Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Escândalo: Gráfica da difamação é da irmã do coordenador de Serra

Isso confirma o que já era mais do que sabido, a candidatura de Serra está jogando sujo e imprimindo panfletos em todos os cantos da país para caluniar a campanha de Dilma. Ontem no Maranhão circulavam panfletos com seguinte teor: Dilma é lésbica.

- por Renato Rovai, editor da revista Fórum

Durante todo o dia de ontem tentei confirmar a informação que havia obtido de duas pessoas diferentes (uma do setor gráfico e outra próxima ao tucanato) a de que a gráfica Pana era da irmã de Sérgio Kobayashi, tucano e um dos principais assessores de Serra nesta campanha, como o leitor pode conferir nesta matéria do IG.

Kobayashi é simplesmente coordenador da infra-estrutura da campanha de Serra. E já foi seu secretário de Comunicação no governo do Estado.

Segundo a fonte do setor gráfico que me disse na tarde de ontem que Arlety Kobayashi era irmã de Sérgio, o buraco ainda é mais embaixo. No mercado, a informação corrente é de que Sérgio é o verdadeiro dono da gráfica, algo que a Polícia Federal poderia investigar a partir da dica deste blog.

Vejam bem, dica. Este é o tipo de coisa difícil de comprovar. Mas como disse, é isso o que circula por aí, segundo e que me foi dito por uma pessoa bem informada do setor.

Só não publiquei ontem que Kobayashi era o irmão de Arlety porque não consegui nenhum documento comprovando e nem ninguém que me falasse isso em on.

Como este não é um blog de boatos e difamações, decidi buscar a confirmação, mas hoje a Folha de S. Paulo de hoje circula com este dado.

Isso confirma o que já era mais do que sabido, a candidatura de Serra está jogando sujo e imprimindo panfletos em todos os cantos da país para caluniar a campanha de Dilma. Ontem no Maranhão circulavam panfletos com seguinte teor: Dilma é lésbica.

Kobayashi não é tucaninho lá dos cantos de não sei da onde. É da coordenação nacional da campanha de Serra.

Nem o mais ingênuo dos petistas, e há muitos, pode acreditar que o panfleto estava ali por obra do acaso.

Se achar conveniente o PT pode, inclusive, encaminhar a solicitação da impugnação da candidatura de Serra.

Acho, porém, que isso o tornaria vítima.

Quando ele tem sido exatamente o contrário.

A seguir, um trecho da matéria da Folha de hoje , que não explica quem é Sérgio Kobayahi.

Gráfica de tucana fez panfletos anti-PT

PF apreendeu 1 milhão de folhetos em empresa que pertence à irmã de um coordenador de campanha de Serra. Apreensão foi decidida pelo TSE após pedido do PT; assessor de Serra e a campanha do tucano negam ligação com caso

BRENO COSTA
DE SÃO PAULO

A Polícia Federal apreendeu ontem, por determinação da Justiça Eleitoral, cerca de 1 milhão de panfletos que pregam voto contra o PT devido à posição favorável à descriminalização do aborto.
A gráfica que imprimia os jornais pertence à irmã do coordenador de infraestrutura da campanha de José Serra (PSDB), Sérgio Kobayashi.

Arlety Satiko Kobayashi é dona de 50% da Editora Gráfica Pana Ltda, localizada no Cambuci, na capital paulista.

A empresária é filiada ao PSDB desde março de 1991, segundo registro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
O ministro do TSE Henrique Neves concedeu liminar para a apreensão dos panfletos atendendo a representação do PT para apuração de crime de difamação. O partido também pede investigação sobre quem pagou a impressão do material.

Sérgio Kobayashi atribuiu ontem a uma coincidência o fato de a gráfica Pana ter sua irmã como sócia. A assessoria da campanha de Serra negou qualquer relação entre o candidato e a produção dos panfletos, nem por meio de encomenda, financiamento ou indicação de gráfica.

“A campanha de José Serra não aceita a insinuação de conluio de qualquer tipo entre a atividade eleitoral e a Igreja Católica. É um desrespeito à Diocese de Guarulhos e à própria Igreja imaginar que possam ser correia de transmissão de qualquer candidatura. A Igreja Católica não é a CUT”, diz a nota.

Responsável pelo contato com a gráfica, Kelmon Luís de Souza afirmou que encomendou 20 milhões de panfletos em nome da diocese e que o dinheiro para a impressão veio de “doações pesadas de quatro ou cinco fiéis”.

--
Dia 31 de Outubro ( Domingo ) voto Dilma ( 13 ) , para o Brasil continuar mudando

2 comentários:

alex disse...

DOM BERGONZINI, O BISPO DE GUARULHOS, QUE COMBATE DILMA .. MAS NÃO COMBATE A PEDOFILIA NA SUA DIOCESE. JUSTO?

Dom Bergonzini, o bispo de Guarulhos, combate Dilma e não combate a pedofilia

Diocese do bispo que acusa Dilma tem grave caso de pedofilia


Dom Bergonzini, o bispo de Guarulhos que mandou fazer 21 milhões de panfletos clandestinos contra Dilma com a grana dos fiéis, deveria se preocupar com sua própria Diocese, em Guarulhos.

Ali, o padre Romualdo Nunes de Almeida, 43, da igreja São João Batista, é acusado de pedofilia e de manter relações homossexuais com o vendedor Diego Ferreira da Rocha, que tentou extorqui-lo.

O padre ficava horas a fio em sites de relacionamentos procurando crianças e rapazes, diz o acusado.

A matéria completa sobre este caso saiu no Jornal da Tarde (JT) de novembro de 2009. O bispo até agora nada disse sobre pedofilia. Está mais preocupado em ajudar Serra com calúnias sobre Dilma


Leia mais em: ¹³ O ESQUERDOPATA ¹³
Under Creative Commons License: Attributio

cesar a giometti disse...

E aí, não vai acontecer nada? Levantar calúnias não é mais crime? Isso precisa ser apurado e divulgado antes da eleição no dia 31.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...