Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Jornalismo de esgoto: Depois esses sujeitos querem ser levados a sério...



Sem comentários...

15 comentários:

Luiz.Monteiro4 disse...

Eu trabalhei com o Noblat. Posso afirmar que ele é um sujeito muito mau. Desses que grita e humilha funcionários. Além disso, escreve muitas besteiras, do tipo: em Cuba crianças não ganham presente de Natal.

Cristina Castro disse...

Mas foi bacana o Noblat ter corrigido o erro tão rápido, né. Por esta imagem, ele noticiou a "queda do avião" às 17h18 e já se redimiu às 17h26, ou oito minutos depois. Sempre atribuindo a falsa notícia a quem a divulgou erradamente, a Globo News. Acho que errar é humano, e muito fácil de acontecer em mídias rápidas, como TV e internet. O importante é que os caras tenham a hombridade de assumir seu erro o quanto antes - como parece que o Noblat fez. Abraço.

Christian disse...

Quem sabe da próxima vez o Noblat queira se dirigir (ou mandar alguém de confiança) a MOEMA (e não Campo Belo) para ver seu aviãozinho pantanoso... em vez de gordamente reproduzir conteúdo de agências. Jornalista preguiçoso!

André Lux disse...

A turminha da mídia golpista está babando para que outro avião caia em São Paulo para que possam, novamente, culpar o governo Lula e, de quebra, vender mais jornal e aumentar o Ibope.

Imagine se dariam um notícia dessas se fosse um tucano ou um demo os responsáveis...

Errar é um coisa, ser canalha é outra.

Cristina Castro disse...

Não dá para ser tão taxativo, André. Quando o avião da TAM caiu em 1996, pela primeira vez, a notícia teve a mesma repercussão que teve no vôo de 2007. Falo isso porque me lembro. E o presidente era o FHC, do PSDB.
A queda de um avião é pauta em qualquer jornalismo do universo, da grande mídia ou não.
E o que ocorreu no caso do blog do Noblat - e de muitos outros - foi obviamente um erro, ou não teria sido corrigido tão rapidamente.
Não se pode desconsiderar a pressão que os jornalistas sofrem pelo furo, nem a dinâmica de uma redação. É preciso ter mais cuidado ao fazer esse tipo de julgamento, ou você perde credibilidade.
Abraço.

André Lux disse...

Cristina, repercussão de uma tragéida é uma coisa. Exploração política é outra.

Quer dizer que, de agora em diante, vamos achar normal a turminha da mídia golpista, que tem todos os recursos para apurar os fatos, dizer que caiu um avião toda vez que aparecer uma fumaça na cidade?

Cristina Castro disse...

Não, se isso se tornar rotina, eles também perderão sua credibilidade - que já está bastante desgastada/abalada, para dizer o mínimo. Mas, como foi a primeira vez, e foi rapidamente corrigida, não acho que deva ser julgada tão rapidamente assim. Todo jornalista está sujeito às armadilhas das fontes enganosas.

Ou incorreremos no risco de sermos tachados (nós, que não somos da tal "mídia golpista") de estarmos fazendo a "exploração política" que atribuímos a eles.

André Lux disse...

A invenção de factóides com a intenção de prejudicar o governo Lula já virou rotina faz tempo. Muda só o cenário da notícia. A mídia corporativa já não tem mais nenhuma credibilidade - com raríssimas excessões.

Ary disse...

André,vc esta certíssimo.Para a Cristina que acha mesmo que foi um simples erro dos jornalistas e nada mais,olha e ssa: Em 2006,as vésperas das eleições presidenciais,a tv Globo simplesmente omitiu a noticia do acidente do avião da Gol com o jatinho,para divulgar exaustivamente a notícia do dossíê Vedoin,que seria para chantagear os tucanos.Vale lembrar que esse noticia divulgada exaustivamente pela grande imprensa é que levou as eleições para o segundo turno. Acontece que Ali Kamel,perguntado sobre o fato de o JN não ter dado a notícia,ele respondeu,mais ou menos assim:"Não tínhamos dados suficientes para dar a notícia.Só daríamos a notícia se tívessemos certeza de sua veracidade." (Blog do Azenha).
Pois é,mas porque raios dessa vez Ali Kamel deixou que dessem a notícia sem "ter certeza de sua veracidade?" Porque será,hein?

Cristina Castro disse...

Ary: só acho que uma questão não confirma a outra. São, aliás, bastante diferentes. Abraço.

Ary disse...

Cristina:É evidente q uma questão não confirma a outra.Mas revela claros indícios de que a imprensa realmente tem o intuito de criar factódes para afetar o presidente.Revela os interesses político ideológicos da imprensa.Senão o que explica Ali Kamel ter mudado o seu modus operandi? Ora,é claro que a imprensa procura notícias de impacto para angariar audiencia,mas desde q isso não vá de encontro a suas preferências políticas.É importante frisar que qd a GloboNews deu essa falsa notícia,havia uma CPI em andamento no congresso.O deputado Carlos Pannunzio(PSDB),aproveitou o gancho e lascou uma alfinetada no governo dizendo que o caos aéreo estava de volta.Uma certeza essa patacoada da GloboNews nos trouxe:Ali Kamel,chefão do grupo Globo,tenta sim,derrubar o presidente. Noblat é só mais um capacho.

www.edbarreto.blogspot.com disse...

Estou de pleno acordo com o Ary. Como se explica essa guinada do Khamel, vez que esse deixou de noticiar algo que o "Jornal da Band" que vai ao ar primeiro, já tinha veiculado? Huummm!!! Por favor, não menosprezem nossa inteligência..

lukas disse...

Prezados... eu fico fulo da vida com esses papagaios que repetem o quel êem nas vejas e folhas da vida e o que ouvem no jn (tudo minúsculo mesmo).
Tá na cara que a grande(?) imprensa é golpista e quer puxar o tapete do Lula. É só reparar as entrelinhas.
Reparem no jabor na cbn, lúcia hipólito, merval pereira. Dá nojo. Não vejo tv há uns 15 anos. A cbn e a filha on line eu acompanho por dever de ofício pois sou cartunista.
Mas, repito: dá engulhos.

Luiz.Monteiro4 disse...

Estes caras foram eleitos pelo Partido da Imprensa para sacanear quem é a favor do povo.

Luiz.Monteiro4 disse...

Cristina: Eu não aterrisso mais em Congonhas. Nem por 100 milhões de dólares. Aquilo lá é caixão com forno de microondas dentro. Mais uma tragédia lá não é tão impossível assim porque, como todo mundo sabe, a pista é muito curta e insegura.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...