Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

sexta-feira, 7 de abril de 2006

Artigo: DESABAFO...

Sinceramente, o texto abaixo lavou a minha alma!

Desabafo...

A esmagadora maioria das pessoas que se propõem a falar de política no Brasil não passam de massa de manobra de uma elite que está assaltando o país há séculos. Depois de um “eu acho que...” ou “eu penso que...”, um cretino qualquer que lê um jornal de grande circulação veste-se de uma máscara de grande sábio.

- por Luís Fernando Vitagliano

Estou cansado de tanta hipocrisia neste país. Acho que muita gente está assim. Cansada de tantas máscaras que se colocam para encobrir os preconceitos de uma elite social e política porca e mesquinha. Lula não é nenhum mar de rosas. Às vezes me envergonho em defender seu governo. Mas, prefiro Lula na presidência a qualquer advogado arrogante, economista prepotente, médico mesquinho ou sociólogo pedante.

Lula foi operário, saiu do nada e, se sua equipe não conseguiu realizar projeto de governo decente, ao menos rompeu com a perpetuação de uma dinastia eterna de donos do poder. Há quantos anos aqueles congressistas estão tomando conta do país? O que fizeram? Que moral tem o senhor Antonio Carlos Magalhães para falar de ética? Quatrocentas escolas da Bahia levam o seu nome. E quantas não levam o nome do seu filho?

Dirceu não foi exatamente um grande homem de governo. Sua onipresença e onipotência não foram bons atributos políticos para um Ministro Chefe da Casa Civil. Mas, pelo menos, parecia ser um contraponto à política contracionista desempenhada pela Fazenda. Pallocci executou uma política econômica absolutamente neurótica e sem o menor bom senso. Mas, posso escrever uma tese defendendo que sua política econômica é diferente da do governo anterior, e encontro argumentos dos mais sofisticados para discutir isso com qualquer pessoa deste país. Só, infelizmente, não sou capaz de dizer isso em poucas linhas.

Mas, estou cansado de ouvir que Lula e sua equipe não passam de ladrões ou oportunistas. Se neste país o que conta são títulos, meus títulos me credenciariam a dizer que a esmagadora maioria de pessoas que dizem isso pra cima e pra baixo não passam de estúpidos papagaios de jornalistas e políticos mal intencionados.

Há praticamente dez anos estudo política, numa das universidades mais importantes deste país. E já passei por praticamente todas as provações que me impuseram. Se é o uso da autoridade que os idiotas da classe média querem, então tomem: a esmagadora maioria das pessoas que se propõem a falar de política no Brasil não passam de massa de manobra de uma elite que está assaltando o país há séculos. Depois de um “eu acho que...” ou “eu penso que...”, um cretino qualquer que lê um jornal de grande circulação veste-se de uma máscara de grande sábio e...

Estou cansado dessa gente. Acho que muita gente está. Fazer política, pensar política, tratar de política é complexo, exige dedicação, exige estudo, mas qualquer pessoa tem legitimidade para fazê-lo. Lula também a tem. Não tem um diploma universitário, é verdade, mas foi mais importante para esse país do que muitos diplomados que pensam (quando pensam) serem os donos da verdade.

Talvez fosse o caso de corrigir os marxistas: não há luta de classes neste país. Há uma profunda supressão de classe. Não há espaço para as lutas. As classes marginalizadas (ou subalternas) são tão submissas que nem são capazes de sonhar insurgir-se. São tratadas como capachos, aquilo em que se pisa. E, assim, desempenham sua função da melhor forma possível.

Triste? Forte? Chocante? Mas, se isso não fosse verdade, já teria havido uma grande revolução neste país – se não socialista, ao menos capitalista. Porque nem capitalista este país é capaz de ser. Mal e porcamente há um sistema social, uma ordenzinha.

Se muita gente acha que Lula tem muito voto pelo que fez, comece a pensar que isso é uma reação do povão contra a eterna opressão social que sofre. Os eleitores de Lula ainda pensam que Lula é seu representante. Rezem, elites, para que Lula continue, porque não são vocês, mas o próprio Lula uma das poucas esperanças de estabilidade social que esse país ainda tem.

- Luís Fernando Vitagliano é cientista social.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...