Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

O novo joguete da direita A rede Globo e Marina Silva

- por Altino Machado

Direto de minhas fontes na imprensa:

Orientações específicas da direção do jornal O Globo para a cobertura da campanha de Marina Silva: mantê-la presa ao tema ambiental, destacar todas as declarações que a contraponham a Lula e a Dilma, apresentá-la como uma candidata idealista, dar destaque a declarações de militantes e aprofundar a ruptura com o PT.

- Acaba de ser criada a "Editoria Marina Silva" - afirma uma fonte.

Já aconteceram duas reuniões informais -na quarta-feira e ontem- das quais os editores saíram dando dicas, o que evidencia tratar-se de um plano que vem de cima.

Querem inflar a candidatura dela, mas marcando-a como alguém fora da realidade. Mais ou menos o mesmo que fizeram com Fernando Gabeira na eleição do Rio. Também fizeram com Carlos Minc, chamando atenção para os coletes dele e esquecendo a questão ambiental.

No caso de Marina Silva, provavelmente vão dar destaque à questão ambiental para evitar levar o debate para o tema do modelo econômico.

No tema ambiental, tem saído várias reportagens nos jornais paulistas elogiando José Serra nessa questão, o que certamente equivale a uma vacina anti-Marina Silva.

A Justiça bloqueou as obras do Rodoanel em São Paulo por conta de irregularidade nos pagamentos, mas existem ações por questões ambientais obstruindo o projeto e os jornais omitem.

A ex-seringueira e ex-ministra do Meio Ambiente hoje já é manchete do Globo: "Marina diz que Lula é insensível a causas sociais".

A Rede Globo sabe o que está fazendo. É muito fácil marcar Marina Silva como uma mulher idealista e fora da realidade. Basta pinçar umas frases, como costumam fazer as editorias de política, ou entrevistar alguns dos assessores dela, ou mesmo o Fernando Gabeira.

Destaco agora a análise do jornalista Luciano Martins Costa sobre as pragas do ofício em "O jornalismo declaratório" - a íntegra está no Observatório da Imprensa:

"Marina entra no jogo

A senadora Marina Silva ganhou subitamente, como possível candidata à Presidência da República, uma exposição que a imprensa nunca lhe proporcionou nos cinco anos em que ocupou o Ministério do Meio Ambiente.

Ela é o tema da manchete do Globo nesta sexta-feira.

Mas não por conta de um plano de governo ou de uma entrevista na qual eventualmente explica por que considera importante disputar a sucessão do presidente Lula da Silva.

Marina é capa do Globo porque declarou – ou teria declarado – que o atual governo é insensível à causas sociais.

Como em todos os casos de jornalismo declaratório, seria arriscado analisar uma frase descatada sem conhecer o contexto em que foi proferida, mas pode-se arquivar o texto na pasta da campanha eleitoral de 2010.

Como se sabe, declarações de campanha eleitoral têm valor muito relativo: elas valem apenas no contexto da campanha.

Observe-se, por exemplo, as coleções de frases que os jornais resgatam anos depois que foram ditas, em contextos políticos muito diferentes, para tentar convencer o leitor de que tal ou qual declarante não tem coerência.

Embalada na oportunidade de ocupar espaço na imprensa por conta de sua saída do Partido dos Trabalhadores, Marina Silva trata de aproveitar a oportunidade.

Mas deve saber que suas frases serão pinçadas daqui a um tempo e expostas aleatoriamente, ao sabor das intenções dos editores.

Jogo duro

Essa é uma das grandes armadilhas nas relações de personalidades com a imprensa, e muito especialmente no caso dos protagonistas da cena política.

Uma frase dita hoje para justificar um rompimento pode ser usada daqui a alguns meses para criticar uma aliança.

Se Marina Silva quer conduzir uma campanha diferente do que temos visto por aqui, precisa começar a selecionar muito bem o que vai dizer na frente de jornalistas ou de interlocutores com acesso à imprensa.

O jogo em que ela está entrando admite caneladas e os árbitros são ao mesmo tempo chefes de torcida organizada."

16 comentários:

Vera Pereira disse...

Hoje de manhã, assisti a um trecho de um aparte da Marina Silva ao discurso do Pedro Simon (que não ouvi porque tirei o som para me poupar os ouvidos), em que ela não só ressaltou as políticas públicas e sociais do governo em geral, sublinhando a distribuição de renda e outros avanços, como declarou-se irritada com essa manchete do Globo, dizendo que tiraram completamente do contexto (ela até explicou, mas como não tinha lido a reportagem, não entendi). Disse que está mandando uma carta ao jornal para repor a verdade dos fatos. Quer dizer, ela já se tocou?

André Lux disse...

Das duas uma Vera: ou ela é muito burra ou muito ingênua...

André disse...

Se O Globo fosse um jornal honesto, colocaria em letras garrafais abaixo dessa manchete ridícula de hoje: "NÓS TAMBÉM SOMOS!"

Ricardo disse...

André, é impressã minha, ou vcs estão com medo da Marina?pow tá certo que ela pode ter errado em ter deixado o PT, mas ficar querendo massacrar ela antes mesmo da campanha eleitoral começar, parece jogo do PIG, deixa a Marina de lado, ela não vale essa campanha de difamação que vcs da esquerda estão fazendo, até porque a Marina não é de direita.

André Lux disse...

"Vocês da equerda". Humm... nós somos de esquerda mesmo. Isso quer dizer que você é da direita, né Ricardo? Enfim alguém com coragem de se admitir fascista! Parabéns!

ricardo disse...

André, eu pensava que vc uma pessoa com um minimo de sensatez, então quer dizer que todo mundo de direita é facista???Então seguindo essa lógica todo mundo de esquerda é comunista?e digamos que o comunismo matou tanta gente quanto o fascismo.

Vc nem teve a coragem de responder minha pergunta, vcs estão como medo da Marina?o que ela tem de tão forte?
ficar querendo denegrir a imagem dela não vai levar a lugar algum.

ps. Porque vcs insistem em polarizar o mundo em esquerda e direita?

André Lux disse...

O mundo está polarizado entre esquerda e direita. É a chamada luta de classes. Fico feliz que você tenha coragem de se admitir de direita. Coisa rara, hein! Parabéns!

Não respondo suas perguntas porque são idiotas e só visam tentar irritar quem é de esquerda. Quando eu tinha 17 anos era bobo assim também.

Ricardo disse...

André, e pelo visto vc continua bobo, rsrs

Prove que todo mundo de direita é facista, mostre-me uma unica prova, esse papo furado de luta de classes, não convence ninguem com mais de um neurônio. O Lula é tão rico quanto o serra, não me com esse papo de elite contra os pobres.
Vc não responde porque vc não tem argumentos fortes, vc só usa o surrado discurso da velha esquerda.
Porque eu teria vergonha de ser de direita? Vc tem muito orgulho de ser de esquerda, e os mitos da esquerda não eram santinhos(Fidel, PolPot, Lenin, Stalin e tantos outros ditadores).

André Lux disse...

Ricardo, você achar que eu sou bobo é um tremendo elogio. Desculpe se não dou bola para suas provocações infantis, mas é que tenho mais o que fazer, ok?

ricardo disse...

André vc não cai em provocações?seus argumentos são cada vez mais fortes, rsrs

todo direitista é fascista?

tenta só me responder essa, blz?

André Lux disse...

Num país como o Brasil, onde a maioria da população é pobre ou miserável, ser de direita é ser fascita sim. Feliz?

Ricardo disse...

Essa foi argumentação mais "incrivel" que eu já ouvi.

Que pensamento bonito, e porque ser de direita é ser fascista?

Quer dizer então, que vc acredita mesmo que a esquerda é o bem e a direita é o diabo?

Eu pedi provas cabais, e não mero pensamento socialista, vamos lá cara, eu acho que vc pode ser mais inteligente.

André Lux disse...

Mais inteligente que você?

Ricardo disse...

ainda estou esperando uma resposta inteligente.....

André Lux disse...

Faz assim: prova pra mim que ser de direita não é ser fascista aqui no Brasil. Enumere os valores que vocês defendem, suas causas, seus ideais, suas lutas.

A bola está em suas mãos agora.

Ricardo disse...

Caracas André, ou vc é ingenuo ou mais tolo do que eu pensava.

Vc afirma que ser de direita é ser fascista, eu peço provas e vc além de mostrar as provas, me pede para eu provar que vc está errado???

Me mostra as provas primeiro, depois eu te refuto. O onus da prova está com vc, vc fez a acusação, se vc estivesse diante de um um tribunal, vc seria obrigado a provar o que vc afirmou.Vamos lá, eu sei que vc consegue, mas eu quero provas mesmo e não discurso batido.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...