Postagem em destaque

SEJA UM PADRINHO DO TUDO EM CIMA!

Ajude este humilde blogueiro a continuar seu trabalho! Sempre militei e falei sobre cinema e outros assuntos sem ganhar absolutamente nada ...

quinta-feira, 23 de junho de 2005

Análise: "Dois pesos, duas medidas"

Abaixo, coloco mais exemplos que escancaram a manipulação que a mídia corporativa faz dos fatos cotidianos. Compare as duas notícias abaixo, uma da Agência Carta Maior (que é um órgão independente e plural), e a outra da agência Reuters (que faz parte da mídia corporativa):

AGÊNCIA CARTA MAIOR

CPI DOS CORREIOS
Marinho perde advogados, poupa Jefferson e fala em fraudes nos Correios

Em depoimento à CPI dos Correios, ex-chefe do Departamento de Contratações da estatal denuncia supostas transações ilegais que envolveriam empresários, parlamentares, partidos e até mesmo um ministro. Na sessão, advogados de Marinho o acusaram de faltar "com a verdade” e deixaram caso.

REUTERS

Marinho lança suspeitas sobre contratos e indicações

O funcionário dos Correios Maurício Marinho lançou suspeitas na CPI nesta quarta-feira sobre contratos e relações comerciais da estatal com fornecedores, além de vincular esses indícios à prática de loteamento de cargos por partidos políticos aliados ao governo
.

Repare que a primeira notícia dá destaque à falta de provas e às contradições do depoente (que foi, inclusive, abandonado pelos próprios advogados DURANTE o depoimento). Já a segunda, da Reuters, dá como certo o "lançamento" de suspeitas sobre os contratos. Repare que não há, em qualquer lugar do texto da Reuters, referências às contradições proferidas do depoente, à mudança de sua postura ou ao abandono dos advogados. E vai ser esse enfoque que o resto da mídia corporativa vai dar ao caso (mesmo porque todos copiam da Reuters, especialmente a "Folha").

Isso só tem um nome: manipulação. Os fatos são "dobrados" à revelia dos editores dos jornais e revistas para que se encaixem na campanha difamatória que está sendo lançada contra o Partido dos Trabalhadores e o Governo Lula. Isso é feito para manipular a mente das pessoas em favor dessa campanha, onde "suspeitas" e "denúncias" viram verdades factuais. Depois, se nada for provado ou mesmo se os réus forem inocentados, a mídia corporativa publica no cantinho de um de seus cadernos de política e ponto final. Mas na cabeça das pessoas, fica aquela impressão de que "todos são corruptos"...

No final das contas, trata-se da mesma filosofia que o ministro da propaganda do Nazismo, Goebells, criou para dar sustentação ao Hitler: "Repita uma mentira inúmeras vezes até que ela se torne uma verdade". Lamentável...

Leia as duas notícias na íntegra: Agência Carta Maior e Reuters

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...