Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Quando a elite assume suas responsabilidades: Porque apóio Marta Suplicy

Um desses papagaios da direita (amestrados ou pagos) visitou meu post anterior e “depositou” uma daquelas provocações baratas típicas deles, perguntando se eu ia apoiar a Marta Suplicy à prefeitura de São Paulo, já que, na visão maniqueísta dele, ela é membro da “elite” e, portanto, teria que obter meu repúdio automaticamente.

Antes de responder a pergunta do direitista, deixa eu explicar uma coisa óbvia: o termo “elite” não é, necessariamente, negativo. Só porque o sujeito é rico e, por isso, conseguiu estudar nos melhores colégios e ter acesso a tudo que existe de bom e melhor no mundo, isso não quer dizer que tem que ser automaticamente racista, preconceituoso, intolerante, reacionário, etc... Até porque, sejamos sinceros, existem muitas pessoas que andam no fio da navalha (a chamada classe média) e mesmo pobres que conseguem demonstrar todas essas “qualidades” no dia-a-dia.

Uma vez assisti a uma entrevista do brilhante Noam Chomsky no programa Roda Viva (muito antes de ser transformado nesse intragável “poleiro de tucanos” que é hoje), onde ele disse algo que me marcou profundamente. Foi mais ou menos isso: “Quanto mais privilégios uma pessoa tem, maior é sua responsabilidade”. Acho que até os Homer Simpsons da vida conseguem entender a mensagem dele...

Mas, principalmente no Brasil, a maioria dos membros da elite sócio-econômica (que ficaram ricos explorando a mais-valia dos trabalhadores) pensa de forma oposta ao que disse Chomsky.

Ou seja, não querem ter responsabilidade nenhuma sobre o mundo em que vivem, colocam a culpa da violência, da miséria e de qualquer outro problema nos pobres e excluídos que, segundo eles, "não têm educação" e "são vagabundos", e querem ser deixados livres e soltos para usufruir de suas posses e privilégios.

O Estado, para eles, deve ser privatizado e existir apenas como um aparato policial especializado em reprmir as camadas mais baixas da pirâmide social a fim de "manter essa gente em seu devido lugar" (a ilustração ao lado, de 1917 e atualizada por mim para os tempos atuais, mostra bem isso).

Dito isso, respondo a pergunta do direitista com um depoimento pessoal.

Recentemente, estive, a trabalho, numa escola na periferia de São Paulo (e bota periferia nisso!). O lugar era praticamente uma imensa favela ou quase. E a escola, embora não fosse um CEU, era linda, enorme, muito bem estruturada, com salas de aulas grandes e repletas de recursos.

Fiquei espantado e sai à procura da placa de inauguração, para saber quem havia feito aquilo. Estava escrito nela: "Obra entregue pelo prefeito Gilberto Kassab em 2006".

A fim de confirmar, abordei o primeiro funcionário que vi e perguntei quem havia, de fato, construído aquela escola. Ao que me respondeu: "Foi a Marta, o Kassab só inaugurou. Antes aqui a gente só tinha uma daquelas escolas de latão do Pitta e olhe lá..." (só para lembrar, Kassab era um dos secretários da desastrosa gestão de Celso Pitta à frente da prefeitura de São Paulo e virou prefeito quando José Serra abandonou o cargo para concorrer ao governo do Estado).

Confesso que fiquei emocionado. São em momentos como esse que a gente percebe a diferença que administrações de esquerda podem fazer para quem realmente precisa do Estado. E é por essas e outras que geram tanto ódio e pavor naquelas "elites" que têm acesso a tudo de bom e do melhor, mas não assumem nenhuma responsabilidade por isso.

Assim, bato palma para pessoas como a Marta Suplicy, que nasceu em berço de ouro, teve acesso a muitos privilégios e poderia muito bem ter escolhido uma vida tranqüila e livre de aborrecimentos, mas, ao contrário, preferiu trilhar o caminho mais difícil: se filiar ao Partido dos Trabalhadores e lutar por justiça social para ajudar a melhorar a vida dos despossuídos e dos marginalizados pelo cruel e desumano sistema capitalista, no qual os direitos das pessoas serão mais respeitados na proporção do quanto de grana têm em sua conta bancária...

23 comentários:

ricardo disse...

É 'emocionante' seu depoimento andré, eu quase chorei, eu sei que vc não vai publicar meu depoimento, mas vou falar assim mesmo, saiba que essa senhora marta pertence ao que há de mais nojento na elite branca e racista do brasil, não é o fato de ela ter inaugurado uma escola que vai mudar isso, eu sei que vc só apoia ela, por ela é candidata do pt, vc só está cumprindo seu papel de militante, mas é só olhar para ela e ver que é elitista e preconceituosa do mesmo jeito do burguês que vc disse que conversou com vc.E outra coisa, não sou papagaio de direita coisa nenhuma, eu apenas vejo os fatos, essa senhora pertence ao mesmo grupo, que tem hebe camargo e outras peruas burguesas.Publique esse texto, e vamos discutir com nivel cara.

André Lux disse...

Ufa, por um minuto achei que o direitista ia elogiar a Marta! Que susto...

ricardo disse...

Tenha coragem andré de dizer que a marta não é do mesmo grupo nojento da hebe, vc sabe que isso é a mais pura verdade.Porque vc acha que eu sou direitista, por sou contra a marta e a hebe?

camargo disse...

André, é engraçado como esses caras que vivem assistino a globo, ficam falando que os politicos do pt se envolvem em corrupção e se esquecem de falar dos podres dos tucanos.se por um lado o governo Lula, e politicos do pt, praticaram corrupção, eles apenas jogaram o jogo da politica brasileira, se não o governo nao sairia do lugar, todos os atos ilicitos do governo lula, são os mesmos que fhc já praticava, e que o serra pratica, eles não tem nenhuma moral para condenar o pt, concordo com vc andré.

Carlos disse...

André, sou um direitista sim, e ao contrário do que vc e outras pessoas pensam, não me sinto nenhum criminoso por isso, afinal é uma questão de ideologia, todos tem o direito de escolher as ideias que lhe parecem mais utéis.E sinceramente cara,a Marta Suplicy é de elite mesmo, isso ninguém pode negar.Mas a culpa da revolta desse tal de Ricardo é exatamente da demagogia que algumas pessoas de esquerda espalham, dizendo que os petistas são do povo, e os tucanos são da burguesia, quando na verdade existem burgueses dos dois lados, tanto no PP, quanto no PSDB.

carlos disse...

André, por que vc não publicou meu comentario?eu digo que sou de direita, e repito, não me acho um criminoso por defender minhas ideias.E vc nem dá espaço, vamos discutir cara, diga francamente se até vc mesmo no fundo sabe que a marta é de elite.Não tem como esconder cara, o pt é um partido grande, e tem muita gente rica ligada a ele, isso é mais do que normal.Da mesma forma que tem gente rica no psdb, pmdb e tantos outros partidos.

Luiz.Monteiro4 disse...

Caro André, respeito a sua coragem por criticar a grande imprensa e os políticos de direita. Até já disse que gostaria de tê-lo comigo amigo. Mas, sinceramente, não sei como você ainda se emociona com gente como a Marta, uma senhora madame, que eu já vi tratando mal repórtes durante coletivas. E o vice dela? Aldo Rebelo, um pseudo comunista de luxo, nepotista, que na prática não passa de um político tradicional, que inclusive paga mal seus funcionários. Eu sei porque moro em Brasília. A sorte da Marta é que do outro lado tem gente ainda pior, como o Kassab e o Alckmin.

André Lux disse...

carlos, ninguém disse que no PT não existe gente rica ou da elite. Pelo contrário. A diferença é que ser rico e fazer parte do PSDB é fácil, pois trata-se de um partido elitista e conservador. Já ser rico e entrar para o PT, que é um partido que luta por justiça social e igualdade, é muito difícil.

Gostei da sua coragem de se assumir como sendo de "direita" e, mais do que tudo, por você ter explicado o que o faz ter essa ideologia: "escolher as ideias que lhe parecem mais uteis". Essa é, basicamente, a diferença entre ser de esquerda e de direita na minha opinião. Eu, por exemplo, escolho meus ideais a partir daquilo que julgo poder melhorar o mundo e a vida de todas as pessoas.

Luiz, não estou julgando a pessoa da senhora Marta, mas sim suas realizações. E ela tratar mal repórteres, acho mais do que justo, haja visto o jeito que a mídia trata ela.

carlos disse...

Vc está se contra dizendo André, vc diz que o psdb, é um partido elitista?e o pt não é?o que tem de madame e playboy filiado ao pt, não está no gibi andré!Por acaso vc acha, que os grandes nomes do pt, andam de onibus, e comem pastel na feira?Claro que não, o pessoal mais pobre do pt, são os militantes, comuns em todos os partidos.O que eu acho errado é essa demagogia barata de que não se pode trabalhar honestamente e ficar rico, é tratado logo como vilão.Eu também escolho minha ideologia de acordo com que seja melhor para o mundo, eu só não que assistencialismo seja uma saida viavél.

André Lux disse...

carlos, você obviamente não sabe a diferença entre os termos "elite" e "elitista".

É engraçado ver gente como você dizendo que é possível para qualquer um trabalhar honestamente e ficar rico no capitalismo. Fica fácil assim dizer que, quem não é rico e mora em favelas, é porque é vagabundo. Preconceito pouco é bobagem. Agora, te faço uma pergunta: se fosse mesmo possível todo mundo ficar rico, quem é que apertaria os parafusos nas fábricas, recolheria o lixo nas ruas ou limparia a privada da sua casa?

O capitalismo só sobrevive graças à exploração dos trabalhadores que, antes do Lula chegar ao poder e começar com o "assistencialismo", não poderiam nunca sequer comprar algo que ajudam a produzir...

Carlos disse...

Ora andré, me diga uma coisa:vc realmente é favor do socialismo?vc queria que o brasil um pais socialista?Seja sincero, qual foi a experiencia socialista que deu certo?Claro que o capitalismo tem suas mazelas, eu nunca vou negar isso, mas que é melhor do que o socialismo é inegavel.O socialismo é muito bonito no papel, mas na prática tem mais problemas.

André Lux disse...

Pois o capitalismo não é bonito nem no papel, carlos. Quanto mais na vida real...

carlos disse...

André, vc ainda não respondeu a minha pergunta:Qual foi a experincia socialista que deu certo?É essa demagogia que eu não gosto em algumas esquerdistas:ficam criticando o capitalismo, ao mesmo tempo que usufruem de seus beneficios.

André Lux disse...

carlos, não adianta eu falar de experiências socialistas que deram certo pois, para você que reza para o deus dinheiro, não vai significar nada. Seria o mesmo que eu perguntar a você onde o capitalismo deu certo. Tenho certeza que você ia listar vários países como "exemplo do sucesso" do sistema em que muitos passam fome para que poucos possam comprar iates e ilhas, porém, dentro da minha visão de mundo, isso não iria provar nada. Pelo contrário.

São diferentes visões de mundo. Você tem a sua e eu tenho a minha. Ninguém vai convencer o outro que sua "verdade" é a melhor. Se não gosta do que eu e outros esquerdistas escrevem, por que continua lendo? Existem centenas de blogs de direitistas adeptos do deus-mercado por aí para você se deleitar...

carlos disse...

André, eu leio todo tipo de blog, porque gosto de discutir ideias e opiniões, porque acho importante saber o que os outros pensam, não sou a favor de um pensamento unico, respeito todos os lados, eu leio tanto, reinaldo azevedo, paulo henrique amorim, luiz nassif, o seu, o do eduardo guimarães, leio as opiniões do arnaldo jabor e tantos outros, porque gosto de ver as diferentes opiniões de um mesmo fato.E tanto os blogs de direita quanto os de esquerda falam coisas que eu concordo e coisas que eu não concordo, pois esse é o lado bom da democracia.Só outra pergunta:Será que na China ou em Cuba, existe essa liberdade para se discutirem ideias diferentes?eu acredito que não.E vc não responde qual foi a experiencia socialista que deu certo, porque simplesmente não existe, infelizmente todas as experiencias socialistas foram acompanhadas de ditaduras e falta de liberdade, e isso não sou eu quem está dizendo, é só ler os livros de história e geografia.

carlos disse...

E outra coisas André, não é crime nenhum, ganhar dinheiro trabalhando honestamente, o próprio Presidente da República Lula deu uma declaração que eu gostei muito:"As pessoas tem que entender que ganhar dinheiro é bom", sinceramente achei uma declaração bem bacana cara, porque a verdade é essa, ganhar dinheiro, e poder pagar uma diversão e lazer, para a familia é uma sensação muito boa.

Ary disse...

Não acho que devamos ter um sistema 100% socialista,nem 100% capitalista.Todo capitalismo deve ter uma certa dosagem de socialismo justamente para se tentar eliminar as mazelas inerente ao capitalismo.Todo socialismo deve ter uma dosagem de capitalismo para que se dê à pessoas diferentes oportunidades e estímulo para crescerem conforme o ambiente em que cada um vivem. É inegável que Lula não mudou o sistema capitalista,mas ele fez o que o PSDB não fez:adicionou ao capitalismo uma dosagem de socialismo.É interessante,que os direitistas apoiam o capitalismo com tal veemência,e esquecem de olhar que na própria sigla do PSDB,há uma dose de socialismo:Partido da SOCIAL Democracia Brasileira. Porque então não chamam o partido de:Partido CAPITALISTA Brasileiro?
Ah,André,só pra constar: Marta lidera Datafolha em SP com 38%; Geraldo está com 31% e Kassab com 13%. E dá lhe MARTA! obs:É importante uma vitoria de MARTA em SP.Isso fortalecerá DILMA em 2010.

André Lux disse...

carlos, eu nunca disse que ganhar honestamente é um crime. Não coloque palavras na minha boca, por favor.

Existem experiências socialistas que, longe de serem perfeitas e cheias de problemas, conquistaram mais benefícios para suas populações do que a maioria dos países capitalistas. Cuba é um exemplo.

Outra coisa: dizer que o sistema capitalista é sinônimo de liberdade e democracia é uma falácia. Está aqui o Brasil que ficou 21 anos sob uma ditadura cívico-militar sangrenta e capitalista.

Sem dizer que no sistema capitalista só usufrue de liberdade quem tem dinheiro. Quem não tem vive à margem da sociedade e é tratado como lixo.

carlos disse...

André, cuba não é um exemplo tão bom assim não, porque lá a desigualdade social é baixa, porque quase todo mundo é pobre.e será que seus avanços sociais compensam a falta de liberdade de expressão e o clima de desesperança que impera na ilha?

carlos disse...

André, me desculpe se eu pareci ofender no comentario sobre ganhar dinheiro. É que pelo seu comentário anterior dá a impressão que ganha muito dinheiro é um criminoso, quando vc falar "o deus dinheiro", vc está sendo muito agressivo, pois quem é que vive sem dinheiro em uma sociedade como a nossa?é impossivel meu caro, viver para batalhar a grana é a sina de todo ser humano, alguns ganham mais, outros infelizmente ganham menos, mas faz parte do jogo.

André Lux disse...

carlos, você "esquece" de dizer em sua análise sobre Cuba que a maioria dos problemas econômicos vividos na ilha são conseqüência direta do bloqueio imposto pelos EUA ao resto do mundo. Bloqueio que é condenado inclusive pela ONU há décadas. Isso em falar dos atendados terroristas patrocinados pelos EUA que Cuba sofre desde que a Revolução derrubou o ditador Batista. Essas coisas os "direitistas" sempre esquecem de incluir em suas análises, não é mesmo?

"[...]viver para batalhar a grana é a sina de todo ser humano". Essa é a típica afirmação de quem vive sob a égide do "deus-mercado" e acredita que se trata de uma verdade natural incontestável, quando trata-se apenas de uma manifestação ideológica...

carlos disse...

Claro que vc tem razão quando diz que os EUA punem Cuba por sua opção ideologica, isso é inconteste.Mas será que é só isso que faz Cuba viver a situação miseravel em que se encontra?Será que um governante que permaneceu no poder durante tanto tempo, sem dá chance a outras pessoas tentarem fazer algo por Cuba també não colaborou para o isolamento da ilha.E as perseguições, fuzilamentos, fugas, e falta de liberdade também não fazem parte de todo esse processo?
E quanto ao assunto do dinheiro andré, como vc quer que as pessoas ganhem dinheiro andré, trabalhando ou esperando as migalhas do governo?

Fernando Romano disse...

Carlos, não use esta expressão (E quanto ao assunto do dinheiro andré, como vc quer que as pessoas ganhem dinheiro andré, trabalhando ou esperando as migalhas do governo?). Falando assim você já parte de uma premissa falsa, racista, preconceituosa. É o mesmo que dizer, "eu trabalho, não sou como esses vagabundos que recebem migalha de governo!"
Revela um extremo desconhecimento de como vive grande parte do povo no seu próprio país - quanto mais em Cuba - que pode estar mais perto que você pensa... como Maria Antonieta, na Rev. Francesa: "Ora, mas o povo não tem pão? Se não tem pão, porque não comem bolos?" Isso é preconceito. Ninguém que se utiliza dessas "migalhas" pediu para estarem naquela escala social - até porquê a maior parte deles já estavam ali muito antes e nenhum governo em época nenhuma nada fez, em nenhum sentido.
É também uma incapacidade de querer ver que, além de qualquer disputa ideológica, estão SERES HUMANOS ali, e que se Cuba tem um sistema socialista, que visa uma sociedade mais igualitária e justa - e no Brasil, se o governo Lula foi o primeiro que realmente pôs em prática esses programas todos - é porque somos todos da Raça Humana, e já temos a inteligência e o discernimento para ajudar quem precisa. Simples assim. Vá ver como vivem "bem" esses que recebem "migalhas" do governo para ver que "vida boa" você teria... Será que se você tivesse algum parente na favela sendo auxiliado por um programa social pensaria que quem recebesse ajuda "não quer trabalhar, é mais fácil receber esmola"? Mesmo a maioria dos que recebem auxílios governamentais trabalham, às vezes em subempregos degradantes, sabia? Pense nisso seriamente, cara. Livre-se desses seus pré-conceitos que afligem grande parte dos brasileiros, mesmo (ainda) nosso país ter um verdadeiro abismo social só comparável à países miseráveis. Construir um país mais justo é bom para todos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...