Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Gilmar Mendes: O "Coroné" do Mato Grosso

Foi com um misto de nojo e horror que terminei de ler a matéria sobre "Os Domínios de Gilmar". Que esse cidadão não tem a menor condição de ocupar o cargo público que ocupa, todos nós já sabíamos. Mas a reportagem de Carta Capital desta semana (não deixem de ler!) mostrou que o buraco é ainda mais embaixo.

Gilmar Mendes revelou-se um verdadeiro "Coroné", daqueles que representam o que existe de mais atrasado, mesquinho e podre no Brasil. Alguém que utiliza os conhecimentos jurídicos e o poder político que tem para intimidar inimigos e fazer prevalecer a vontade e os privilégios de parentes e amigos.

Alguém que usa da filosofia máxima do Brasil medieval em todos os momentos da sua vida: "Para os amigos, tudo. Para os indiferentes, a Lei. Para os inimigos, nada". É aterrorizante saber que alguém assim seja Presidente do Supremo Tribunal Federal! Simplesmente dantesco! Opa, e de "dantesco" ele entende bem, não?

Não ficarei surpreso se o dito cujo ameaçar CartaCapital de processos e retaliações jurídicas, pois isso nada mais é do que a versão atualizada do "Sabe com está falando?", antigo mantra dos proferido pelos "coronéis" a seus desafetos.

Gilmar Mendes é a prova viva daquele Brasil que custa a sair da idade das trevas... Pelo menos agora, já sabemos quem são os interessados em manter as coisas desse jeito.



2 comentários:

Carlos disse...

o pior é que a reportagem da carta capital com o "coroné" gilmar de diamantino não tem repercussão na grande imprensa, apesar da objetividade e precisão jornalística da matéria.

apesar disso, a blogosfera taí é pra ser usada. então, vamos divulgar o que o blogueiro já está fazendo.
abçs

Luís Henrique disse...

O relato mais emblemático da reportagem traz (mais) um caso de assassinato político no Brasil, dessa vez envolvendo uma estudante morta com um tiro na nuca, por ter registrado um boletim de ocorrência contra o irmão de Mendes, então canditado a prefeito pelo (vejam só!) PPS em 2000, em Diamantino (MT). Ela disse ter sido ameaçada pelo candidato por ter denunciado um esquema de compra de votos, trocados por cestas básicas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...