Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

terça-feira, 27 de abril de 2010

(Atualizado) Vergonha alheia: Plano Diretor da Prefeitura de Jundiaí tira nota 3.2



A ONG "Voto Consciente", por meio do seu portal no Cidade Democrática, fez uma avaliação do Plano Diretor proposto pela Prefeitura do PSDB para Jundiaí. A ONG avaliou a ação da Prefeitura baseado numa série de requisitos exigidos pelo Estatuto das Cidades em relação à participação popular na elaboração do PD e chegou à nota de 3.2. Em resumo, isso quer dizer que o Plano Diretor existe, mas não foi nada participativo. Grande novidade, em se tratando de PSDB no governo, não? Para eles, o povo só serve para votar - e desde que votem neles, é claro!

Clique aqui para ver o relatório completo da ONG.

Leiam abaixo o relato de Henrique Parra Parra Filho, da ONG Voto Consciente.

Prefeitura de Jundiaí tira nota 3,2 na condução do Plano Diretor

8 em itens tiraram nota zero. Nova revisão é prometida para começar em Julho.

- por Henrique Parra Parra Filho, ONG Voto Consciente

Nesta segunda-feira (26/04) o Movimento Voto Consciente Jundiaí (grupo apartidário composto por voluntários que, desde 2006, acompanham todas as sessões ordinárias da Câmara) lançou uma avaliação do processo de revisão do Plano Diretor municipal.

A partir de 17 itens de lei que deve ser seguida por todas as prefeituras do Brasil, pudemos saber com mais clareza se nosso Plano Diretor foi realmente participativo e quais os erros e acertos de nossa Prefeitura na condução desse processo.

A nota final foi 3,2 - no velho e conhecido "de zero a dez". Para fazer essa análise acompanhamos todas as principais ações da Prefeitura nos últimos quatro meses, não perdemos uma reunião sequer do COMDEMA, organizamos todas as matérias de jornais sobre o tema e ainda dialogamos constantemente com a Prefeitura, recebendo informações que nos serviram de base.

Enfim, tudo isso foi falado e debatido ontem. Buscamos ser objetivos e claros nos breves 5 slides (http://docs.google.com/present/view?id=dcbkb9wf_13gfrwqphc) que compõem essa análise cidadã, feita por jundiaienses comuns que querem ter voz ativa e mostrar a importância de um Plano Diretor Participativo. Como nos disse Nabil Bonduki ontem, o Plano Diretor é um instrumento de Estado, não de governo. Deve ser o plano da cidade que seus cidadãos querem para daqui 10, 15 ou 20 anos.

Agora chegou um momento importante. De avaliarmos essa nota juntos e cada um com seus valores, conhecimento e recursos, para que possamos, a partir de nossas redes de amigos, familiares e conhecidos, cobrar que a próxima revisão prometida para julho deste ano não cometa os mesmos erros desta que passou.

Estão todos convidados para apontar problemas, criar propostas e participar (apoiando e comentando outros tópicos) sobre o Plano Diretor de nossa cidade. O link é este (http://www.cidadedemocratica.org.br/topicos/tags/1040/relevancia) e já são 69 pessoas envolvidas. Basta um simples cadastro! É nossa ferramenta de gestão democrática da cidade.

4 comentários:

Anônimo disse...

André, você conhece o Henrique Parra, do Voto Consciente? Eu estudei com ele no colegial!

André Lux disse...

Conheço o Henrique desses eventos.

Ricardo disse...

Pode esperar que logo os tucanóides vão começar a xingar os comunistas sujos que não sabem avaliar as magníficas ações da perfeitura.

Anônimo disse...

Seus comunistas sujos, vocês não sabem avaliar as magníficas ações da prefeitura!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...