Mboaba disse...

Parabéns pelas colocações. Não se trata só de um texto, nem só de um autor, e nem mesmo da "personalidade" ou "posicionamento" dele ou de outro. A blogosfera (da qual ele faz parte) é "nervosa" e "elétrica" por natureza. A gente se distrai 2 dias, e quasndo volta, até parece que a Dilma virou PiG e os tanques de Hitler estão às portas.

Me preocupa muito (embora, quem sou eu para tanto) uma componente de "acomodação cobrante". Elegemos o herói (a heroína), agora ela faça tudo por nós, em nosso lugar. Não funciona. O jogo é complexo, xadrez à enésima potência. Ela tem suas tarefas, e não são poucas, nem fáceis. E não tem varinha de condão, para fazer tudo, contra todas as forças (muitas, poderosas) num passe de mágica. Ao cobrar sem medidas, não damos força; talvez só ajudemos a enfraquecer. Mas metade do que cobramos, na verdade cabe à sociedade se organizar, mobilizar, e ir à luta, em inúmeras frentes. Aí, sim, crescem as possibilidades da Dilma e de todos os nossos representantes. Fora disso, é o mesmo que ficar no sofá, só xingando porque não fazem milagres. Murro em ponta de faca, o inferno e a história estão cheios.

Marcos Doniseti disse...

Ótimo texto, André. Reproduzi o mesmo no meu blog e também escrevi um texto a respeito do assunto.

Abraço

Links:

http://guerrilheirodoentardecer.blogspot.com/2011/02/andre-lux-e-o-dono-da-verdade.html

http://guerrilheirodoentardecer.blogspot.com/2011/02/abandonar-o-barco-do-governo-dilma-tao.html

Anônimo disse...

A unica coisa que me incomodou nisso tudo foram os elogios ao Otavio Frias.

Não precisava!

Paulo Ribeiro disse...

Dilma Rousseff é a presidenta legitimamente eleita e não cabe a ninguém contestar os seus atos. Se ela decidiu comparecer ao aniversário da Falha de São Paulo, cabe a nós compreeender a grandeza de sua iniciativa e apoia-la no que for preciso. Acredito que ela não irá se intimidar com a imprensa golpista e vai implementar, talvez ainda este ano, uma Ley de Medios que amplie a participação de agentes comunicadores e quebre o famigerado monopólio que existe hoje no Brasil. O que não pode acontecer é esta fragmentação da blogosfera, algo que serve unicamente às forças de direita que já estão se reorganizando - vide saída de Kassab do DEM. Lutar pela democratização da imprensa e pelo fim do PIG são nossas metas e não podemos perde-las de vista.

Zé povão disse...

Na minha opinião, não adianta brigar com os fatos !!
Que a Dilma já escolheu um lado, isso ela escolheu. Não foi a dos blogueiros progressitas !!

Omar Martins disse...

Parabéns pelo artigo revelado desses 'blogueiros' que mais querem aparecer do que contribuir para o debate e a continuidade das conquistas sociais da população.

Ricardo Melo disse...

Parabéns de novo, André. O seu texto é brilhante mesmo, de precisão cirúrgica. O texto do Maurício Caleiro e a sua resposta demonstram que a blogosfera continua viva e independente.

Mas novamente foi você que lançou luz nesse momento em que a Dilma - tal como ocorreu com Lula no 1º mandato - está sendo chamada para resolver todas as contradições seculares do Brasil em 16 semanas.

O Caleiro foi infeliz também ao acusar a blogosfera independente de "desonestidade intelectual", bem no mesmo parágrafo em que ele cometeu uma manipulação horrenda e tosca no tema da Economia.

E foi no tema da Economia que eu também postei uma resposta no blog dele. Todo o resto você ja tinha colocado às claras.

Grande abraço.

Joel Bueno disse...

Chega de esquerda rancorosa! Viva a Dilma! André Lux para prefeito de Jundiaí!

Wadilson disse...

Estocada de mestre? puxa, André, forçou...

Eliseu disse...

Olá André. Tomei conhecimento desse post no blog Cinema & Outras Artes a poucos minutos e estava preparando uma respoosta ao mesmo. Mas ainda bem que passei pelo seu blog antes. Diante da sua resposta, a minha seria muito leve. Parabens!

ricardo disse...

André, seu texto é de uma coerência contagiante. Adorei a parte em que você mostra que fazer política não é igual a ler sobre política. Você já tem o meu apoio incondicional à prefeitura de Jundiaí.
Alice de Martini

Anônimo disse...

andré lux,
li esse post no castor.
fiz esse comentário:
Anônimo disse...
P E R F E I T O.
vi muito dessa bobagem por ai.
pior: em bons blogs.
blog de gente que lutou dia e noite para eleger dilma.
mas, infelizmente, gente que agora tem raciocinado, às vezes, com o figado.
dilma foi, roubou a festa, e mostrou quem manda.
essa é a realidade,
e durma-se com um barulho desses.

et.
" blogueiro de esquerda (na alegria e na tristeza)"
isso, digo, é poesia pura.
emerson57

Jairo Fernando disse...

Leio seu blog mais do que comento.
Mas, este teu texto sobre a visita merece realmente os parabéns.
Muito bom, André.

Lilica disse...

Pois é André, vc tem razão. Se ela não fosse, a estrela da festa seria o Serra e o PIG ficaria mais de mês remoendo que ela não foi pq é contra a imprensa livre.
Meu, tem gente que passa da esquerda uns 200 kilometros, tá loco sô. Só eles querem ser esquerdistas.

Jorge Moraes disse...

O Maurício Caleiro fez uma análise precipitada, para dizer o mínimo.

Uma argumentação relativamente lógica mas comprometida por um tipo de açodamento dissidente.

Tal como o André menciona no seu texto, também acho que o Maurício incorre no mesmo "pecado" que pretendeu impingir à chamada blogosfera.

Deixo um abraço a todos.

LEN disse...

Oi André, parabéns pelo trabalho que faz aqui, me permite um contraponto? Eu conheço o Caleiros e acho que ele embora esteja equivocado não é má pessoa. Eu discordo do posicionamento dele aqui e ali, mas é um companheiro que sempre esteve do nosso lado durante as horas difíceis de tiroteio da velha mídia. Penso que esses assuntos polêmicos geram reações apaixonadas em algumas pessoas que extrapolam o bom senso e o comedimento necessário, mas sempre é possível voltar a razão quando os fatos forem esclarecendo as dúvidas dessas pessoas. Não estou aqui criticando a sua reação, apenas é da minha natureza tentar ser conciliador.

PS.:se um dia tiver um tempinho dá um pulo no Ponto & Contraponto e poderá ver que nossas opiniões vão ao encontro de seu posicionamento no caso da Visita da Dilma à Folha.

Grande abraço e mais uma vez parabéns pelo blog.

Marcos disse...

Brilhante texto, André. Muito lúcidas e sábias as suas colocações. Concordo inteiramente com o que você disse.

Anônimo disse...

André, adorei seu texto... Não conheço o Maurício Caleiros e não li o texto dele, mas esta reação infantil de parte da dita "esquerda", foi registrada em outros lugares, e acho que sua resposta foi adequada. Concordo também com o comentarista que cita a necessidade de mobilização social permanente e cada vez maior... Não adianta ficar só com a bunda no sofá, eleger um governante e querer que ele(a) resolva tudo... Esta luta começou com a eleição de Dilma, não acabou, como alguns parecem estar pensando ( ou querendo, sei lá)... E só não voto em vc para prefeito de Jundiaí, porque moro meio longe, rrrsrsssrr...
Abraços,
Lais

Diego Maia disse...

André, não entendo porque tanta raiva ao responder uma pessoa que, exatamente como você, expõe a sua opinião.
Concordo com você em relação à presença de Dilma nas comemorações da folha, mas também sou obrigado a concordar com o Maurício Caleiro quando diz: "Aliás, uma das coisas mais assustadoras no maravilhoso mundo não tão novo dos blogs é seu excesso de certezas e escassez de dúvidas, o seu sem-número de opiniões mas sua carência de embasamento."
Afinal, temos deuses ou seres humanos no poder?

André Lux disse...

Diego, meu texto não expressa raiva nenhuma. E não critiquei o texto em questão por ele ser contra a Dilma ter ido à festa da Folha, mas sim por fazer falsas acusações contra toda a blogosfera (pois não tem coragem de dar nomes aos bois) e por trazer uma série de inverdades factuais.

M. Exenberger disse...

Eu discordo dessas medidas impopulares da Dilma. Acho que são desnecessárias, tanto é que o SP e RS vão dar aumento acima de 610 reais. Ela faz isso para agradar as elites, o que é um erro absurdo. Dilma está freando um jumbo em plena decolagem. Deixem o Brasil crescer, pelo amor de Deus! Acho que o Lula foi um bom presidente, mas como disse o Itamar Franco, cada um colocou o seu tijolinho. O próprio Itamar, chamado de idiota pela imprensa paulista, fez mais do que colocar tijolinhos: foi o verdadeiro pai do Real, o idealizador do programa de combate à fome com a ajuda do grande Betinho e o criador do carro popular. Itamar também tinha preocupação social, tanto é que foi o primeiro presidente a isentar os carros de IPI para garantir as vendas e os empregos nas concessionárias e montadoras. Antes do Itamar, também tivemos Getúlio Vargas, que a pesar de ser odiado pelas elites paulistas, foi um grande estadista – maior que o Lula - e colocou o Brasil no século XX. Também tivemos Jango, o homem que iria revolucionar o País, se o trabalhismo não tivesse sido cassado, banido e, dizem, assassinado.

josé Pinto Carvalho disse...

Afinal o pretenso detentor da verdade, passou o título para si: repare quantas vezes diz, implícita ou explicitamente, que "sabe de ou que", o que o blogueiro diz não é verdade mas o que você diz é... Está tudo nas entrelinhas. José Carvalho

André Lux disse...

É tanta besteira junta que deu nó na cabeça de tentar ler.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...