Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sábado, 29 de agosto de 2009

Mais perdidos que cego em tiroteio... PSDB sem rumo agora vai elogiar programas sociais de Lula!

Com o sucesso do governo de centro esquerda de Lula e o fracasso das tentativas golpistas e da doutrina neoliberal, o PSDB (Partido Só De Bacana) ficou mais perdido que cego em tiroteio.

Sem rumo, sem discurso, sem propostas, o partido dos tucanos em cima do muro decidiu que agora o negócio é elogiar os programas sociais do governo Lula!

Sim, você leu direito. Eles, que até hoje cedo, chamavam o Bolsa Família de "bolsa esmola" e diziam que o sistemas de cotas raciais era "racismo às avessas", agora vão passar a tecer loas a tudo isso. E ainda vão ter que afirmar o tempo todo que, se eleitos para a Presidência da República, não vão acabar com esses programas.

E tudo isso só porque os sábios tucanos perceberam que milhões de brasileiros tiveram suas vidas melhoradas por esses programas e, obviamente, não vão dar seus votos a figuras elitistas que achincalham justamente as ações que os ajudaram a sair da miséria ou ter uma chance de entrar na faculdade, por exemplo.

O mais legal de tudo isso é que de agora em diante coisas como Eliane "Ai gente!" Cantanhede, Danuza "Coringa" Leão, Miriam Leitoa, Reinaldo "Esgoto" Azevedo, Djando Mainardi e mil outros sabujos da tucanada vão ter que engolir o orgulho e passar a seguir a nova "agenda" eleitoral do PSDB e falar bem do Bolsa Família e dos pobres!

Já estou até vendo os papagaios da direita, profissionais e amadores, que adoram postar em blogs anonimamente ou com nomes falsos, entrando em colapso com a nova ordem da chefia! Vai aumentar muito o número de suicídios no bairro Jardins em São Paulo, no mínimo...

Agora, leiam a notícia abaixo e rolem de rir!

PSDB quer abandonar crítica a projetos de Lula

Estratégia é dar visão positiva sobre programas sociais e esquecer discurso da ''porta de saída''

O comando nacional do PSDB está orientando o partido a dar uma "visão positiva" dos programas sociais do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha eleitoral de 2010, afirmou ontem o presidente da legenda, senador Sérgio Guerra (PE). O parlamentar disse que a legenda não permitirá "nem de longe" a disseminação da ideia de que, se vencer, acabará com esses projetos - apenas o Bolsa-Família atende mais de 11 milhões de famílias. Segundo o senador, pesquisas mostram que as maiores dificuldades da legenda ocorrem em regiões onde há concentração dessas iniciativas do governo federal.

Agora, os tucanos deverão abandonar as críticas ao programa e reconhecer que seu desenvolvimento foi correto. "A orientação do partido é dar essa visão positiva dos programas, reconhecer os programas do governo Lula, elogiar o que têm de positivo e desenvolver propostas. Nada que tenha a ver com aquela história de porta de saída. Porta de saída é tudo que a gente precisa para se dar mal. Não é nada", disse Guerra.

Com medo de perder votos, o PSDB, assim, abandonará uma das principais críticas que fazia à área social do governo Lula - a de que seus programas tornariam os beneficiários dependentes da ajuda e sem alternativas para ter uma vida econômica sem ajuda do Estado. O senador comandou reunião da bancada federal tucana para discutir as eleições de 2010, no Hotel Sheraton Barra, da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio.

Guerra disse que todos ou quase todos os programas sociais foram inventados pelo PSDB (que governou o País de 1995 a 2002) e desenvolvidos pelo presidente Lula, com cujo governo acabaram identificados. "Achamos que o desenvolvimento foi correto. Isso é verdade", elogiou. "O que vamos ter é propostas para essa área social, muito precisas." Ele afirmou que, em 2006, no segundo turno, foi organizado no Nordeste um "projeto de massificação da ideia" de que o PSDB, se vencesse, acabaria com os programas sociais.

YEDA

Em análise reservada sobre a situação do partido nos Estados, Guerra avaliou que, no Rio Grande do Sul , onde a governadora tucana Yeda Crusius enfrenta acusações de corrupção, "acendeu a luz vermelha". O alerta foi causado por pesquisas eleitorais indicando que, no Estado, a pré-candidata presidencial do PT, Dilma Rousseff, ultrapassou o provável postulante tucano, governador José Serra, que estaria sofrendo desgaste por causa da crise política enfrentada pela governadora.

Uma assessoria do comando nacional tucano foi imposta a Yeda, revelou Guerra, que esteve recentemente com a governadora. "Ela precisa aceitar a ampla reforma de seu governo", disse, em exposição para os deputados e senadores.

No Rio, o lançamento da pré-candidatura de Marina Silva à Presidência pelo PV fez surgir novos problemas, segundo o senador. O PSDB não aceita que o deputado Fernando Gabeira (PV) seja candidato a governador com dois palanques - um com Marina, outro com Serra. Cerca de 30 parlamentares tucanos participaram do encontro, que começou na quinta-feira e terminou ontem. Do Estadão

2 comentários:

Tania disse...

Muito bem, André. Estamos firmes na luta contra essa raça imunda, ops, esses nobres senhores que querem voltar ao poder e acabar com todas as conquistas da era Lula. Mas não vamos deixar isso acontecer, não é mesmo?
Não estamos sozinhos e lembre-se: um mais um é sempre mais que dois!

Um abraço!

carlos disse...

eu quero é cegar se essa lorota dos tucanos em 2010 dará certo!
a mentira tem pernas curtas, meu camarada.

abçs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...