Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

terça-feira, 20 de junho de 2006

Boa notícia: Panfleto neoliberal de direita do PSDB abre falência

Não existe nada pior do que panfletagem ideológica travestida de "jornalismo analítico e imparcial". Quem já teve o desprazer de ler a revista "Primeira Leitura" sabe bem o que é isso. Criado pelos homens fortes do governo FHC para funcionar como uma espécie de propagador do pensamento único neoliberal incorporado pelo PSDB, o panfleto de direita, que já publicou pérolas escritas por extremistas como Olávo de Carvalho e manchetes bizarras como "O MST não existe", parece estar chegando ao fim de maneira melancólica.

Envolvidos em escândalos e denúncias, o panfleto tucano se despede de seus leitores de forma soberba e auto-indulgente, mas uma coisa fica clara nas entrelinhas: nem mesmo as velhas oligarquias e os empresários que se encantam com o projeto elitista e conservador da aliança PSDB/PFL estão querendo correr riscos de terem seus nomes e os nomes de suas empresas associados a tão repugnante veículo de propaganda do neofascismo.

Sinceramente, ninguém merece isso. Já vai tarde...

Falta de anunciantes provoca fechamento do ''Primeira Leitura''

Após envolver-se no escândalo da Nossa Caixa como veículos de comunicação beneficiados com verbas oficiais pelo governo de Geraldo Alckmin (PSDB), o site e a revista Primeira Leitura encerram "sua trajetória". O projeto Primeira Leitura foi lançado pelo ex-ministro das Comunicações de FHC, Mendonça de Barros, que agora trabalha para o candidato Geraldo Alckmin. Reinaldo Azevedo, atual editor do falido site, promete para breve criar um blog, no qual continuará defendendo suas idéias direitistas.

Com um texto de despedida no qual culpa a falta de anunciantes como responsável pelo fracasso do projeto editorial fundado por Luiz Carlos Mendonça de Barros, o jornalista e editor Reinaldo Azevedo anuncia o fim do site e da revista Primeira Leitura que, por muitos anos, serviu como espaço de divulgação das idéias direitistas de setores do tucanato.

Recentemente, a revista e o site Primeira Leitura viram-se envolvidos no escândalo da Nossa Caixa. Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, a cúpula do Palácio dos Bandeirantes, quando era ocupada pelos tucanos, pressionou o banco oficial paulista para patrocinar, entre outros, anúncios mensais na revista e no site "Primeira Leitura.

Em recente entrevista à revista Imprensa, o jornalista Reinaldo Azevedo negou o favorecimento mas admitiu que a reportagem prejudicou a revista e o site, tirando-lhes anunciantes. Mas, na ocasião, ainda afirmava que o projeto editorial funcionava "no azul, mas estrangulado". O estrangulamento parece que chegou agora num patamar insustentável.

Na mesma entrevista, ao ser perguntado se a a fama de ser uma revista de direita era ruim para Primeira Leitura, respondeu: "Evidente que sim. Cada vez que metem essa pecha na gente, criam dificuldades com os anunciantes. A ironia das ironias é que a esquerda conseguiu cravar esse selo e os capitalistas ficaram com medo da gente".

No texto de despedida, que pode ser lido no site www.primeiraleitura.com.br, Azevedo afirma que "Nada nos faltou, a não ser, obviamente, anúncios em número suficiente para que o projeto pudesse seguir adiante".

Reinaldo Azevedo terá, em breve, um blog. Textos seus podem ser lidos nos jornais O Globo e O Estado de S. Paulo.

Texto publicado no site Vermelho.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...