Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quinta-feira, 20 de março de 2008

Cadê os defensores da "Liberdade de Impresa"? Censura a PH Amorim é ato contra a democracia

.
- por André Lux, jornalista e crítico-spam

Sobre a demissão do PH Amorim do IG, é preciso deixar algo bem claro: ninguém está protestando pelo fato dele ter sido demitido, mas sim pela maneira como tudo aconteceu.

Ser demitido ou pedir demissão é algo normal para quem se sujeita às regras da livre iniciativa, ditadas e protegidas pelas leis que regem o sistema capitalista no qual somos todos obrigados a viver. Assim, é absolutamente normal que tanto empregador quanto empregado tenham direito de rescindir seus contratos a hora que quiserem, desde que respeitando e se sujeitando a essas mesmas leis. Não é isso que está em questão neste caso.

O problema da demissão do jornalista Amorim é a forma que ela foi feita e, pior, os argumentos utilizados para justificá-la.

1) O site Conversa Afiada foi simplesmente tirado do ar, deletado, apagado da existência sem qualquer aviso prévio por parte do portal IG. Isso, de cara, já é um monstruoso desrespeito aos usuários daquele portal e aos freqüentadores do site. Para fazer uma comparação esdrúxula, é como se, amanhã, você for fazer um depósito em seu banco e, ao chegar ao local, não encontrar mais nada, nem mesmo o prédio! O banco tem direito de fazer isso? Provavelmente tem, afinal as leis são feitas para proteger quem tem dinheiro no sistema capitalista. Mas, no mínimo, seria uma falta de respeito aos seus clientes e usuários que ficariam totalmente perdidos e sem saber o que fazer.

2) O IG justificou sua decisão, segundo o Portal Imprensa e seu ombudsman, afirmando que o Conversa Afiada não dava o retorno comercial esperado. Piada! De acordo com o próprio site do IG, em setembro do ano passado o Conversa Afiada teve 475 mil acessos únicos e estava em primeiro lugar na corrida pelo prêmio IBEST. Ou seja, a emenda saiu pior que o soneto e ficou claro que a demissão e o sumiço do site foram feitos por motivações político-partidárias e/ou interesses pessoais de gente que se sentia atingida pelas críticas de Amorim. E para isso existe uma palavra: CENSURA. Pura e simples. Leia no novo site Conversa Afiada o texto de Amorim sobre o assunto (“Foi o CITI que me demitiu?”)

3) Amorim foi demitido via fax e seus funcionários foram impedidos de entrar nas dependências do IG, segundo informou o jornalista ao Luiz Carlos Azenha no blog Vi O Mundo. Uma empresa que toma uma atitude covarde e desumana dessa com qualquer funcionário seu já é digna de repúdio para começo de conversa. Agora, fazer isso com alguém que era um dos carros-chefes do portal, responsável por atrair milhares de leitores e usuários, é no mínimo suspeito. Que o capitalismo se define pela exploração do homem pelo homem nós já sabemos. Mas quando essa lógica é transformada em ferramenta de humilhação e perseguição política, temos algo abominável que demonstra bem a falta de caráter e de ética dos autores de tal ato.

4) A forma desrespeitosa e humilhante com que a demissão de PH Amorim foi realizada e a “queima de arquivos” realizada em seu site é um precedente sinistro que abre as portas para a volta da censura ideológica ao país, bem ao gosto da ditadura militar de direita que, por 21 anos, censurou, prendeu e arrebentou quem ousava se opor ao regime. Amanhã, o dono do Blogger (que eu nem sei quem é) pode simplesmente deletar meu blog da existência alegando “quebra de contrato” ou qualquer outro jargão técnico simplesmente por não concordar com o que eu escrevo. E aí, como ficamos?

Sei que muitos por aí vão dizer que eu não estaria aqui escrevendo tudo isso se a vítima dos atos acima descritos fosse o Django Mainardi ou algum outro pitbull da direita. Mas estão errados. O fato de eu jamais ler o que escrevem (ou dizem) não muda o fato de que qualquer tipo de humilhação pública feita por um patrão deve ser repudiada e combatida. A mesma coisa em relação à censura em uma sociedade que se diz “democrática”.

Por sinal, vejam que engraçado: aquela turma que, para citar um exemplo óbvio, vive protestando contra a “falta de liberdade de expressão” em Cuba não soltou nem um pio contra a censura que foi imposta pelo IG ao jornalista Paulo Henrique Amorim. Alguns, pelo contrário, comemoraram o absurdo! Depois eles ficam nervosinhos quando a gente fala que direitistas não têm coerência nem bom senso...
.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...