Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sexta-feira, 1 de setembro de 2006

ELEIÇÕES 2006: Entre mortos e feridos, um balanço...

Somos testemunhas de um momento histórico!

Ainda falta um mês para as eleições, mas parece que tudo leva à reeleição de Lula e a uma derrota espetacular da aliança conservadora PSDB-PFL. Todavia, a canalhice da nossa mídia corporativa parece não ter limites.

Eles estão desesperados, não conseguem entender como e porque Lula não foi derrubado e, pior ainda, está para ser reeleito no primeiro turno depois da campanha sórdida e hipócrita que fizeram contra ele o PT.

Por isso, podem esperar que muito lixo ainda vai rolar. Eles não tem fundo do poço. A melhor solução para isso, penso, é fazer como nós aqui em casa: TV é só para ver filmes e olhe lá. Jornais e Revistas, nem pensar (exceto, é claro, Carta Capital, Caros Amigos e Fórum). Dói menos ficar sabendo dos absurdos e da canalhice da mídia lendo as análises e reações postadas nos blogs petistas ou nos sites assumidamente de esquerda (Vermelho, Informante, Carta Maior e afins).

Todavia, entre mortos e feridos, o que eu achei interessante nisso tudo foi que:

1) A mídia jogou pesado, tirou a máscara da imparcialidade e isenção pra valer e, mesmo assim, não conseguiu nada. Pelo contrário. Lula se fortaleceu e a credibilidade deles foi esgoto abaixo. De agora em diante, ou mudam e se reciclam ou vão entrar em séria crise financeira.

2) Jornalistas e colunistas pelos quais todos tinhamos um certo respeito e consideração também foram obrigados a tirarem suas máscaras e fizeram papelão, deram vexame total, batendo no presidente Lula sem dó nem piedade e blindando tucanada. Entre eles cito: Arnaldo Jabor, Jô Soares, Alberto Dines (e seu ridículo "Observatório de Imprensa"), Carlos Nascimento, Carlos Chagas, Paulo Markum (que comanda o grotesco "Roda Vida", na TV Cultura, atualmente conhecido como "Puleiro de Tucanos"), William Waack e tantos outros que nem valem a pena serem citados.

3) Por outro lado, alguns jornalistas e formadores de opinião mostraram que são realmente íntegros e honestos e, mesmo não defendendo Lula ou o PT, ao menos sempre buscaram analisar os fatos de maneira menos parcial e fascista. Aí entram: Mino Carta, Paulo Henrique Amorim, Franklin Martins, Bob Fernandes, Luis Nassif, entre (poucos) outros.

4) O mesmo acima valendo também para artistas e intelectuais, que num momento como o que vivemos, foram obrigados a descer do muro e assumirem suas posições políticas. A história será cruel com aqueles que, a exemplo de Tom Cavalcanti, Lima Duarte, Carlos Vereza, Regina Duarte e Cristiane Torloni, aproveitaram a crise para demonstrar suas vocações elitistas, preconceituosas e reacionárias... Já os que demonstraram coragem de defender, mesmo sofrendo constante retaliação da mídia, as conquistas atingidas pela governo do PT terão nosso eterno carinho.

5) Políticos que, até agora, eram eleitos a partir da defesa enganosa dos direitos do povão e de uma plataforma "à esquerda" também foram desmascarados ao se aliarem ao que existe de mais reacionário na política brasileira para tentar derrubar o presidente Lula. Pessoas como Fernando Gabeira, Heloísa Helena, Roberto Freire, Luciana Genro, Cristovam Buarque e tantos outros certamente vão ter muitos problemas para voltarem a ocupar um cargo público depois de terem aparecido de braços dados com coisas comoACMs, Bornhausens e Virgílios da vida. "Os fins justificam os meios", provavelmente vão dizer. Mas aí, as pessoas vão pensar: "Ué, se é assim então prefiro ter o PT lá fazendo acordos e pagando 'mensalão' para tentar melhorar a vida das pessoas mais pobres do que ver esses caras aí fazendo o mesmo tipo de sujeira, mas só para enriquecerem às nossas custas".

Apesar dos pesares, estou feliz por estar vivendo esse momento, que julgo ser crucial para a melhoria do Brasil. O governo do Lula e sua provável reeleição serão um divisor de águas fortíssimo no cenário político brasileiro. Acabou, assim, "o medo do PT" que sempre foi usado pela direita para se manter no poder. Por causa disso, o discurso deles ficou totalmente vazio e estão tão desnorteados e sem rumo que roubam até os slogans do próprio PT!

Hoje eu vi um carro de luxo, guiado por um mauricinho de terno, gravata e cavanhque finamente escovado, com um adesivo que me fez gargalhar: "VOTE 45 POR UM BRASIL DECENTE". Digam a verdade, é ou não para chorar de rir??

Mas não podemos esquecer nunca que a direita ainda tem muita força (e grana) para reagir e certamente vão tentar de tudo para voltar ao poder do jeito que der, seja no voto (enganando a população novamente com falsas promessas e discurso demagógico) ou pela força mesmo, como já fizeram antes várias vezes.

Por isso, não vamos baixar a guarda. A luta continua! O Brasil e o povo brasileiro merecem...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...