Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Selo regrava a trilha sonora completa de "Conan, O Bárbaro", composta por Basil Poledouris

A maior qualidade do filme "Conan, O Bárbaro" é sua trilha musical composta pelo já falecido Basil Poledouris. Apesar de já ter sido lançada duas vezes em CD (uma pelo selo Milan e outra pelo especializado em trilhas de cinema Varése Sarabande numa versão espandida), sai pela Prometheus Records e Tadlow Music a trilha completa conforme Poledouris havia idealizada para o filme, numa regravação feita pela The Prague Philharmonic Orchestra and Chorus, conduzida pelo maestro Nic Raine.

Diz a lenda que Poledouris nunca ficou feliz com a gravação original da trilha de "Conan, O Bárbaro", feita na Itália pela Orchestra & Chorus of Santa Cecilia & The Radio Symphony of Rome. Eu, porém, não tenho o que reclamar. Acho justamente o contrário: trata-se de uma ótima performance da orquestra e do coral e uma gravação de boa qualidade. O único porém é realmente a ausência de várias faixas que ficaram de fora das versões lançadas em CD.

Por isso, a nova gravação já merece ser conhecida por isso, afinal traz os 100 minutos completos da trilha de Poledouris, além de partituras alternativas para algumas cenas e uma nova versão para a faixa "Chamber of Mirrors" da continuação "Conan, O Destruidor".

Todavia, confesso que não gosto muito de regravações de trilhas sonoras - especialmente daquelas que já conheço de cabo a rabo e ouço com frequência. Nas regravações tudo soa diferente: o tempo, as entonações, o ritmo e a equalização. Outro problema grave desta regravação: os textos originais em latim das partes com coral de vozes foram perdidos, então tudo foi recriado "de ouvido" e em várias partes soam bem diferentes do original (principalmente em "Riders of Doom" e "Battle of the Mounds").

Para quem gosta de boas trilhas de cinema, vale a pena conhecer a regravação, porém eu ainda recomendo o CD com a gravação original - especialmente a versão estendida da Varese Sarabande.

Confira abaixo um trecho da regravação:



DISC ONE:
1. PROLOGUE - FILM VERSION / ANVIL OF CROM 3:38
2. RIDDLE OF STEEL / RIDERS OF DOOM 5:32
3. THE GIFT OF FURY 3:25
4. COLUMN OF SADNESS / WHEEL OF PAIN 4:09
5. PIT FIGHTS * 2:45
6. PROLOGUE - Original Version 1:03
7. ATLANTEAN SWORD 4:00
8. WOLF WITCH * 3:21
9. THEOLOGY / CIVILIZATION 3:03
10. THE STREET OF DEVIANTS * / HOPEFULS AT THE TOWER OF SET * 1:28
11. THE TOWER OF SET * / SNAKE ATTACK * (Las Cantigas de Santa Maria) 5:20
12. INFIDELS * 1:02
13. THE TAVERN * 1:51
14. THE WIFEING 2:19
15. IN THE COURT OF KING OSRIC * 1:12
16. CONAN LEAVES VALERIA / THE SEARCH 6:02
17. THE MOUNTAIN OF POWER / CAPTURE * 3:59
18. THE TREE OF WOE / RECOVERY 6:04

Total Time: 60:21

DISC TWO:
1. THE KITCHEN / THE ORGY 6:22
2. ORGY FIGHT * 2:52
3. FUNERAL PYRE 5:15
4. BATTLE PREPARATIONS / BATTLE OF THE MOUNDS Part I 5:58
5. BATTLE OF THE MOUNDS Part II * 2:11
6. BATTLE OF THE MOUNDS Part III / NIGHT OF DOOM 5:55
7. HEAD CHOP * 0:53
8. ORPHANS OF DOOM / THE AWAKENING 6:28
9. EPILOGUE / END TITLES * 5:08
Bonus Tracks:
10. THEOLOGY / CIVILIZATION - Alternate Version 3:27
11. THE TOWER OF SET - Alternate Cues * 3:36
12. THE BATTLE OF THE MOUNDS Part II - Original Version * 2:10
13. CHAMBER OF MIRRORS from CONAN THE DESTROYER 7:15
14. RIDERS OF DOOM - Orchestral Version 4:06

Total Time: 61:48
* Previously unrecorded

Compre aqui seu CD.

4 comentários:

elias aredes disse...

André:

Assim como acompanho o seu belo blog peço a atenção dos leitores para o meu blog construído em conjunto com o chargista Bira Dantas. Política e futebol se constituem no prato principal. Anote:

www.bolacomgravata.wordpress.com

conto com a visita de todos...

Guilherme disse...

Então, para quem curtiu e quiser puxar o disco, passo o link, mas é a trilha original: http://www.4shared.com/file/JE1xDpVZ/Conan_The_Destroyer__Soundtrac.htm

Cybershark disse...

Melhor trilha do Poledouris. A do "Flesh + Blood" fica com a medalha de prata na discografia dele.

André Lux disse...

Já ouviu a do "Quigley: Down Under" ("Contratado para Matar"), um faroeste com o Tom Seleck passado na Austrália? É sensacional! Mas a segunda melhor dele pra mim é "Farewell do the King" - e o filme é uma bomba!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...