Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Credibilidade Nas Lonas: Blogosfera está detonando o PIG

.
Peguei a charge abaixo do blog Na Periferia do Império e acrescentei algumas outras logomarcas do PIG, para não dizer que falamos apenas da Veja...

(Clique na figura para vê-la em tamanho real)

terça-feira, 22 de abril de 2008

O próximo pode ser você: PIG vs Estado de Direito


(Clique na figura para vê-la em tamanho real)

O Eduardo Guimarães, presidente do Movimento dos Sem Mídia, escreveu um ótimo artigo sobre os abusos cometidos pela mídia corporativa no caso do assassinato da menina Isabella:

"É assustador como cada um que se une à turba histérica e sai dizendo que o caso está resolvido, como se fosse uma postura diferenciada e inteligente, quando não passa do mais puro exercício de irresponsabilidade que posso conceber, não percebe que está atentando contra um princípio da civilização que pretende proteger os cidadãos de injustiças, um princípio do qual qualquer um de nós pode precisar um dia."
Leia o texto completo no blog Cidadania.com

segunda-feira, 14 de abril de 2008

Rir é o melhor remédio: Sorte nossa que Soninha fugiu do PT

.
Para fechar essa história sobre o "chefe de gabinete" da Soninha, que já ganhou mais 15 minutos de infâmia do que sua mediocridade merece, vamos fazer um exercício de imaginação e rir um pouco.

Imaginemos que a Soninha não tivésse traído seus eleitores petistas e continuasse no partido quando seu pit-blogueiro de gabinete fosse desmascarado... Como seriam as manchetes do PIG no dia seguinte?

ESTRAGO DE S.PAULO:
Chefe de Gabinete Petista ataca opositores na web usando recursos públicos

FALHA DE S.PAULO
Lula sabia das ameaças de assessor de vereadora do PT à oposição

(não)VEJA:
TERRORISMO PETISTA
Saiba como assessor da maconheira Soninha do PT usa dinheiro do contribuinte para ameaçar adversários e a imprensa livre na internet

O GLOBOBO:
Vereadora do PT-SP usa táticas stalinistas para perseguir inimigos na internet, por Ali Kamel

ÉPOrCA
Ataques de petistas na internet comprovam necessidade de garantir acesso à rede somente a pessoas de bem

Alguém tem mais sugestões?
.

A direita novamente na lona: Pitbull de Soninha (ex-PT) é nocauteado pela blogosfera

.
O Jornalista (com J maiúsculo) Renato Rovai conseguiu algo que muita gente sonhava ver acontecer: fazer o "valente" e "violentamente ácido" Gravataí Merengue (vulgo Fernando Gouveia) enfiar o rabo entre as pernas e pedir arrego.

Para quem está chegando agora, o tal de Gouveia é Chefe de Gabinete da vereadora Soninha, de São Paulo. Isso mesmo, é aquela moça que foi reeleita fazendo uso da máquina partidária, da militância e do voto de legenda do PT, mas que dias depois pulou o muro e foi se abrigar no PPS, partido do ex-comunista Roberto Freire que, entre outras barbaridades, deu apoio aberto à candidatura do direitista Geraldo "Opus Dei" Alckmin.

Confiram no blog do Rovai os desdobramentos dessa polêmica e a patética, risível "retratação" postada pelo covarde Gouveia que, até ser desmascarado pelo editor da revista Fórum, se escondia todo faceiro sob um nome falso para poder atacar, humilhar e ameaçar as pessoas na internet.

Sobre o texto do Rovai, eu postei o seguinte comentário em seu blog:

Renato, a mesma coisa que esse sujeito covarde e sem caráter fez com você e com a Fórum ele fez comigo. Vasculhou sobre a minha vida pessoal antes de "espinafrar" um texto meu.

Tanto é que, quando respondi em meu blog que não ia ler nem comentar as asneiras que escreveu, ele imediatamente postou um comentário ofensivo à minha pessoa, de baixíssimo nível, tentando me amedrontar com "revelações" sobre supostos erros que cometi no passado. Nunca imaginei ser vítima de tamanha baixeza - ainda mais de alguém que vive às custas do dinheiro público! Fiquei tão chateado e nervoso que passei duas noites sem dormir direito.

Ontem eu vi um homem encapuzado remexendo na lixeira da minha casa. Será que era o tal de Gouveia procurando mais "podres" sobre mim e a minha família?

Acho que você deve processar esse cara e também a Soninha, que é a chefe do canalha e faz de conta que o assunto não é com ela. Gente assim precisa aprender que discordâncias político-ideológicas não podem acabar em ataques pessoais chulos e vasculhamento da vida privada alheia.

Se você precisar de mim, já sou testemunha a seu favor e estou à sua disposição.

Abraços!
André Lux (aquele que tem coragem de assinar o próprio nome)


Para vocês conhecerem o nível do sujeito, confiram o relato de Carlinhos Medeiros, do blog Bodega Cultural, das ameaças e ataques feitas por Fernando Gouveia a ele:
Bodega Cultural encontra o post discriminatório e ofensivo do Imprensa Marrom
Blogueiro ameaça a revista eletrônica NovaE, por causa de comentário.
.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Soninha (ex-PT) confirma: Chefe de Gabinete dela é o infame "Gravataí Merengue"

.
A vereadora Soninha (ex-PT e atual PPS), talvez num ato falho em sua ânsia de posar de boa moça e coitadinha (quase me desfiz em lágrimas ao ler seu triste relato sobre como sofre por não ter tempo para atender a imprensa), acabou confirmando a denúncia do jornalista Renato Rovai, editor da revista Fórum, de que por trás do infame e agressivo personagem "Gravataí Merengue" está um de seus assessores mais próximos, um certo Fernando Gouveia.

Em post publicado na seção de comentários do blog do Rovai e reproduzido democraticamente por ele, a moça tenta justificar o injustificável e, em mais um provável ato falho, chama Gouveia apenas por seu pseudônimo ao mesmo tempo que tenta tirar o dela da reta. Confira um trecho (grifos meus):

"Argumentador compulsivo, polemista incansável, sarcástico, muito inteligente, muito bem informado, com um estilo ácido que resvala na violência. Acidez (ou violência) que as pessoas normalmente apreciam muito, quando é voltada para o "inimigo" (...)

Mas o Gravataí é o Gravataí... A atividade blogueira é dele, pessoal, não tem nada a ver com o trabalho do gabinete. Não tenho o direito de censurá-lo. Não posso responder pelo que o Gravataí escreve em seus blogs, e não acho justo misturar minhas decisões com as posições dele. Sei que às vezes o “chefe de gabinete” é o cara que cuida das relações políticas de um mandato, mas no nosso caso é diferente."


Fica claro mais uma vez que coerência não é mesmo o forte da moça, que diz ter abandonado o PT porque o partido "não tinha mais ética"- isso DEPOIS de ter sido eleita fazendo uso da máquina partidária, do trabalho voluntário dos militantes e de se beneficiar do voto de petistas que votam na legenda.

Mas, logo no início do novo mandato, Soninha resolveu mudar de lado e agora milita do PPS (partido cujo dono é o ex-comunista Roberto Freire que, entre outras barbaridades, faz oposição sistemática ao governo Lula e apoiou abertamente a candidatura do tucano Geraldo "Opus Dei" Alckmin). Direito de mudar de partido, de lado, de opção sexual e de religião ela tem todo. Agora, trair seu eleitorado pulando o muro no meio do jogo é coisa de gente sem caráter e merece todo o nosso repúdio.

E, não bastando tudo isso, ela tem como Chefe de Gabinete um sujeito inescrupuloso e claramente perturbado que, durante o horário de trabalho, ataca, humilha e ameaça na internet pessoas que se opõe aos partidos de direita e ao sistema vigente, sempre escondido covardemente atrás de um nome falso. Não merece nem mesmo ser comparado com os assassinos de reputações da Veja, Django Mainardi ou Reinaldo Azevedo, pois esses ao menos são homens o suficiente para assinar suas colunas com nomes verdadeiros.

É importante destacar também que o tal sujeito é um ferrenho defensor das idéias neoliberais, vive satanizando o Estado e a mídia que recebe patrocínio estatal - tudo isso enquanto sobrevive às custas do mesmo Estado! Ou será que ele trabalha de graça para a vereadora?

Clique aqui para ver o relato dos ataques e ameaças que Gouveia, sempre travestido de "Merengue", fez ao blogueiro Carlinhos Medeiros, do Bodega Cultural.

Isso sim é que é ética, hein dona Soninha?

Pra gente ver como "acidez violenta" nos olhos dos outros é refresco...

Resta saber agora se Soninha é que está por trás da orquestração dos ataques violentos e covardes feito pelo seu valente "Chefe de Gabinete" ou se o rapaz é daqueles mais realistas do que o rei e age sem o consentimento dela para ficar bem na foto perante seus verdadeiros chefes da aliança PSDB/PFL. Afinal, não é preciso ser um gênio para entender que Soninha foi cooptada por eles (sabe-se lá como) para ser lançada como uma possível pseudo-candidata de esquerda à Prefeitura de São Paulo a fim de tentar assim tirar votos do eventual candidato petista...

Qualquer que seja a resposta, um fato é inegável: os ataques mais "ácidos" do tal Gouveia à revista Fórum, seu editor e a mim começaram depois que eu publiquei texto de blogueiro Carlos Motta intitulado "Soninha não sabe que o PPS é de direita" (clique aqui para ler). Mera coincidência? Com certeza...

Noves fora, isso tudo é só mais uma prova do quanto a ação da blogosfera independente está apavorando os arautos da direitona que observam catatônicos o declínio da influência da mídia corporativa sobre os corações e mentes dos brasileiros. Influência essa que sempre foi fundamental para que se perpetuassem no poder...

É só ver como os pitbulls da mídia corporativa andam agressivos com a blogosfera independente. Eliane Cantanhede, Clóvis Rossi, os já citados Azevedo e Mainardi e vários outros que têm ligações "carnais" com tucanos e demos já manifestaram seu ódio grosseiro contra nós.

Não vou me admirar se amanhã um desses políticos de partidos de aluguel dos demos/tucanos, tipo PPS, lançarem um projeto que vise censurar a atuação dos blogueiros na internet. O que fizeram com o PHAmorim e seu Conversa Afiada no IG, por exemplo, dá uma boa amostra do que essa gente sem escrúpulos pode fazer. E quem tem estômago para ler o que o tal Gouvea, vulgo Gravataí, escreve em seu blog sabe muito bem que ele não viu nada demais na censura ao Amorim. Pelo contrário. Até gostou...

Quem viver, verá.
.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Diga-me com quem tu andas... Editor da Fórum desmascara o infame "Gravataí Merengue"

.
O editor da revista Fórum "espinafrou" o infame Gravataí Merengue, que gosta de detonar o trabalho dos outros e fazer ameaças pessoais a quem discorda de suas opiniões, mas não tem coragem de assinar o próprio nome.

O sujeito é na verdade um tal de Fernando Gouveia, assessor da vereadora Soninha - aquela que abandonou o PT e seus eleitores para se filiar ao PPS e virar mais uma ponta de lança dos tucanos em São Paulo.

Diga-me com quem tu andas, que direi quem tu és...

Ele adora me atacar e trabalha para a Soninha

Acho que ao atacar os “independentes”, como tem feito com tanta virilidade, Fernando Gouveia, está trabalhando para fazer currículo. Cada um na sua.

- por Renato Rovai, editor da Fórum

Não sou filiado ao partido da teoria da conspiração e nem a nenhum outro partido político, mas fiquei de fato surpreso quando me disseram que o personagem Gravataí Merengue, que tem um blogue cujo título é imprensa marrom, chama-se Fernando Gouveia e é o atual chefe de gabinete da vereadora Soninha (PPS).

Tenho respeito e carinho por Soninha, com quem me encontrei poucas vezes pessoalmente, mas cujo trabalho jornalístico sempre me pareceu responsável.

Quando ela começou a “namorar” o PPS fui um dos primeiros a anunciar isto no meu blogue. E tentei entrevistá-la por algumas vezes. Ela não me atendeu. Reclamei por aqui e depois a vi passando a notícia em “primeira mão” para outros veículos. Na ocasião, comentei que ela procedeu como uma política tradicional ao mudar de partido. E fiz uma ou outra crítica. Mas só. Nada de chute na canela. Achava que Soninha deveria ter consultado seus eleitores, aqueles que a elegeram. Ter chamado uma plenária etc. e tal. Ela decidiu tudo sozinha, ali no seu gabinete e muito provavelmente aconselhada por Gravataí Merenge, o Fernando Gouveia.

Vejam o que o senhor Gravataí que me cobra coerência e seriedade escreveu sobre o assunto da mudança do partido:

Recentemente, a imprensa divulgou - como notícia! - que a Soninha estava a caminho do PPS. Ela também ficou sabendo pelo jornal, e pensou em ligar para alguém para confirmar. Sabe como é jornal, a gente sempre lê desconfiando.

Tudo começou com uma suposta declaração de um "vereador com trânsito pela câmara paulistana". Daí pra frente, um veículo foi pegando a nota do outro. Quando se viu, parecia 'verdade'. Mas não era, claro.

Pois é, quem age assim com os leitores não pode querer ser observatório da mídia independente, ficar tentando esfrinagrar a Fórum, a mim, ao Eduardo Guimarães ou ao professor Emir Sader que além de ele chamar de “idiota”, pasmem, ainda "acusa" de ser namorado da editora da Boitempo, a Ivana. Quem fica "idiota" sou eu com a seriedade de certos tipos.

Mas não tenho problema nenhum com o fato de ser “espinafrado”. Leitores deste blogue questionam minhas opiniões e sempre tiveram seus comentários publicados. Agora, devagar com o andor, senhor Gravataí. Como jornalista sempre assinei minhas matérias. E faço jornalismo com boa-fé. Não para ficar famoso ou para tentar arrumar emprego como pit-bull da mídia merengue, se é que o senhor me entende.

Acho que ao atacar os “independentes”, como tem feito com tanta virilidade, Fernando Gouveia, está trabalhando para fazer currículo. Cada um na sua. Mas ele diz que escrevi um post à 1h da manhã para defender o PHA. É verdade. E ele, a que horas escreve seus posts? Faz isso como uma de suas atribuições na chefia de gabinete da Soninha? Faz isso para atacar aqueles que por um momento questionaram alguma atitude da vereadora? Usa o computador da Câmara Municipal ou anda com seu laptop para cá e para lá?

Sei que esse post vai lhe render alguns muitos acessos, mas faz parte. Ele já me deu um direito de resposta uma vez. Usei-o. Desta vez preferi falar com mais leitores.

Democraticamente, como sempre, à disposição dele e da vereadora.

PS: Gravataí Merengue cobra minha opinião a respeito do caso Luiz Lobo, que foi demitido da TV Pública. Então tá: acho que o Conselho da TV Pública deve discutir o assunto. Luiz Gonzaga Belluzzo, presidente do órgão, diz que vai fazê-lo. Confio muito em Belluzzo. A Soninha, até onde eu saiba, também. Aliás, se não me engano Belluzzo é filiado ao PPS, o que não muda nada, mas só para registrar.

PS2: O Gravatai me respondeu, taí no comentários. Vou pensar se escrevo algo mais tarde ou amanhã. Por enquanto, antes de sair para uma entrevista, registro que fui olhar a audiência do Imprensa Marrom, na média dá uns 900 por dia. Ele acha isso extraordinário. E diz que é muito maior do que a nossa. Então tá, né? Melhor não contrariar. Se vou abrir nossos números para para ele ver. Não. Mas posso mostrá-los para a Soninha, que é quem de fato é responde pelo gabinete, de onde, suponho, ele me respondeu o post às 13h59. Era hora de um chefe de gabinete estar trabalhando. Ou não era?
.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Jovens alienados e desinformados: De quem é a culpa?

.
Muito bom o texto abaixo. O autor mostra bem a realidade de uma certa juventude brasileira, que não conhece a História do país e, por isso, diz defender a democracia e a liberdade de imprensa ao mesmo tempo em que vota em políticos que deram apoio à ditadura militar, às torturas e às mortes. Políticos como Geraldo "Opus Dei" Alckmin, cujo ídolo político era o general Garrastazu Médici, vulgo "O Carrasco"...

- André


DE QUEM É A CULPA?

Jovens completamente desinformados nunca ouviram de Vladimir Herzog ou João Goulart. Eles não têm culpa, a culpa é das elites que preferem omitir os fatos ou manipulá-los.

- por Mário Augusto Jakobskind

Dias destes, ao participar das filmagens de um documentário sobre fatos mais recentes relativos à Operação Condor, a ação repressiva de organismos na área de inteligência dos países do Cone Sul, testemunhei um fato que comprova como o país até hoje sofre os efeitos do corte da memória histórica. Não é culpa especialmente de quem não sabe ou tem uma visão totalmente deturpada dos fatos ocorridos nos anos de chumbo. A culpa é das elites que preferem omitir os fatos ou manipulá-los.

No início de março eu circulava pelas antigas dependências do Dops de São Paulo, hoje um museu, quando perguntei a dois visitantes jovens de classe média se já tinham ouvido falar em Vladimir Herzog e João Goulart. Ambos disseram que não. Depois veio o pior quando um deles, que se apresentou como recém formado em publicidade, de 21 anos, argumentou que o nome de João Goulart não lhe era estranho. “Não foi um guerrilheiro que lutou contra a ditadura?”, indagou de forma absolutamente normal.

Algo semelhante testemunhei em Santiago do Chile, no início deste ano. Caminhava pela rua de nome Republica, onde estão localizados vários shoppings centers universitários que se escondem sob a denominação de Faculdades ou Conjuntos Universitários, todos particulares. Do lado de fora podiam ser vistas mesas e cadeiras em que jovens ofereciam matrículas e informavam sobre os preços dos cursos, como se fosse uma feira. Meu objetivo era ir até o Museu Salvador Allende, localizado a poucos metros de distância dos shoppings universitários. Perguntei a várias pessoas, jovens, onde ficava o Museu que guardava a memória do Presidente chileno deposto por um sangrento golpe. Ninguém soube informar e pela forma com que reagiram a pergunta mais parecia para eles e elas que quem perguntava era um ser meio estranho.

Os dois fatos são uma comprovação concreta de como a memória sofreu um corte brutal provocado pela desinformação e por uma política de Estado deliberada destinada a apagar o passado, na base do populista pra cá, populista pra lá.... Foram muitos anos de deliberada ocultação e manipulação de fatos históricos . Mesmo agora com o restabelecimento da democracia (formal ) não se conseguiu ainda recuperar este vazio.

Não é à toa que de 27 a 30 de março últimos, a questão do terrorismo midiático esteve em debate, em Caracas, no "I Encontro Latino-americano contra o Terrorismo Midiático", quando intelectuais e jornalistas de mais de 14 países presentes ao encontro divulgaram a "Declaração de Caracas" denunciando, entre outras coisas, que “as empresas de comunicação transnacionais utilizam informações falsas para realizarem "uma agressão massiva e permanente contra os povos e governos que lutam pela paz, a justiça e a inclusão".

Alguém talvez pode estar perguntando o que tem a ver um a coisa com a outra? Só tem, não só em termos de conhecer o passado, no caso não tão longínquo, como os dias atuais em que, como assinala da Declaração de Caracas, “a liberdade, a democracia nos países latino-americanos se vêem ameaçadas pelos oligopólios de comunicação que manipulam a verdade”.

Há 44 anos, por exemplo, jornais que hoje se apresentam como grandes democratas de plantão saudavam efusivamente o golpe que derrubou o então Presidente constitucional João Goulart. Hoje, estes apoiadores e até mesmo articuladores da ilegalidade mostram os “horrores” daquele período, mas em um só momento tiveram a dignidade de fazerem a autocrítica necessária pelo procedimento.

Analistas de plantão da mídia e atualmente até autores de mini-séries sobre o período apresentam os fatos a sua maneira, ou seja, culpando apenas os militares e alguns psicopatas por torturas e assassinatos de opositores do regime de força. Escondem a si mesmos e outros articuladores como os representares do grande capital e do setor financeiro, os verdadeiros mentores da derrubada de Jango.

Em tempo: o acordo do Itaipu, considerado lesivo pelos paraguaios, não foi assinado por Geisel, como foi dito no artigo anterior. Quem assinou foi um outro ditador de nome Garrastazu Médici. O ditador paraguaio era mesmo Alfredo Strossner.
.

Lucro acima de tudo: PIG unido na exploração da tragédia humana

Mais uma vez assistimos atônitos ao espetáculo da exploração da tragédia humana pela mídia corporativa tupiniquim e por advogados sem escrúpulos, sempre ávidos a lucrar sobre fatos assim e, de quebra, fazer tremer de medo a classe média alienada que ainda a consome acriticamente.

O jornalista Renato Rovai, editor da Fórum, fala sobre mais essa tragédia do jornalismo.

- André Lux



A mídia e o promotor na tragédia da menina Isabella

Uma sociedade democrática não pode conviver com espetáculos midiáticos onde tanto setores da polícia, da justiça e da mídia cheguem a esse nível de irresponsabilidade. Mesmo que o casal venha a ser descoberto culpado, a linha amarela já foi ultrapassada há algum tempo.

- por Renato Rovai (http://www.revistaforum.com.br/sitefinal/blog/)

Desde o primeiro dia, a cobertura da mídia no caso da menina Isabella tem me incomodado demasiadamente. Principalmente porque as reportagens eram focadas na suposta culpa do pai da menina e de sua atual esposa.

Desde o sábado que esse tom da cobertura mudou um pouco. Até porque algumas das “evidências” da culpa do casal estão caindo por terra.

E também porque o promotor bocudo, que estava adorando aparecer na imprensa para tratar das “evidências” e sugerir a culpa do casal, decidiu dar uma recuada. Agora ele diz que nunca sugeriu nada. Sugeriu sim e os jornalistas sérios que estão na cobertura têm de dizer isso.

A hipótese de o pai da menina e sua esposa serem culpados não pode ser descartada, mas se eles forem inocentes como ficamos?

Uma sociedade democrática não pode conviver com espetáculos midiáticos onde tanto setores da polícia, da justiça e da mídia cheguem a esse nível de irresponsabilidade.

Mesmo que o casal venha a ser descoberto culpado, a linha amarela já foi ultrapassada há algum tempo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...