Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Debate franco e aberto: O problema não é a opção sexual, mas a hipocrisia

Ser homossexual, bissexual, pansexual ou heterossexual não é doença nem demérito para ninguém. Pelo contrário. Demérito é usar uma máscara de puritanismo e homofobia para esconder suas reais preferências e convicções só para conquistar votos de um bando de preconceituosos que vestem a carapuça da hipocrisia por causa dos esqueletos que tem no armário ou do medo daquilo que não conhecem, não é?

- por André Lux, jornalista

Vão me desculpar os politicamente corretos e os esquerdistas com complexo de inferioridade (que acham que têm que ficar o tempo todo se justificando e pedindo a "benção" para a direita), mas acho correto o PT questionar um candidato que faz parte de um partido que prega "valores familiares" e conceitos altamente (falso) moralistas os motivos que o levaram a não formar então a sua própria família.

Afinal, de acordo com os conservadores de plantão, não seria a família o último refúgio do "homem de bem", "a salvação da humanidade perdida nessa nossa sociedade decadente por causa da flexibilização dos valores, da libertinagem sexual (incluindo aí o homossexualismo), das drogas, do rock n' roll, do comunismo" e coisas desse tipo?

Ou seja, nada mais está sendo feito do que se questionar por que o sujeito não aplica em sua vida os conceitos que exige com tanta virulência que os outros sigam... Não se trata, portanto, de tentar desmascarar a suposta opção sexual do Sr. Kassab (como muitos que vestiram a carapuça afirmam), mas sim seu cinismo, hipocrisia, covardia e, acima de tudo, incoerência.

Se aplicarmos à risca os argumentos de muitos colegas esquerdistas que estão "indignados" com os questionamentos da campanha de Marta, chegaremos à conclusão que não seria ético também afirmar que um político é de direita ou elitista. Afinal, preferência ideológica, assim como sexual, é algo privado, de foro íntimo, certo? Sem dizer que não temos prova que Kassab é de direita, assim como não temos provas que é homossexual. Ou ideologia é algo que podemos debater e sexualidade não?

Podem argumentar também que preferência ideológica é diferente de sexual, mas se analisarem os fatos perceberão que está tudo ligado. O ser humano é complexo e toda decisão política é tomada levando em conta seu conjunto de convicções, escolhas, valores e idiossincrasias.

Nenhum direitista assume em público suas reais convicções. O mesmo fazem em relação à suas preferências sexuais, quando sabem que isso vai fazê-los perder votos. Volto a insistir: trata-se de um homem público, que tem poder sobre os destinos das vidas de todas as pessoas de sua comunidade e cujas decisões políticas são tomadas com base em as suas convicções, ideologias, preferências e posturas perante a vida - incluindo aí os esqueletos que tem escondido no armário.

Vão dizer também que não devemos fazer o mesmo trabalho sujo que as campanhas difamatórias da direita fazem. Mas existe uma diferença: usar fatos da vida pública de alguém simplesmente para tentar demonizá-lo frente ao eleitor é MUITO diferente de questionar a incoerência entre o discurso e os atos dos candidatos!

Vamos ser sinceros: o brasileiro médio é muito hipócrita e falso-moralista. E quanto mais conservador e reacionário é, mais esqueletos tem escondido dentro do armário. Quem é que nunca conheceu um parente ou amigo que, por exemplo, vive proferindo discursos ultra-moralistas contra drogas, falta de valores ou prostituição na frente de namoradas, esposas ou filhos, mas vive enchendo a cara de whisky em puteiros ou na casa de amantes quando está longe desse ambiente familiar? Eu conheço muitos... É o famoso "faça o que eu falo, não o que eu faço".

O problema para o brasileiro hipócrita não é a pessoa ser homossexual, mas sim assumir isso publicamente e lutar em favor dos seus iguais. Ou então não ser homossexual (como a Marta), mas assumir publicamente a luta pela causa dessas pessoas que sofrem preconceitos e violências diversas. É isso que assusta e enfurece os falso-moralistas, os hipócritas, os rancorosos e os reprimidos em geral.

A partir do momento que uma pessoa assume suas ideologias, orientação sexual e coisas do gênero, e usa isso para lutar contra a desigualdade, o preconceito, o racismo, a discriminação, ela acaba agredindo os hipócritas e os falso-moralistas, que se sentem como que levando um tapa na cara e sendo obrigado a se olhar no espelho e encararem o próprio cinismo e covardia!

A pessoa hipócrita e falsa-moralista, do tipo que esbraveja contra a corrupção mas adora subornar guarda de trânsito ou sonegar impostos, não tem problema com o fato do Kassab ser supostamente gay, desde que ele continue enrustido e defendendo as bandeiras da homofobia, do preconceito, da intolerância, do elitismo e, acima de tudo, do falso-moralismo.

Bandeiras essas que são típicas do partido que o Sr. Kassab faz parte - o DEMo, ou ex-PFL, ex-PDS, ex-Arena, que deu sustentação à ditadura militar, às torturas e às mortes por 21 anos. Mas, tudo bem. Quem liga? Só foram mortas e torturadas pessoas de "esquerda" e outros membros da escória humana, não ? Os nazistas, por sinal, usam até hoje a mesma justificativa para os campos de extermínios de Judeus, ciganos, homessexuais e afins...

Muitos vão questionar: mas não temos aí travestis e gays assumidos, como o Clodovil por exemplo, que fazem parte desse tipo de partido político reacionário, sendo que alguns são até eleitos? Pois é, mas assim como os antigos capitães do mato (ex-escravos pagos pelos fazendeiros para perseguir escravos fujões), existem hoje muitos membros de classes oprimidas que se unem aos seus opressores achando que com isso vão "subir na vida". Alguns por ingenuidade e outros por pura malícia mesmo. Jornalistas que topam fazer jogo sujo e manchar a própria profissão para preservar os privilégios de seus patrões são outro exemplo dessa triste realidade, não?

Uma coisa eu posso dizer. Já trabalhei com política e afirmo que adversários só reagem a uma campanha quando estão sendo atingidos por ela. Os tucanos e demos, por sinal, são mestres nisso. Quando os ataques não são verdadeiros ou fortes o suficiente, eles se fingem de mortos. Mas quando ficam histéricos posando de vítimas e exigindo isso e aquilo, é porque o negócio pegou fundo.

Imaginem só como fica a imagem de um partido como o Arena... quer dizer, DEMo se um de seus principais caciques for obrigado a sair do armário e admitir em público que exige dos outros aquilo que não faz em casa? Imagine se todos os hipócritas e cínicos que se disfarçam sob a máscara da (falsa) moralidade e do conservadorismo tivessem que fazer o mesmo e assumir que vivem sob o lema do "façam o que eu falo, não o que eu faço"? Não ia sobrar um!

Amigos e amigas: vejam o quanto é importante trazer esse tipo de discussão para a luz do dia. Vejam quanta coisa vai saindo pra fora do esgoto da hipocrisia e quanta gente veste a carapuça sem perceber... Chega a ser cômico até!

Para terminar, gostaria de destacar algo que estão esquecendo: Marta NUNCA escondeu sua vida privada! Todas as decisões pessoais polêmicas que ela tomou - e são usadas contra ela pela mídia venal e seus papagaios - foram feitas à luz do dia, publicamente. Ela se separou do Eduardo e casou-se com o Favre PUBLICAMENTE. E, acima de tudo, sempre assumiu e defendeu suas posições abertamente, por mais polêmicas que sejam.

E é JUSTAMENTE por isso que ela é satanizada pelos direitistas, que como sabemos JAMAIS assumiriam suas reais convicções e preferências em público, senão só teriam votos de meia dúzia de ultra-reacionários e brutos da classe mérdia boçal.

Ser homossexual, bissexual, pansexual ou heterossexual não é doença nem demérito para ninguém. Pelo contrário. Demérito é usar uma máscara de puritanismo e homofobia para esconder suas reais preferências e convicções só para conquistar votos de um bando de preconceituosos que vestem a carapuça da hipocrisia por causa dos esqueletos que tem no armário ou do medo daquilo que não conhecem, não é?

2 comentários:

Julio disse...

Até que enfim um comentário lúcido sobre a moçoila Kassab. Quanta hipocrisia. O pior é ver setores da esquerda criticando o programa. Tudo bem, se os mais sensíveis até achassem que que houve um certo exagero. Mas fazer a tempestadade que estão fazendo.... parece coisa de viado !!! ahauhauhauhauha

Jonas disse...

Belo texto, André. Concordo plenamente com os seus argumentos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...