Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

terça-feira, 11 de agosto de 2009

A queda de Marina Silva para a direita: O mesmo velho e surrado roteiro reacionário está de volta

O problema do sujeito que é de direita, portanto conservador e reacionário, é que essa postura o impede de progredir e de melhorar sua mentalidade. Afinal, como pode alguém que "quer voltar para trás" e "conservar as coisas como estão" subir degraus na evolução humana?

Não dá, pois para isso a pessoa precisa, em primeiro lugar, ter humildade em reconhecer é falível e que, por mais que tenha adquirido conhecimentos, nunca vai saber tudo. É aquela velha máxima dita, se não me engano, por Aristóteles: "Quanto mais eu aprendo, mais vejo que nada sei". Só foi possível para o ser humano progredir porque alguns buscaram por novos conhecimentos e questionaram o mundo que os cercava, caso contrário todos ainda moraríamos em cavernas e comeríamos carne crua com as mãos.

Obviamente, por mais que o Homem progrida, ainda existem aqueles que gostariam de fazer as coisas voltarem à época das cavernas, quando tudo era decidido na base do porrete. "Naquele tempo que era bom, não tinha essas frescuras de democracia com pobre votando e direitos humanos!", certamente vociferam entre dentes nas saunas de seus country-clubes.

Enfim, estou dizendo isso porque é muito engraçado ver como os reaças e os conservadores montam suas estratégias políticas. Elas são sempre iguais, afinal os caras são conservadores e não têm nem como querer mudá-las, ainda mais quando deram certo por anos e anos a fio.

É só a gente ver o caso da senadora Marina Silva. Descontente com alguns rumos do governo Lula na questão ambiental e certamente enraivecida por ter sido preterida pelo presidente no Ministério, ela está cedendo à vaidade e ao rancor e se deixa manipular por políticos vira-casaca como Fernando Gabeira que, a mando do imperador de São Paulo, José Serra, seduzem a senadora com promessas de mimos e, vejam só, uma vaga para disputar a cadeira de Presidente da República.

Com o ego inflado e a visão turva, Marina Silva já anuncia pomposa que vai deixar o Partido dos Trabalhadores e se lançar na aventura solo em algum outro partido, provavelmente o PV. Cega pela vaidade e por desejos de vingança, aoa invés de tentar usar sua influência e trajetória para tentar melhorar aquilo que não gosta no PT ou então mudar para outro partido realmente de esquerda (como o PCdoB, por exemplo), a nobre senadora inicia o triste processe de jogar sua história no lixo para se deixar usar como ferramenta de otária da aliança de extrema-direita tupiniquim, encabeçada pelo Vampiro do PSDB, a fim de única e exclusivamente tentar prejudicar a candidatura do sucessor de Lula - provavelmente Dilma.

A estratégia da fascitada reacionária é velha como andar para trás. Já fizeram isso dezenas de vezes só nos últimos anos com personagens diversos. Para alguns, ofereceram redenção, para outros mimos, enquanto para uns cama, mesa e banho. E muitos esquerdistas, por ingenuidade, ganância ou canalhice mesmo, mostram suas verdadeiras faces e aceitam serem seduzidos.

Depois que vão para a direita, esses ex-esquerdistas passam automaticamente a serem tratados como "santos" pela mídia golpista - a mesma que só faltava chama-los de FDP antes de trairem seus ideais por um punhadinho de moedas. Ganham espaço positivo em revistas como Veja, tem seus perfis publicados com carinho pelos jornais da "ditabranda" e assim por diante.

Quando recebem críticas de seus ex-compaheiros, que traíram em troca de poder ou mimos, ficam indignados e ganham novamente todos os holofotes da imprensa corporativa para poderem falar mal das antigas agremiações que os acolhiam e que agora desprezam.

Tudo num roteiro préfabricado e com cheiro de naftalina que qualquer pessoa com dois neurônios funcionais percebe a quilómetros de distância. Já o resto, os paus mandados e principalmente aqueles panacas que não tem onde cairem mortos, porém deliram que fazem parte da "elite", comemoram a mais nova queda de um esquerdista e passam a louvar a nova "aliada" em seções de cartas de jornais e revistas e em comentários de blogues e afins.

De minha parte, sinto pena dessas pessoas que se deixam seduzir (ou comprar) por quem representa o que há de mais podre em nossa sociedade e desprezo por aqueles que, graças às suas memórias seletivas e mentes primárias, são incapazes de perceber que apoiar gente assim é sinônimo de dar um tiro no próprio pé enquanto riem como uma hiena depois de um banquete de carniça.

Para os primeiros, a história reservará um triste espaço para seus nomes. Já os segundos, continuarão vivendo na mediocridade de suas existências cheias de ódio, medo e rancor até sumirem sem deixar registros - exceto, é claro, em alguns blogues que permitem comentários anônimos...

E tenho dito, pô!

11 comentários:

Arthur Rotta disse...

Posso estar enganado, mas ao que me conste Marina é contra a descriminalização do aborto. Sendo isso verdade, creio que por si só, já bastaria para a deixar o PT. Não adianta ser ultra-ecologista se nas demais questões é conservadora. Afinal, o PT é socialista, é de esquerda em todos sentidos, mesmo que alguns digam que não.

Mauro Sérgio disse...

Evidentemente o Gabeira é o caso de ex-esquerdista clássico, caminho que parece estar sendo trilhado pela ex-ministra Marina Silva.

Mas é uma simplificação grosseira jogar todos os que estão à esquerda do governo, como é o caso do PSOL, nessa mesma vala pútrida.

Discordar do governo Lula não significa abraçar, de forma acrítica e simplista, o oportunismo da direita brasileira, como o Demo-tucanato.

Ironicamente, essa charge que tenta apresentar Heloisa Helena como a serviço da direita mostra pelo menos um grande coronel ( o ACM) que morreu como aliado do governo Lula.

pensem nisso

André Lux disse...

ACM nunca foi aliado do governo Lula. Nem em sonho.

Antonio Luiz Teixeira disse...

Como disse, André, esse filme todos já assistimos e várias vezes na nossa história, seja como petistas ou apenas de esquerda.
Marina, antes de pular para o fosso salgará a terra calmamente, para levar consigo tudo que possa e que julga lhe pertencer. Julga merecer indenizações, afinal foram 30 anos de luta. Isso era típico de faraós, ao serem mumificados. Triste e inútil sina.
Vá logo!

rafael lima souza disse...

A questão é que Marina silva acredita que se pode fazer um omelete sem quebrar os ovos. Ao inves de olhar o quadro geral e ceder em algumas areas para um bem maior, que é o desenvolvimento do brasil,se mostrou totalitaria em tudo que envolve meio ambiente.Não pode isso...não pode aquilo...não pode aquilo outro.Ai deu no que deu,governo nenhum aceita um só atrapalhando milhões.

Ricardo Melo disse...

Roberto Freire, Cristóvão Buarque, soninha, Heloisa Helena...

De um modo ou de outro, todos eles participaram da esquerda e no final entraram no jogo da direita.

Em outro excelente blog eu li que os canalhas que em sua vida traíram a Pátria, os seus amigos e - conjecturo eu - até mesmo o seu partido político têm um lugar especial reservado no Inferno, enterrados até o pescoço em uma espécie de lagoa congelada.

Nesse lugar devem estar o Marechal Petain, Calabar, Silvério dos Reis, Lacerda...e quem mais chegar.

Espero sinceramente que a Marina Silva não entre no jogo do PV, entidade acessória do PSDB de Serra.

Se isso acontecer, o Brasil verá manchada uma belíssima história pessoal e política.

Marina Silva tem todo o direito de tentar a presidência, com certeza não lhe faltam opções, ela não precisa engendrar um ato de traição.

E nós não queremos vê-la entrando na lista do Inferno Dantesco.

carlos disse...

e o pior, caro andré, além das más companhias rural-demo-tucanas, é levar gabeira a tiracolo e a bíblia debaixo do braço.
eu, hein?

Vera Pereira disse...

Marina é contra a descriminalização do aborto e, pior, criacionista. E como diz o Alexandre Porto: "Interessante é que ela se inclina a trocar o PT pelo PV logo após o episódio da tramitação da MP-458 (que regulariza terras na Amazônia) quando os verdes, principalmente na pessoa do deputado Fernando Gabeira, foram os principais interlocutores dos ruralistas na aprovação de um texto que ela tanto atacou. Não fossem os vetos do presidente Lula, sob pressão do PT e de alguns ministros, o texto aprovado na Câmara abriria as portas para todo tipo de grilagem. Ela sabe disso."
Vaidade e ressentimento, como a inveja, cegam.

San disse...

Considero, (humildemente), que 90% das coisas que leio aqui fazem sentido, tem coesão, etc.
Agora, às vezes, esse seu fanatismo cego em pról do PT me faz pensar duas vezes em aparecer por aqui de novo. Se dirigir dessa forma a uma pessoa como a Marina Silva é no mínimo irresponsável. Creio que é usar da mesma arma que os reacionários de plantão usamm pra pichar nosso presidente. Se ela realmente for para o PV, o que ainda considero improvável, ainda assim, ela deve ser respeitada por tudo que fem em prol do meio ambiente, lutando inclusive ao lado de chico mendes...

André Lux disse...

Marina merece respeito por tudo que já fez. Porém, se optar por jogar toda sua história fora para mudar para um partido que é ponta de lança do PSDB, não é culpa minha.

jrimoveis disse...

Acho a análise perfeita, mas considero a possibilidade da senadora ter entrado nessa realmente acreditando que poderia "refundar" o PV e emplacar uma terceira via em 2010, ou seja, ela foi no mínimo ingênua.

Cada vez mais sinto que ela "deu com os burros n'água". O PV é um mini PMBD e a principal ideologia deles é "não ter ideologia". Fazem negócio com qualquer e a qualquer preço. Ela não está conseguindo mudar isso e já deve estar se arrependendo do caminho que escolheu.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...