Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

domingo, 1 de novembro de 2009

Preconceito pouco é bobagem - Parte 2: Vejam a fina flor do pensamento da direita tupiniquim

O meu texto recente sobre a indecente matéria publicada na capa do "Jornalixo de Jundiaí", que julga as pessoas pela sua aparência e origem social, gerou vários comentários de jagunços da direita tupiniquim (quase todos anônimos, é claro) que valem a pena serem registrados para que sociólogos, filósofos e psiquiatras possa estudá-los mais a fundo. Leiam e divirtam-se com o que existe de mais tosco, primitivo e ridículo no ser humano!

"Anônimo disse...
Você já está bem grandinho para saber que nem todo desocupado é um indigente."


Esse aí além de preconceituoso é burro, pois não sabe nem o que quer dizer a palavra indigente. Ele acha que é um palavrão e que ser indigente é um crime, no mínimo. Uma simples consulta ao "pai dos burros" teria poupado o nosso amigo fascista desse vexame. Não é à toa que eles escondem seus nomes, não?

"Anônimo disse...
Claro, claro, qual o problema de manguaçar na praça pública em pleno dia útil? Eles só estavam ali esperando o Bolsa Família cair na conta da Caixa."


Esse covardão anônimo, além de preconceituoso, é também ignorante. Primeiro, porque não sabe como funciona o Bolsa Família. E segundo, porque não sabe que o seu partido, o PSDB, baixou uma diretiva que dita que todo direitista neoliberal deve agora elogiar os programas sociais do Lula, caso contrário seria suicídio eleitoral. Clique aqui para ler essa notícia: PSDB sem rumo agora vai elogiar programas sociais de Lula!

"Cidadão disse...
Provavelmente os caras tavam ali só esperando uma oportunidade de roubar alguém, praça publica não lugar de vagabundar!"

O "cidadão" acima é o público alvo preferencial do "Jornalixo de Jundiaí": julga as pessoas pela aparência e acha que todo pobre que bebe pinga é ladrão. Preconceito pouco, é bobagem...

"No fim do ano passado um grande amigo meu chamado Roberto Togni foi assassinado covardemente em frente a praça da bandeira por esse tipo de individuo que está estampado na foto do JJ, ele voltava do Extra com 2 sacolinhas com comida para dar as seus 2 filhos pequenos, de 7 e 5 anos, um cara trabalhador, de bem, a pergunta é André Lux, porque você não defende o pai de familia, que trabalha o dia todo para sustentar os filhos e sim esses vagabundos que ficam bebendo e matando gente? Escroto! Wilson Tosseto, Vianelo."

Esse aí teve coragem de assinar o nome. Menos mau (se bem que vai saber se é mesmo um nome verdadeiro). Não há muito o que dizer: é preconceito puro. Para o "Wilson", todo pobre que bebe pinga deve ser um assassino, igual aos que mataram o suposto amigo dele (aqui se vê a falta de ética e limites do direitista, que usa uma suposta tragédia real para fazer valer suas crenças políticas reacionárias). Eu inclusive perguntei a ele se tem provas de que os sujeitos da foto do jornal são os mesmos que mataram o suposto amigo dele, afinal essa é uma acusação grave. Até agora não houve resposta.Ah, só para vocês terem uma idéia do tipo de gente que esse sujeito representa, instantes depois dele ter "vomitado" em meu blog, postou uma mensagem no blog do deputado Pedro Bigardi (só que dessa vez anonimamente) questionando-o sobre "o que achava do seu assessor André Lux defender bandidos e assassinos". O que vocês acham? O "Wilson" estava mesmo querendo saber a opinião do nobre deputado ou estava tentando prejudicar o trabalho de prestação de serviços que realizo para o parlamentar? E eu é que sou escroto...

"Anônimo disse...
Ô André. meu doce socialista,logo você a favor da privatização do espaço público pelo lumpem proletariado desorganizado,vagabundo e improdutivo, desprovido de consciência de classe? Náo foi isso que titio Marx ensinou."


Vejam que pérola esse anônimo covarde defecou em meu blog! Além do óbvio preconceito e elitismo de fazer inveja ao titio Adolf Hitler, ele ainda demonstra estupidez galopante, ao achar que defender o direito de uso de uma praça pública para toda a população é sinônimo de "privatizar" o espaço! E ainda cita Marx num contexto no mínimo bizarro, provando que das duas uma: ou nunca leu uma linha do que o pensador escreveu ou leu e não entendeu nada! No final das contas, não há nada mais engraçado do que um alienado boçal convicto!

15 comentários:

Anônimo disse...

Seu escroto, você acha que sou algum moleque que represento "a" ou "b"? Eu sou povo, assim como a fámilia do Roberto foi prejudicada por pessoas como essa ai da foto a sua também poderia, e se quiser debater isso comigo ao vivo seu escroto é só ir até a vidraçaria da familia bigardi no Vianelo e perguntar sobre mim, eles vão apontar onde moro, e se postei no site do Pedro é pq realmente quero saber a opinião dele, porque a cada dois anos recebo ele em minha casa e peço votos para ele, dessa vez vou pensar direito em quem votar, porque ao lado dele pelo visto só tem escrotos.
Se quiser saber mais sobre a familia e ir até lá para ajudar leia a matéria do link. Vamos ver quantos votos o direitista aqui consegue para o Pedro e quantos você consegue.

http://www.portaljj.com.br/interna.asp?Int_IDSecao=7&Int_ID=64338

Escroto!!!
Wilson Tosseto
7325-9409

Cybershark disse...

Esses "pais de família" da classe mé(r)dia alienada são preconceito puro. O que eles diriam se o tal jornalixo os fotografasse bebendo umas no restaurante "chique" que eles frequentam pra posarem de fodões e manter as aparências (enquanto escondem que estão cheios de dívidas pra quitar) só pra depois botar uma legenda dizendo que são vagabundos?

André Lux disse...

Sr. Tosseto, seja lá quem for, não tenho medo de ameaças e elas não serão suficientes para calar-me. Apenas demonstram o tipo de pessoa que é e ficam muito feias em alguém de que se autoproclama um "cidadão de bem" (sic).

Pode continuar frequentando meu blog assiduamente se assim desejar, porém guarde suas opiniões cheias de ódio e preconceitos para o sr. mesmo ou para serem transcrevidas no PiG local. Aqui não serão mais publicadas. Passar bem.

Paulo disse...

André, por falar em preconceito como a "elite" do nosso pais pensa:

http://www.youtube.com/watch?v=sqSQuSVFTBg

é nojento o preconceito no nosso país.

Cybershark disse...

Deixa ele publicar as opiniões dele estilo "prendo e arrebento" à vontade, André. Eu acho bem engraçadas, por sinal. O cara deve assistir Datena todo dia, hehehehe! Será que esses "pais de família" ainda não perceberam que o jeito de fazer jornalismo na Web é diferente? Acabou aquela maré de opinião única, meus caros.

Ricardo Melo disse...

Quer dizer que o "Sr Tosseto" acredita que os desocupados da foto são assaltantes?

Ou ele sustenta que todo desocupado da praça da Matriz deva ser eliminado do local, pois seria um "criminoso em potencial"?

É impressionante essa "lógica", essa "linha de raciocínio", se é que podemos definir assim...

Sou obrigado a PARECER presunçoso: conheço alguns países além do Brasil. E em nenhum deles os "desocupados", sem-teto, homeless ou "manguaceiro" são considerados criminosos ou mostrados pela mídia como "sujeira" a ser "eliminada" dos logradouros públicos.

Já vi "manguaceiro" no Uruguai, na Argentina, na Áustria, na Alemanha.

Na Alemanha, é "batata" (só falta a cerveja): você chega em uma cidade pela estaçã de trem central (Hauptbanhoff) e pronto: lá estão os "manguaceiros", enchendo a cara.

Há "manguaceiros" e drogados por todos os lados e no centro de Jundiaí também.

E o fato de "manguaceiros" estarem na praça sem camisa e bebendo não configura crime.

A não ser que eles cometam algum crime, é óbvio.

Gente assim é geralmente caso de saúde e não de polícia. Todas as famílias têm casos de "manguaceiros" e drogados.

Atire a primeira pedra que não conhecer um caso assim.

Agora, dizer que todo manguaceiro que deita na praça sem camisa assaltou a, b ou c; isso é, no mínimo, um exageiro.

Jundiaí terá sempre "manguaceiros" por aí, na praça, dentro das casas das famílias, "adaptados" ou não.

A truculência e a falta de capacidade de identificar os problemas reais também vai existir para sempre, em Jundiaí e no resto do mundo.

Agora, uma imprensa de nivel tão sofrível como a jundiaiense, isso é caso de destaque. O mundo se curva à nossa cidade.

zejustino disse...

Ô Wilson! Você vive com essa "coisa" aí na boca o tempo todo? Você repetiu a "coisa" quatro vezes, sô!

Ah! Há muito tempo eu queria conhecer o "povo". Agora que conheço, vou procurar as "massas" (serão gemeas, trigemeas, homonimas, heteronimas, visigodas ou drosófilas?).

Luis Henrique disse...

André,

Vou puxar sua orelha desta vez - você sempre pega algumas charges do Mike Reed para ilustrar seus posts, mas elas não tem assinatura, portanto um leitor ocasional (eu achei por acaso) do seu blog não tem como saber a origem deste material, um bem-humorado estudo sociológico do comportamento internético.

Por que você não põe um link permanente na coluna da esquerda?

Um abraço

Antonio Carlos disse...

Mais um caso de preconceito:

http://www.youtube.com/watch?v=sqSQuSVFTBg&feature=player_embedded

Está no Blogue: http://mariafro.wordpress.com

Itárcio disse...

André, parabéns pelas postagens, coerência e coragem.
Seu blog é uma das pérolas que surgiram com a net.
Sinto você ter que conviver com "pessoas" que despejam ódio ou invés de argumentos.
Um grande abraço!

João Aguiar disse...

Estou me divertindo com o nível dos reaça, a burrice é genética ou congênita, rs ?

Cybershark disse...

Estou com o João Aguiar. Deixa o reaça se expressar à vontade. Vetar comentários não é a praia da esquerda, e além do mais nessas tentativas de ameaçar ou descer o nível o sr. Tosseto está, no máximo, conseguindo despertar o riso alheio...

André Lux disse...

Acho que se alguém me chamar de "escroto" novamente eu vou derreter, igual à bruxa do Mágico de Oz!!

Anônimo disse...

Esse tal de Tozeto aí não engana ninguém. Tá na cara que é um tucanão de marca maior que vem com esse papinho mole de 'sou eleitor do deputado de esquerda mas por sua causa não vou mais votar nele'. E ainda por cima é grosso, truculento e desrespeitoso. Se um político de esquerda for se importar com o que pensa esse tipo de gente está lascado!

Antonio Carlos disse...

Então no link que o Sr. Tosseto indica, uma moradora vizinha da Casa Santa Marta, faz a mesma coisa que o Chefão Mazzoni do J.J. faz, empurra o problema para longe do Centro. Para ela o problema é de geografia não humano.

Beleza, mais preconceito.
Perto da minha casa? Não pode.
Perto da sua? Tudo bem é sua mesmo.

A reportagem mostra mais um pouco da incompetência do PSDB.

Posso entender a indgnação do Sr. Tosseto, mas não concordo que ele acuse os cidadãos da foto, pois não os conhece.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...