Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Dilma já mostra a que veio: Banana para a rede Globo!

No primeiro dia após a vitória nas urnas, Dilma já mostrou à que veio. E foi com um gesto simples, porém muito significativo: sua primeira entrevista ao vivo foi dada para o Jornal da Record. Ou seja, a nossa presidente deu uma banana para a rede Globo!

A entrevista foi feita pelas jornalistas Ana Paula Padrão e Adriana Araújo. Ao ser questionada sobre liberdade de imprensa, Dilma foi genial e explicou o que significa "controle social" sobre a mídia: o controle remoto na mão do espectador, que tem o poder de decidir o que quer assistir (e, extrapolando para a mídia impressa, também o que quer ler).

Esse é o verdadeiro controle social. Não que eu seja contra uma mudança nas Leis para enquadrar esses criminosos especializados em caluniar, difamar e incinerar reputações que atuam no PiG travestidos de "jornalistas" e "colunistas". Pelo contrário. Qualquer pessoa bem informada sabe que em países ditos do primeiro mundo, metada da redação da Veja e da Folha de S.Paulo, além de seus donos, já estaria na cadeia faz tempo - ou no mínimo, tendo que vender as cuecas e as calcinhas para pagar multas e indenizações.

Mas o outro "controle social" é uma coisa que venho falando há anos. Somos nós quem devemos dizer a essa mídia corrupta e venal o que queremos ver ou não.

E ainda deixo uma provacação final: quanta gente por aí é de esquerda, filiada a partidos políticos como PT ou PCdoB, e ainda assim assina ou compra religiosamente lixos tóxicos como Veja, Folha, Estadão e afins e assistem diariamente o Jornal Nacional? A desculpa de que "precisamos saber o que o inimigo pensa" não cola (exceto, é claro, para aqueles que precisam fazer isso profissionalmente). Existem mil outras formas de saber o que eles pensam, e depois detoná-los, sem precisar dar o nosso dinheiro para eles!

A melhor maneira de "atacar" o PiG é deixá-lo morrer na praia ou, como dizem os defensores do capitalismo, falir. Esse foi o recado de Dilma.

Já começou bem a nossa presidenta!

Clique aqui para assistir à entrevista dela no Jornal da Record.

3 comentários:

Cybershark disse...

Lux, será que com ampla maioria no Congresso e no Senado ano que vem não chegou a hora de tentar algo como aquela "Ley de Medios" argentina que o PHA tanto defende?

Em tempo: confira no link abaixo o vídeo de Sonsinha Francine choramingando e dando pití pela derrota de Zé Chirico.

http://www.youtube.com/watch?v=xE2WO5nmWk8

Anônimo disse...

Uma coisa muito ruim, é nao ter jornaloes ou ate jornalzinhos (impressos ou na tv aberta) q prestem, acho q o Jornal da Record até q pode chegar a ser uma opcao (as vezes acho q exagera tentando imitar aqueles formatos caricatos do jornal da redebobo) agora, no nivel da falha ou do estafao, quem gosta de ter um jornal impresso nas maos nao tem opcao mesmo, longe de UK ou outros gringos(até argentinos) onde realmente existe opcao para quem nao suporta cobertura direitistas,acho que só resta esperar suas quedas com o tao anunciado fim dos newspapers!!!! (pelo menos aquilo q virou o carioca jornaldobrasil desapareceu sem deixar saudades....)

juçânia disse...

Concordo!Aqui em casa já tomamos essa atitude. Na televisão assisto aos telejornais da Band e Record. Quanto aos jornais, assinavamos o Diário Catarinense até o início da campanha. Pedimos a interrupção da assinatura.
Nos telefonam quase que diariamente para nos oferecer novamente. Mas a cada telefonema faço questão de fazer um discurso, dizendo o porquê que nunca mais comprarei o DC. Assim como interrompemos também a assinatura da NET, que aqui no sul quem comanda é o grupo RBS/Globo.
Não dói nada tomar uma atitude, posso garantir que dá um prazer danado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...