Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 31 de março de 2010

A estupidez humana não tem limites: ¾ da população vendo Big Brother?

- por Eduardo Guimarães

Custei a acreditar nestes olhos cansados que a terra há de comer ao ler no Twitter que simplesmente ¾ da população brasileira passaram a noite de ontem grudados aos seus televisores assistindo à final do Big Brother Brasil.

Não saberia descrever precisamente o que senti naquele momento. Poderia ser revolta, mas acho que foi tristeza.

Parcela tão significativa do povo jogando algumas horas de sua vida fora, unida em uma torcida inexplicável por uma cretinice completa, para que algum daqueles seres absolutamente inúteis como exemplos de qualquer coisa enriquecesse sem fazer força.

Um povo tão carente de cultura deveria estar recebendo informações e entretenimentos que estimulassem a evolução intelectual e elevassem o espírito, mas se vê tão assolado pela mediocridade midiática que até dentro daquele jogo patético acabou fracassando.

O único integrante daquele programa que conheci, tendo sido por força das cretinices homofóbicas que proferiu sobre formas de transmissão da Aids, venceu uma votação que congregou espantosos cento e cinqüenta milhões de brasileiros, segundo a Globo.

Aliás, pensando bem, faz sentido. Quem melhor representaria o espírito daquela atração deprimente? Faz bastante sentido. O que não faz sentido nenhum é quase uma nação inteira parar para ver aquilo. Isso é muito triste.

16 comentários:

Cezar disse...

Caro Lux:

Não precisa levar tão a sério este número de 150 milhoes de votos. Os palhaços que se dão ao trabalho de participar dessa merda podem votar quantas vezes quiserem. A Susana Vieira, por exemp-lo, votou "mais de 20 vezes" para derrotar o Dourado, em paredão anterior. Outra: não conheço ninguém que assista esta porcaria de verdade. As pessoas ficam sabendo do que acontece devido ao intenso bombardeio midiático em cima do troço, com entradas a qualquer momento no meio da programação, tanto da Globo quanto de seus concorrentes, estes pegando uma caroninha através de seus programas de "celebridades".

ateísta disse...

Só critico ao uso do Homer Simpson porque até ele que é um Imbecil completo tem mais Inteligência que a maioria dos brasileiros mas convenhamos: o "dourado" é realmente o Filho do Brasil.

Anônimo disse...

Mais do que desalentador,é desesperador!!
Dia desses,tive que ouvir uma colega de faculdade dizer:"eu nao gosto do big brother,mas,tenho q assistir,senao nao vou ter asunto pra conversar com ninguem".
Tive vontade de chorar!!

Ricardo Melo disse...

Num desses "jornalixos" de Jundiaí um sujeito escreveu uma coluna inteira discorrendo sobre o porque ele assistiu o BBB.

O negócio da direita é esse mesmo: investir na imbecilização em massa.

Professor disse...

Se você acha isso triste, imagina então ouvir de sua própria mãe a mesma desculpa e ela ser uma professora.

Anônimo disse...

Minha esperança é que com a obrigatoriedade do ensino de sociologia e filosofia ,esse processo de imbecilizacao seja revertido,apesar do desespero da veja!!

Mack disse...

Concordo com um montão de coisas ditas, alerto sómente para o fato de que não são 150 milhões de espectadores, são 150 e poucos milhões de votos. A forma de votação pela internet permite um número infinito de votos pela mesma pessoa. É isso, fica só a correção.

Érico Cordeiro disse...

Meu bom André Lux,
Frase atribuída a Delfim Neto, por quem nutro uma certa simpatia, apesar de sua estreitíssima ligação com a ditadura militar e de ter sido um dos signatários do infame AI 5:
"Deus limitou a inteligência das pessoas, mas parece que não lhes limitou a burrice"!
É o supra sumo da estupidez imbecilizada ou da imbecilização estúpida, escorrendo como um esgoto visual a céu aberto e se derramando sobre as milhões cavidades cranianas ocas que povoam o nosso amado Brasil varonil.
A direita midiática é sádica, mas o povo também compactua com esse sadismo - a velha história da servidão voluntária de La Boétie se repete em tom de farsa!
Abraços pesarosos e viva o lirismo derramado de Truffaut e Coltrane, pois resistir é preciso e conserva a sanidade!

Sandro Stahl disse...

Eu não acredito que 3/4 da população parou pra ver essa droga. Isso é conversa mole da globo, ouvi falar que a cada ano a audiência diminui, a globo mais uma vez, só pra variar, está mentindo.

Arthur Rotta disse...

Sandro Stahl,

Difícil crer em 3/4, até mesmo porque se isso se baseia no n° de votos de fato não procede, pois é possível votar mais de uma vez;

Agora de qualquer forma deve ter tido uma grande audiencia, sem dúvida nenhuma.

Também não acho que seja fim do Mundo o povo gostar de assistir o Big Brother, a vida não é só política e/ou reflexão filosófica, embora estas sejam de importância capital pra um povo zeloso de sí próprio.

A quem deposite - como eu - sua dose de alienação no futebol, outros preferem novela, big brother etc.

Se pensarmos bem, é preferível o BBB do que o Casoy, pois aquele se pretende entretenimento, e só, e este?

André Lux disse...

Só não consigo entender como é que um bando de idiotas falando imbecilidades e participando de provas ridículas pode ser considerado "entretenimento"...

Victor disse...

A solução é aumentar o controle do estado sobre os meios de comunicação. As emissoras deveriam ser orbigadas a exibir programas de elevado teor cultural e que estimulassem a consciência social das pessoas. É lamentável que uma pessoa gaste uma hora na frente da TV assistindo BBB enquanto poderia estar assistindo docuemntários edificantes sobre a história dos movimentos sociais ou sobe a luta dos operários no século XVIII.

Anônimo disse...

A votação era feita por computador, e teve cara que votou mais de mil vezes.

Julianne Maia disse...

Seguinte. Essa "mazela social" não é privilégio do Brasil. O BBB é uma invenção dos Países Baixos, que até onde sei, é um país desenvolvido e não considerado "carente de cultura". Não é essa a questão. Qual o problema de assistir vez ou outra o programa? É uma "novela" da vida real, agora vem me dizer que tu assiste a TV Educativa (no RS, TVE)? Que aliás, é do governo. E nos comentários, associar um programa de TV de baixa qualidade à estratégia de Direita? Isso é um absurdo, levar tudo para o lado político. Ver como as pessoas se comportam, é pra isso que as pessoas assistem Big Brother. Daí chega um pseudo-intelectual de QUINTA, tu comenta algo, e ele diz com ar irônico: não assisto esse programa. E você, o que faz pra melhorar o quadro do Brasil? Escreve num blog tão elitista quanto! Tens todo o direito, mas também tenho o direito de expressar a minha opinião.

André Lux disse...

Se vc acha que é elitismo não ver um programa onde um bando de idiotas ficam proferindo idiotices e fazendo provas ridículas para tentar ganhar dinheiro, então tá. Inteligente é você que assiste...

Anônimo disse...

Não vejo TV. Há um aparelho em casa para minha mulher que ainda não se convenceu da inutilidade mas vai chegar lá se Deus quiser.É só raciocinar, o que desejo a todos os que estão emburrecidos pela esperteza dos produtores.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...