Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

domingo, 20 de junho de 2010

Ricardo Melo: Eu sou brasileiro e patriota, por isso não preciso torcer contra a Argentina

Sim, nesse campeonato da África do Sul eu torço pela vitória do Brasil. Nesse e nos próximos. E espero que o Brasil ganhe. E, se o Brasil não ganhar, eu torço para que a taça venha para a América do Sul, seja Paraguai, Chile, Uruguai e “até mesmo” a Argentina!

- por Ricardo Melo

Sim, caro leitor, eu não tenho nada contra a Argentina. Aliás, muitíssimo pelo contrário. Conheço esse país, conheço vários argentinos, tenho amizade com vários deles. É verdade que essas amizades são do Orkut, são virtuais, mas elas existem.

Mas qual é a explicação para essa rivalidade tão presente entre o Brasil e a Argentina? Eu tenho toda uma teoria a respeito, então senta que aí vem História.

Todos sabemos que o Brasil – ao contrário de quase toda a América Latina – não conquistou a sua Independência política através de uma guerra de independência. Aqui, o que sempre prevaleceu foi o chamado “acordo entre elites”, esse tipo de estratégia que possibilitou que um monarca de origem portuguesa declarasse a nossa independência.

E qual é o problema disso? O problema é que – apesar de o Brasil contar com todo um enredo heróico e patriótico – nenhum dos fatos históricos que conhecemos nas escolas foi suficiente para emocionar e unir a população em um forte espírito patriótico ou marcadamente nacionalista. Até mesmo à nossa Proclamação da República, o povo assistiu tudo "bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava".

Nesse tema a coisa no Brasil é tão feia que alguém já me contou que o único evento recente que galvanizou toda a população em um espírito cívico e patriótico foi o movimento das Diretas Já. Sim, aquele mesmo que ocorreu e não deu em nada!

É isso, não quero dizer que o brasileiro desconheça totalmente o patriotismo. Mas me responda: quando é que você vê multidões de pessoas gritando o nome do Brasil, se vestindo de verde e amarelo, comprando bandeirinhas ou as pendurando na janela do carro? Isso mesmo, isso não acontece todos os dias, não acontece no 7 de Setembro, nem acontece todos os anos.

Isso só acontece de 4 em 4 anos, quando o Brasil disputa o Campeonato Mundial de Futebol. É isso! O que nos une em espírito patriótico é um campeonato de futebol! É isso o que mais nos irmana, mais nos emociona. Isso nos emociona mais do que o uso da mesma língua ou mais do que o nosso enredo histórico ou nossas datas nacionais.

Na falta de um fato realmente significativo e duradouro, um fato histórico que galvanize e emocione a população, dependemos todos da Copa do Mundo para expressar um intenso amor patriótico ao Brasil.

Agora eu vou chegar justamente onde queria. Esse patriotismo futebolístico do Brasil não é patriotismo coisa nenhuma. Você duvida? Então me responda: o que vai acontecer com todas as roupas, bandeiras, cornetas e com todas aquelas quinquilharias verde-amarelas se o Brasil for eliminado do torneio mundial? Isso mesmo, vão parar todos na lata do lixo. E poderão ressurgir de novo somente daqui a mais 4 anos.

Então é isso, estou cansado desse pseudo-patriotismo, dessa patriotada. Milhões de brasileiros torcem contra a Argentina no Campeonato Mundial, pois entendem que o nosso patriotismo é futebol-dependente. Todos sabemos que o futebol da Argentina é o verdadeiro páreo contra o Brasil. É justamente por isso que as campanhas publicitárias no Brasil focam tanto a rivalidade entre os dois países. Os marketeiros e comentaristas de futebol (um deles, me recuso a nominar) sabem que, dentro dessa visão pseudo-patriótica, de 4 em 4 anos a Argentina pode ser pintada como se fosse o rival ao nosso “espírito patriótico”.

Horrível isso, não é mesmo? Depender da Argentina para cultivar o espírito patriótico brasileiro é a maior estupidez do mundo que podemos fazer contra nós mesmos. E isso aconteceu em anos passados, está acontecendo agora e poderá acontecer por muito tempo. Desse modo, eu sugiro que mudemos a nossa visão a respeito dos nossos “hermanos”, todos eles, não apenas os argentinos.

O futebol argentino é rival do futebol brasileiro, não é rival da Nação brasileira. O que o Brasil realmente precisa é crescer, se desenvolver, progredir em cidadania e em participação política da base populacional. Tenho absoluta certeza de que isso tudo um dia nos levará a construir um novo enredo histórico. Um enredo que emocione verdadeiramente a população.

Enquanto isso, com ou sem um enredo emocionante, mesmo em termos de futebol, eu venho aqui declarar que tenho um forte espírito patriótico e sou nacionalista também. É exatamente por isso que torço pelo Brasil na Copa. Eu sou brasileiro e patriota, por isso eu não preciso torcer contra a Argentina. E também é por isso que torço pelas seleções de todos os outros países irmãos do Brasil. A não ser que um deles jogue contra o nosso time, é claro...

9 comentários:

juçânia disse...

Perfeito!!!

turquinho disse...

Concordo com o texto. Moro na fronteira com Uruguai e perto da Argentina e acredito que a midia ´é que deturpa nossas relações com os hermanos....Torço para o Brasil, mas se não der torço para todos os latinos americanos pois a America latina é de todos nós...

Ludmila disse...

Finalmente alguém fala alguma coisa coerente à respeito da Argentina. Adoro a Argentina, seu povo, seus vinhos e culinária. Que bobagem isso de demonizar nossos irmãos do sul, inclusive acho que o Maradona é mais humano que o Pelé, qe rejeitou a própria filha, motivo muito mais do que justo para entregar ao Maradona o título de rei do futebol.

dil disse...

Caro André,

tá lá no blog..

Gigante acusa o golpe:

Globo é forçada a publicar carta dizendo que não está contra a seleção.

Anônimo disse...

Chega dessa idioticve fascista de q, se for latino americano, nao merece apoio.

Sim, vou de AL, qlqr time, meu sangue ferve é por aqí.

Via a Argentina!

Viva o Paraguai!

Viva o Uruguai!

Viva o Chile!

Á merda c/ a Rêde Esgôto e seus clichês antí nosso povo - nossa gente!

Inté,
Murilo

beatrice disse...

Excelente texto.
Já morei na Argentina, sempre fui muito bem tratada em qualquer cidade do país.
Essa patriotada de alimentar uma rivalidade só serve aos interesses norte-americanos na AL.
Dividir para reinar.

Anônimo disse...

Perfeito,André!!como argentina, morando no Brasil faz muiiiito tempo, poucas vezes encontro essa lucidez. Amo o Brasil, amo a Argentina. Na Argentina também tem muitos idiotas torcendo contra o Brasil, torcida que se justifica, como bem vc disse, só no caso de um encontro entre os dois.....aí eu quero sumir!!!!
Abraços. Nora Cúneo

Edson Augusto disse...

Obrigado pela aula e por traduzir meus sentimentos patrióticos. Acho que o auge do antipatriotismo foi-nos dado pela mais recente ex-presidente quando disse que nosso 7de setembro é uma palhaçada. Quanto à camisa verde e amarela, pretendo usá-la, com o número 13, no dia 3 de outubro.

Luis Henrique disse...

Eu 'quase' assino embaixo, pois é justamente por causa desse pseudo-patriotismo que só acontece durante a Copa do Mundo que eu torço pra Argentina, pro Uruguai, ou que dê 'zebra' mesmo e alguma seleção ganhe a Copa pela primeira vez!

É muito triste quando um povo só se lembra da Nação quando tem Copa do Mundo. Ano passado a República fez 120 anos, aniversário 'redondo', e ninguém lembrou. Mas nos 40 anos do tricampeonato, ah sim, a mídia fez questão de fazer matéria bonitinha, toda sorridente.

A seleção brasileira, a CBF, estão pouco se lixando pro povo brasileiro. Futebol é apenas um negócio. Hoje quem escala o time não é o técnico, mas os patrocinadores - Nike, Coca-Cola, AB InBev, Samsung, Oi... e a seleção brasileira é a 'marca' que mais dá lucro pra máfia da FIFA.

O pior é a artificialidade disso tudo. Não saiu uma pesquisa que revelou que, maior que a torcida do Flamengo, são as pessoas que não tem time do coração (25%)? Será que dá mesmo pra chamar o Brasil de 'pátria de chuteiras'?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...